AçõesInvestimentos

Preço alvo: o valor esperado para uma ação

By 26 de agosto de 2018 No Comments
preço alvo

Quando um investidor decide iniciar aplicações em ações é natural que comece a ler diversos relatórios para saber que ações estão sendo recomendadas. E logo percebe que o preço alvo da ação é sempre citado.

Os analistas calculam o preço alvo de uma ação com base em uma análise fundamentalista para fazer recomendações. Em inglês é chamado de Price Target. Mas o que exatamente ele significa?

O preço alvo de uma ação é o preço projetado pelo analista para esse papel em uma determinada data. Geralmente para o fim do ano corrente, mas nem sempre. Geralmente, é calculado usando a metodologia de fluxo de caixa descontado somada a outras projeções dos analistas. O objetivo é ver o potencial de valorização ou desvalorização da ação.

Caso o preço alvo seja maior que o atual, significa que a ação irá se valorizar até chegar ao preço alvo projetado. Por outro lado, se o preço alvo for menor que o atual, a ação irá se desvalorizar segundo a projeção do analista.

O que geralmente é feito pelo analista de ações é projetar o fluxo de caixa da empresa para o ano, avaliando o quanto ela deve lucrar durante esse período.

Esse lucro projetado da empresa é trazido a valor presente. Ou seja, tem-se o lucro futuro, e logo o valor da empresa futuro, hoje. Pelo valor que a empresa tem calcula-se o valor de cada ação.

Portanto, compara-se o valor da ação hoje com o que ela terá dentro da projeção para saber se ela está cara ou barata.

Por exemplo, digamos que um analista acredite que o preço alvo de uma ação é 25 reais para o fim do ano. E hoje a ação está valendo no mercado 20 reais. Logo, segundo as projeções desse analista, a ação irá se valorizar 25% até o fim do ano. Portanto, a recomendação é de compra.

É importante ressaltar que essa recomendação de compra é válida apenas até a data do preço alvo. Depois, é preciso fazer uma nova análise. Haverá um novo preço alvo para saber se a tendência da ação é de alta ou queda.

Divergências de preço alvo

preço alvo

Não existe uma fórmula única para calcular o preço alvo de uma ação.

Apesar de geralmente se usar a metodologia de fluxo de caixa descontado para trazer o lucro futuro a valor presente, estimar qual será o lucro futuro é uma tarefa difícil. E por isso, há divergências entre os preços alvos dos analistas.

Isso porque cada analista vai considerar a possibilidade de um lucro futuro dependendo do cenário que está projetando.

Por exemplo, se para o analista A a demanda por um produto irá aumentar e para o analista B irá se manter, a projeção de lucro do primeiro será maior do que a do segundo. Logo, o preço alvo do analista A será maior.

Muitas variáveis podem influenciar no lucro futuro da empresa. São exemplos: como cenário econômico, investimento da companhia, impacto da concorrência, regulação estatal, preferência dos consumidores e etc.

O que torna incerto saber se todas as variáveis estão sendo levadas em consideração. Além disso, outras variáveis podem influenciar a empresa durante o período. O que muitas vezes leva a formulação de um novo preço alvo.

E por esse motivo que muitas vezes não há um consenso no mercado financeiro. E também porque sempre existem compradores e vendedores para uma ação.

Como não há um preço alvo único sempre haverá os que acham uma ação cara e os que a acham barata.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.