Acesso Rápido

    Política monetária expansionista: entenda (com exemplos) o que é

    Política monetária expansionista: entenda (com exemplos) o que é

    Você sabia que a política monetária expansionista pode ser uma forma para superar recessões?

    No entanto, é necessário muito cuidado. Pois, se utilizada de forma errada, a política monetária expansionista pode causar inflação.

    O que é política monetária?

    Política monetária expansionista é o nome que se dá ao conjunto de práticas que têm como objetivo aumentar a liquidez de moeda na economia e reduzir os juros. Portanto, ela tem como meta estimular o consumo e a retomada da economia.

    Como funciona a política monetária expansionista?

    A política monetária expansiva se dá através do uso dos instrumentos de política monetária. São 3 os principais instrumentos:

    • Open market;
    • Depósito compulsório;
    • Redesconto.

    Open market

    Open market se refere ao mercado aberto de títulos. Este é o mercado onde o Banco Central (Bacen) pode comprar ou vender títulos de dívida.

    Em uma política monetária expansiva o Bacen busca comprar os títulos do mercado. Pois, ao fazer isto, o Bacen está incorporando os títulos ao seu balanço e inserindo mais moeda na economia.

    Por sua vez, esta moeda será utilizada pelas instituições financeiras para conceder crédito e estimular a economia.

    Depósito compulsório

    O depósito compulsório se trata de uma taxa recolhida pelo Banco Central dos depósitos nos bancos comercias.

    Por exemplo, se esta taxa for de 10% isto significa que a cada R$ 100 que você aplique no banco R$ 10 deverão ir para o Bacen.

    Ao fazer isto o Banco Central garante uma maior solidez para o sistema financeiro.

    Quando busca estimular a economia as autoridades financeiras reduzem a taxa exigida do depósito compulsório. Dessa forma os bancos ficam com mais recursos disponíveis para emprestar.

    Ainda, a redução do depósito compulsório possui uma consequência direta no efeito multiplicador da moeda. O tornando mais expressivo e estimulando ainda mais a economia.

    Redesconto

    O redesconto pode ser encarado, de certa forma, como o oposto do depósito compulsório. Pois ele se trata de um empréstimo do Bacen aos bancos comercias para quando estes precisam de liquidez.

    Esse empréstimo costuma ter uma taxa muito alta, a chamada taxa de redesconto, como forma de punir os bancos pela falta de liquidez.

    Porém, no caso da política monetária expansiva, as taxas cobradas são reduzidas. Isto estimula os bancos a emprestarem mais recursos e correrem mais riscos.

    Afinal, com uma taxa mais baixa, o banco será menos prejudicado por acessar o redesconto.

    Exemplo do uso de política monetária expansionista

    Um exemplo de política monetária expansiva ocorreu no Brasil de 2016 a 2018.

    Para vencer a recessão e, uma vez com as expectativas de inflação ancoradas, o Banco Central deu início a um agressivo programa de redução da taxa de juros.

    A taxa Selic, taxa básica de juros da economia, saiu de elevados 14,25% em agosto de 2016 para a sua mínima histórica de 6,5% em março de 2018.

    Conclusão sobre a política monetária expansionista

    A política monetária expansionista é um modo válido para ajudar países a vencer crises e recessões. No entanto, é necessário muito cuidado ao manejar os instrumentos de política monetária.

    Uma vez que, se as autoridades exageraram em suas políticas, é possível que ocorra um aumento da inflação e que a economia entre em uma recessão ainda mais profunda.

    Esperamos que nosso artigo tenha esclarecido como funciona a política monetária expansionista e quais são os seus pontos negativos e positivos. Caso tenha restado alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários e compartilhe conosco a sua opinião.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    20 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Jjair 4 de outubro de 2019

      Valeu Tiago
      Obrigado

      Responder
    • susy 17 de outubro de 2019

      Bom dia !

      Pode me explique se a política monetária adotada pelo governo brasileiro atualmente é expansionista ou contracionista.

      E como essa política monetária pode impactar o mercado imobiliário ?

      E a respeito dos indicadores imobiliários nacionais do segundo trimestre de 2019.

      Responder
      • Suno Research 21 de outubro de 2019

        Primeiramente boa tarde Susy, a politica atual tende mais ao lado expansionista. Se essa politica for bem sucedida, a expectativa é de que o aquecimento da economia possibilite que o mercado imobiliário continue se aquecendo por mais um tempo.

        Responder
      • PATRICK DE ALMEIDA COUTO 5 de abril de 2020

        Muito Expansionista. Para abaixar a taxa de juros o BACEN (Banco Central tem que comprar títulos dos bancos comerciais) e com isso joga mais dinheiro na economia. Isso se chama Open Market que é a compra e venda e de títulos. E com esse aumento de monetário no mercado faz com que a taxa de juros diminua.

        Isso afeta em todos os preços da economia e o setor imobiliário também.
        Afetará em contratos e renegociação de juros de financiamento.
        Já em aluguéis vai depender do IGP-M

        Responder
    • ERI 30 de outubro de 2019

      ola boa tarde!
      como essa política monetária expansionista pode impactar o mercado imobiliári?

      Responder
      • Suno Research 30 de outubro de 2019

        O aumento do crédito tende a aquecer a economia e aumentar os preços.

        Responder
        • PATRICK DE ALMEIDA COUTO 5 de abril de 2020

          Nem sempre. Não é o que estamos vivenciando.
          A taxa de juros mundial está negativa e a inflação (aumento geral dos preços) está diminuindo também.

          Responder
    • ALEXEY PEREIRA 20 de dezembro de 2019

      Os swaps cambiais tradicionais do BACEN fazem parte de uma política expansionista ou contracionista?

      Responder
      • PATRICK DE ALMEIDA COUTO 5 de abril de 2020

        O que ele está fazendo na verdade é para conter a alta do dólar.
        Pois assim, não afetará as empresas que importam e revendem aqui no Brasil.
        E o BACEN faz swap cambial para mexer na inflação e não na taxa de juros.

        Politica Monetária tanto para expansionista quanto para contracionista o BACEN utiliza os 3 instrumentos, são eles:

        Redesconto (empréstimo para os bancos comerciais em troca da remunerarção em juros)

        Depósito Compulsório (Parte do que entra nos bancos comerciais é retido ao Banco Central, ex: se tiver um depósito compulsório de 10%. Quando entrar R$100,00 no banco R$ 10,00 fica com o BACEN e R$90,00 fica para o Banco)

        Open Market (Mercado Aberto) – Compra e venda de títulos no mercado. Títulos da Divida Pública (LTN, LFT, NTN-B (Principal, NTN-B, NTN-F).

        Responder
    • Queen Cossa 25 de abril de 2020

      Nas operações de mercado aberto, uma venda de títulos pelo banco central significa uma política monetária expansiva e tem como objectivo baixar a taxa de inflação.

      Responder
      • Renata Aline 15 de maio de 2020

        Segundo o que acabamos de aprender, no OPEN MARKET utilizado como instrumento de uma politica monetaria expansionista teria que COMPRAR titulos , logo inserir recursos na economia ,injetando $ para que os bancos possam conceder + emprestimos, aumentando o poder de compra e estimulando o consumo, logo isso nao conteria a inflacao, a longo prazo causaria um aumento.

        Responder
    • Arthur 27 de abril de 2020

      Como a politica monetária influencia nossa vida cotidiana?

      Responder
      • Suno Research 28 de abril de 2020

        A política monetária afeta desde as taxas de juros até os estímulos para a produção na economia real. Assim, pode interferir no retorno dos seus investimentos, na situação de empregos do país, entre demais questões relacionadas a produção e a demanda na economia.

        Responder
    • jhoicy 22 de junho de 2020

      sabe me explicar se, uma adoção de uma politica econômica aumentando a taxa consultoria dos bancos é uma plitica monetaria ou fiscal? e qual a intenção ou impacto dessa politica ?

      Responder
      • pedro 20 de agosto de 2020

        Se aumentar a compulsória, é pq existe um risco de corrida bancária ou algo semelhante. Talvez o endividamento doméstico. Mas é uma política contracionista. Está retirando moeda do sistema bancário, aumentando a tx. juros e tudo mais. Agora se é monetária ou fiscal eu não sei, eu enxergo como monetária. Mas tenho mto que aprender kk

        Responder
        • pedro 20 de agosto de 2020

          O impacto seria uma menor oferta de $$ pelos bancos, o que resultaria numa maior tx. de juros.

          Responder
    • Ronaldo FeNOMENO 13 de julho de 2020

      Não sou o melhor, nem o pior, sou somente debochado 8)

      Responder
    • Mírcia Mota 23 de julho de 2020

      qual é o impacto que a politica macro económico fiscal expansionista tem na economia!

      Responder
    • pedro 20 de agosto de 2020

      Se o BC vende titulo, logo ele enxuga liquidez. Os títulos, são papéis de dívida pública, se o bc compra esses papéis a nJuros, o bc injeta liquidez no sistema, e ao contrário é a venda. Mas isso não significa que vai ter uma mudança abrupta na inflação, a inflação não está ligada intrinsecamente a taxa básica de juros. Há outros tipos de inflação. Na real essa é a visão “mainstream” da economia, partindo pra uma visão neoclássica, monetarista e tals. Hoje temos uma contrapartida que é a MMT que vai levar em questão a emissão da moeda, a emissão de dívida e outras questões. Mas a real mesmo, o que falta no economista é a falta de senso crítico. Essa porra toda não acontece sem um fim. Pq taxas tão altas no spread ? Pq uma politica tributária regressiva ? Pq uma política monetária PROCÍCLICA ?

      Enfim. A real é que não existe neutralidade axiológica, se essa merda tá assim, é pq alguém (bancos e outros setores de capitalização) tem interesse.

      Responder
    • Nina 13 de setembro de 2020

      Boa tarde,se o governo aumentasse a oferta monetária, qual seria o impacto sobre a taxa de juros?

      Responder