Acesso Rápido

    Como fazer o primeiro investimento? Aprenda como começar a investir do jeito certo

    Como fazer o primeiro investimento? Aprenda como começar a investir do jeito certo

    O ano de 2019 começou e, para muitas pessoas, ele chegou junto com uma lista de metas, que inclui fazer um primeiro investimento.

    Porém, é preciso ter em mente alguns pontos antes de fazer este primeiro investimento — para começar, por exemplo, a investir na bolsa de valores.

    Como fazer o primeiro investimento?

    O primeiro investimento costuma ser feito de forma receosa. O investidor iniciante ainda está sondando o mercado, vendo em qual tipo de perfil se encaixa. Os valores aplicados também tendem a ser menores, justamente pelo receio de perder dinheiro.

    Entretanto, com preparação é possível fazer boas escolhas para ingressar no mundo dos investidores. A questão é: por onde começar e onde fazer o primeiro investimento?

    Se preparando para fazer o primeiro investimento

    Quanto mais informação se tem sobre algo, mais fácil é entender como este meio funciona. Desta forma, é mais fácil escolher qual aplicação se encaixa melhor no seu perfil e estimar qual é o principal benefício de cada uma delas.

    Uma dica é não aplicar o seu dinheiro sem antes conhecer o funcionamento do título em questão. Isso porque cada modalidade possui peculiaridades que vão muito além do rendimento em si.

    Quais são as melhores aplicações para fazer seu primeiro investimento?

    Não é obrigatório que o primeiro investimento seja feito na renda fixa.

    Dependendo de como você se preparou, fazer o primeiro investimento em renda variável também é uma boa oportunidade de negócios.

    Quem deseja sentir o mercado pode ter esta experiência, com riscos calculados e boa rentabilidade aplicando em ações.

    A grande vantagem das ações é a possibilidade de escolher em qual tipo de negócio deseja colocar o seu dinheiro.

    Além da vantagem de resgatá-lo em caso de queda repentina ou necessidade do dinheiro em si.

    Porém, há também os fundos imobiliários, que são conhecidos por proporcionar ótimos retornos recorrentes aos investidores, além do ganho de capital do ativo em si.

    Começando a investir em renda fixa

    Para os mais tradicionais, a opção de renda fixa costuma ser atraente. Isso porque muitas destas aplicações são cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

    Entre as principais opções de renda fixa para fazer o primeiro investimento, estão:

    • CDB (Certificado de Depósito Bancário);
    • LCI (Letra de Crédito Imobiliário);
    • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio);
    • Tesouro Direto.

    A grande vantagem da renda fixa é a segurança proporcionada pelo FGC, que só não cobre o Tesouro Direto..

    Afinal, ele garante a segurança da aplicação em até R$ 250 mil por instituição.

    Lembrando que a rentabilidade da renda fixa tende a ser menor do que a da renda variável.

    Dentro da renda fixa, existem as opções de aplicações pré e pós-fixadas.

    Com as pré-fixadas, o investidor sabe exatamente o quanto receberá quando o prazo do título acabar.

    Nas pós-fixadas, este valor irá variar de acordo com o índice na qual elas estiverem indexadas. Além disso, é preciso observar a data de vencimento da aplicação.

    Isso porque, se porventura for preciso retirar o dinheiro antes do término do prazo, o investidor pode ter prejuízo. A não ser que a aplicação tenha seu rendimento baseado na Selic, como acontece com uma vertente do Tesouro Direto (Tesouro Selic).

    Como continuar a investir após o primeiro investimento?

    primeiro investimento

    O primeiro investimento costuma vir carregado de expectativas acerca do seu rendimento.

    Porém, um dos pontos que precisam ser observados é que para ganhar dinheiro, é preciso aplicar dinheiro.

    Isso quer dizer que não dá para ficar rico investindo na bolsa se o investimento em questão for ínfimo.

    Para quem ainda não tem grandes somas de dinheiro para aplicar, é possível construir este patrimônio ao longo dos anos, inclusive com a ajuda de aplicações financeiras.

    Mas é preciso compreender que começar a investir é um processo que demanda bom planejamento e execução clara. Por isso, é importante procurar auxílio de quem conhece este mercado.

    A Suno Research, por exemplo, disponibiliza gratuitamente um ebook com várias dicas para o investidor iniciante. Desta forma, o primeiro investimento será feito de forma segura, profissional e com a melhor orientação possível.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Sivaldo 6 de agosto de 2019

      tenho interesse em começar a fazer o dinheiro trabalhar pra mim, gostaria de saber qual o valor minimo para se começar,.

      Responder
      • Suno Research 12 de agosto de 2019

        Boa noite Sivaldo, não existe valor minimo.

        Responder
    • Sidney 12 de fevereiro de 2020

      Comecei a investir em OUT/19 e venho acompanhando as dicas da suno, do Professor Baroni e Primo Rico!

      Obrigado por tudo!

      Responder