Acesso Rápido

    Private banking: Conheça mais sobre este mercado de R$ 1 trilhão

    Private banking: Conheça mais sobre este mercado de R$ 1 trilhão

    Você sabe o que é o Private Banking?

    O private banking é um recurso muito utilizado pela população super rica para investir os seus recursos.

    O private banking é uma área especializada na gestão de grande fortunas. Praticamente todo grande banco oferece este serviço. Esta área costuma ser restrita para clientes com patrimônio de, no mínimo, alguns milhões de reais. Os clientes contam com alguns benefícios especiais neste segmento exclusivo.

    Via de regra, os melhores profissionais do banco costumam atender justamente neste segmento.

    Portanto, a área pode contar com especialistas em diversos setores para atender às demandas dos clientes, tais como setor tributário e sucessão patrimonial.

    Os clientes são tipicamente grandes empresários ou altos diretores de empresas nacionais.

    Dessa forma, os bancos costumam concorrer de forma acirrada para captar este tipo de cliente. Para atraí-los são oferecidos diversos benefícios, desde anuidade gratuita no cartão de crédito a eventos exclusivos.

    Em 2018 este segmento de alta renda atingiu a expressiva marca de mais de R$ 1 trilhão. Segundo dados da Anbima, são 58,3 mil os grupos econômicos atendidos por esta área.

    Esses grupos econômicos dizem respeito às família que tipicamente são atendidas em conjunto no banco.

    Dividindo o valor de R$ 1 trilhão pelo número de grupos se chega ao ticket médio de R$ 17,15 milhões por grupo.

    Ou seja, este é um ambiente muito exclusivo.

    A motivação dos bancos em captar esses clientes está justamente nesses altos valores.

    Esses clientes costumam deixar altos saldos em conta corrente no banco, o que para a instituição é uma excelente forma de captar recursos de forma barata.

    Ainda, esses clientes podem investir altas quantias em fundos de investimento de administração dos bancos. E, dessa forma, gerar receita de taxa de administração.

    Onde investem os clientes do private banking?

    Private banking Anbima
    Fonte: Anbima

    Como era de se esperar, a maior parte dos recursos desses clientes são investidos em fundos de investimento.

    Seguido das seguintes classes de ativos:

    1. Ativos de renda fixa
    2. Renda variável / ações
    3. Previdência aberta

    O fato de a maior parte dos recursos estar investida em fundos de investimento representa, de certa forma, o conflito de interesses que existe neste segmento.

    É interessante, para o banco, que o cliente aplique os recursos em seus fundos de investimento. Dessa forma, o banco  pode obter maior receita advinda da taxa de administração. A taxa de administração pode ser tão alta em alguns fundos quanto 2,2%.

    No entanto, a aplicações em fundos podem não ser as mais adequadas para o cliente.

    Visto que, ao aplicar diretamente no mercado de renda variável, o investidor não precisa pagar nenhuma taxa de administração.

    Além disso, o investidor pode adequar os seus investimentos ao seu perfil e às suas necessidades específicas.

    Nos Estados Unidos é uma situação rara as pessoas investirem através dos seus bancos. Mesmo os clientes super ricos.

    A maior parte das aplicações neste país se dão através de corretoras independentes.

    Se você quer começar a investir diretamente na bolsa de valores, para obter resultados até melhores do que os clientes de alta renda do private banking, você pode contar com a ajuda da Suno Research. A Suno Research é uma casa de análise independente, que visa ajudar os investidores pessoas físicas a obter melhores resultados investindo na bolsa de valores.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *