poupança em 2020
Por: Tiago Reis

Poupança em 2020: saiba por que não vale a pena e como investir melhor

Mesmo com a menor taxa Selic da história, muitos brasileiros ainda deixam seu dinheiro guardado na poupança. Apesar disso, sem dúvida a maioria dos poupadores percebeu como o juro dessa aplicação vem reduzindo, o que leva a procura sobre o que acontecerá com a poupança em 2020.

Nesse sentido, é preciso primeiramente entender o que essas quedas de rendimento significam e como elas irão impactar a poupança em 2020. Nesse artigo, mostraremos o que a redução do juro significa e quais oportunidades existem para fazer o seu dinheiro render mais no próximo ano.

Quanto irá render a poupança em 2020?

Apesar de muitos terem a concepção de que a poupança sempre possui rendimento de 0,5% a.m, essa não é uma regra para essa aplicação. Por isso, não acredite que a poupança em 2020 irá possuir esse rendimento.

Isso porque, na verdade, a poupança rende o meio por cento ao mês quando a Selic, a taxa básica da economia, está acima de 8,5% ao ano. E quando a taxa cai abaixo desse valor, essa aplicação passa a render 70% da meta da Taxa Selic. A regra para a rentabilidade da poupança é:

  • Se a Taxa Selic estiver abaixo ou igual a 8,5% ele será 70% da Selic mais a Taxa Referencial (TR);
  • Se a taxa Selic estiver acima de 8,5% ele será 0,5% ao mês mais a taxa referencial.

Mas a crença de a poupança render os 0,5% ao mês possui certo embasamento. Isto é, como a taxa da economia brasileira foi historicamente alta, no fim das contas a poupança acabou rendendo por muito tempo os meio por cento.

Todavia, desde o final de 2017, a Selic quebrou a marca dos 8,5% ao ano e começou a ter valores mais reduzidos. Então, a poupança passou a render 70% da meta da taxa básica de juros brasileira, que ficou estacionada nos 6,5% ao ano por muito tempo.

Agora, com a melhora do cenário econômico e político brasileiro, o país passa a ser considerado menos arriscado. Este fato leva, consequentemente, à redução do prêmio de risco, representado pela Selic. É por isso que no final de 2019 a taxa básica de juros do Brasil voltou a reduzir, depois um bom tempo estacionada nos 6,5% a.a mencionados.

Como a variação da Selic influencia a poupança?

poupança em 2020

Como pode ser observado na imagem, desde março de 2018 até o julho de 2019 a Taxa Selic se manteve em 6,5%. Nesse período, a poupança estava rendendo 4,55% a.a, ou seja, 70% da taxa.

  • 6,5% x 0,7 = 4,55%.

Apesar dessa estabilidade, o Copom (Comitê de Política Monetária), no segundo semestre de 2019, determinou novas reduções da Selic, sendo que as mudanças e suas respectivas datas foram:

  • 6,5% a.a para 6,0% a.a (31 de Julho);
  • 6,0% a.a para 5,5% a.a (18 de Setembro);
  • 5,5% a.a para 5,0% a.a (30 de Outubro).

Essas consecutivas mudanças causaram uma redução ainda maior do rendimento da poupança, o que afetará o rendimento da aplicação em 2020. Além disso, destaca-se que há a previsão de que a Selic seja reduzida mais uma vez, ficando em 4,5%. Isso pode ser observado na previsão do Relatório Focus divulgado no fim de Novembro:

poupança em 2020

Portanto, conclui-se que as expectativas para a poupança em 2020 não são nada animadoras. Afinal, a nova queda esperada da taxa básica da economia poderá prejudicar ainda mais o rendimento da aplicação, que se quer cobrirá a inflação (IPCA) esperada para 2020, de 3,60%.

  • Poupança em 2020 com Selic em 4,5%: 4,5 x 0,7 = 3,15%;
  • Inflação prevista para 2020 pelo relatório focus: 3,60%.
  • Rendimento real: 3,60 – 3,15 = -0,45%.

Como pode ser observado, o rendimento real esperado para a poupança em 2020 é negativo. Isto é, as previsões mostram que ele não será capaz de manter o poder de compra do dinheiro investido ao longo do tempo.

Apesar dessa realidade, não há o que se preocupar. Afinal, a queda da Selic, e consequentemente do rendimento da poupança, é positiva para a economia como um todo. E, além disso, existem outras opções de investimento disponíveis tão seguras quanto a poupança e que possuem rentabilidade superior a ela.

Guia de Economia para Investidores

Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

Por que deixar o dinheiro na poupança não é uma boa escolha?

A caderneta de poupança é, inegavelmente, a aplicação financeira mais popular e utilizada no Brasil, principalmente por ser reconhecida como um produto seguro e confiável.  

Entretanto, poucas pessoas sabem que deixar seu dinheiro aplicado poupança não é nem de longe um bom negócio. Na realidade, devido a sua baixíssima rentabilidade, a poupança não pode mesmo nem ser considerada um investimento.

Conforme visto acima, atualmente, a poupança rende 70% da taxa SELIC (a taxa básica de juros da economia) mais a TR (Taxa Referencial) quando a SELIC for menor ou igual a 8,5% ao ano, ou 0,5% mais a TR quando a SELIC estiver acima de 8,5% ao ano. 

Ou seja, na prática, a poupança acaba rendendo muito pouco em ambos os cenários. Dependendo da situação econômica do país, pode até ocorrer da poupança não conseguir sequer superar a inflação corrente do período. Nesse caso, o correntista estaria literalmente perdendo dinheiro ao manter seu dinheiro aplicado na caderneta.

Esse cenário fica ainda mais grave quando percebemos que existem uma variedade de investimentos em renda fixa que pagam 100% ou mais da taxa SELIC, com um nível de risco praticamente semelhante ao da poupança.

Logo, no final das contas, não faz sentido deixar o dinheiro parado na poupança quando existem opções que são tão seguras quanto e que pagam bem melhor.

O que fazer com o dinheiro da poupança?

poupança em 2020

Primeiramente, é preciso parabenizar aqueles que foram disciplinados e conseguiram guardar dinheiro na poupança. Isso porque o Brasil é um país com uma população extremamente endividada, e poucos são os que conseguem ficar longe de dívidas e poupar.

Portanto, apesar de a poupança não render mais tanto assim, aqueles que conseguiram guardar dinheiro estão na frente da maior parte da população. Mas a partir de agora, com a aplicação rendendo tão pouco, apenas poupar não será mais suficiente.

Nesse sentido, será preciso agir e procurar novas modalidades de investimento. Assim, o dinheiro guardado poderá se multiplicar mais rápido e começar a gerar uma renda passiva. Isto é, uma renda que independe de trabalho, e que vêm exclusivamente de investimentos realizados.

Investimentos melhores que a poupança para 2020

Para garantir um rendimento melhor para o seu dinheiro guardado na poupança será preciso começar abrindo uma conta em uma corretora. Isso porque essas instituições possuem e oferecem investimentos melhores e com taxas menores que os bancos tradicionais.

Após abrir a conta, já será possível realizar uma transferência do dinheiro da poupança para a sua corretora. Então, você estará pronto para realizar investimentos melhores e mais rentáveis com o dinheiro da poupança em 2020.

Alternativas à poupança na renda fixa

Alguns dos investimentos disponíveis nas corretoras que possuem rendimento fixo, como na poupança, são:

  1. Tesouro Selic (Tesouro Direto)
  2. Certificados de Depósito Interbancário (CDBs);
  3. Letras de Crédito (LCs).

Destaca-se que alguns desses investimentos podem possuir liquidez menor, sendo necessário deixar o dinheiro investido por um certo tempo para poder ter acesso a ele novamente.

Sendo que esses prazos são variados, podendo ser de 185 dias até mais de 5 anos. Logicamente, quanto maior o prazo de resgate, maior também a rentabilidade.

Contudo, existem diversas opções de investimento de renda fixa com liquidez diária, como o Tesouro Selic e alguns CDBs. Além disso, ressalta-se que ambos esses investimentos rendem mais que a poupança e possuem segurança.

Guia de Investimento em Renda Fixa

Invista com segurança e rentabilidade: baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça as principais opções de investimento em Renda Fixa!

Alternativas à poupança na renda variável

E caso você queira destinar parte do seu capital para investimentos mais rentáveis, é preciso considerar também investir na renda variável. Algumas alternativas interessantes nesse segmento são:

  1. Investimento em ações;
  2. Investimento em Fundos Imobiliários;

Quer aprender o que são e como funcionam esses investimentos? Baixe gratuitamente o e-book da Suno que ensina tudo sobre eles e também como dar os primeiros passos na renda variável.

Historicamente, esses investimentos de renda variável da Bolsa entregaram um retorno muito superior ao rendimento da poupança e da Taxa Selic. Por isso, eles são uma excelente forma de formar renda passiva ao longo do tempo e de investir o dinheiro da poupança em 2020.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

206 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs

GARANTA ACESSO AOS DESCONTOS EXCLUSIVOS DA CYBERWEEK

não perca tempo! As ofertas terminam em:

DIAS
 HOR
 MIN
 SEG

CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA ACESSAR AS OFERTAS: