preço e valor

Embora sejam termos facilmente confundidos dentro do cotidiano das pessoas, preço e valor são conceitos completamente diferentes entre si.

Os conceitos de preço e valor na realidade se distanciam à medida que a individualidade acontece nas preferências de uma pessoa que deseja comprar um produto ou serviço.

Desse modo, podemos dizer de modo simplificado que o preço é o que o cliente paga, e valor é aquilo que realmente ele está levando com essa compra.

O grande segredo do sucesso nas empresas é conseguir agregar valor aos seus produtos de modo que eles sejam vistos de forma diferenciada por seus clientes. Deste modo, agregar valor pode vir acompanhado de um aumento dos preços cobrados e por conseqüência, maiores margens de lucro.

Afinal de contas, o que é preço?

preço e valor

Afinal de contas, o que é preço?

O preço é, de maneira concreta, a quantidade de dinheiro que está sendo cobrado por um determinado bem ou serviço. Podemos dizer que esse é um conceito completamente possível de quantificado, pois não é subjetivo e dado a preferências.

O conceito de preço serve como referência para os clientes, muitas vezes ele funciona com base na lei da oferta e demanda.

No entanto, por vezes, essa lei não é de grande utilidade a medida que a individualidade e necessidades pessoais das pessoas entram em jogo.

Dessa forma, podemos dizer que a elaboração do preço é feita com base nos seguintes critérios:

  • Custo de produção ou aquisição;
  • Margem de lucro prevista pelo vendedor;
  • Poder aquisitivo do público alvo;
  • Preços cobrados por concorrentes.

No mercado de maneira geral, não é o vendedor que no fim das contas tem a ultima voz na escolha do preço de venda. Isso acontece porque todo cliente precisa perceber que aquele determinado produto apresenta um valor do qual deve ser representado por um preço justo.

O que é valor?

preço e valor

O que é valor?

O valor é um conceito muito mais subjetivo, pois ele depende das expectativas e demandas das pessoas que desejam adquirir um bem ou serviço.

É importante mencionar que o valor não diz respeito ao produto em si, mas sim a sensação de satisfação que um cliente tem em adquiri-lo.

Desse modo, é por esse motivo que o preço de uma determinada mercadoria pode parecer caro para um, porém barato para outra.

Por exemplo, comprar uma camisa autografada pelo melhor jogador do mundo poderá apresentar um valor muito maior para os amantes de futebol do que comprar a mesma camisa diretamente de uma loja de artigos esportivos.

Desse modo, o grande desafio para as empresas que desejam apresentar sólidas vantagens competitivas, é conseguir agregar valor a marca de modo que os preços cobrados pela mesma sejam superiores ao dos demais concorrentes, o que naturalmente pode levar a maiores margens e retornos sobre o capital investido.

Uma forma trabalhar em melhorar a valorização de um produto é fazer investimentos recorrentes em marketing, pois a criação de uma marca confiável e famosa pode fazer com que os clientes enxerguem um maior valor nos produtos.

Portanto podemos concluir que, apesar de conceitos parecidos, preço e valor são idéias completamente diferentes entre si.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.