política monetária expansionista
Por: Tiago Reis

Política monetária expansionista: entenda (com exemplos) o que é

Você sabia que a política monetária expansionista pode ser uma forma para superar recessões?

No entanto, é necessário muito cuidado. Pois, se utilizada de forma errada, a política monetária expansionista pode causar inflação.

O que é política monetária?

Política monetária expansionista é o nome que se dá ao conjunto de práticas que têm como objetivo aumentar a liquidez de moeda na economia e reduzir os juros. Portanto, ela tem como meta estimular o consumo e a retomada da economia.

10 livros que todo investidor deveria ler

Como funciona a política monetária expansionista?

A política monetária expansiva se dá através do uso dos instrumentos de política monetária. São 3 os principais instrumentos:

  • Open market;
  • Depósito compulsório;
  • Redesconto.

Open market

Open market se refere ao mercado aberto de títulos. Este é o mercado onde o Banco Central (Bacen) pode comprar ou vender títulos de dívida.

Em uma política monetária expansiva o Bacen busca comprar os títulos do mercado. Pois, ao fazer isto, o Bacen está incorporando os títulos ao seu balanço e inserindo mais moeda na economia.

Por sua vez, esta moeda será utilizada pelas instituições financeiras para conceder crédito e estimular a economia.

Depósito compulsório

O depósito compulsório se trata de uma taxa recolhida pelo Banco Central dos depósitos nos bancos comercias.

Por exemplo, se esta taxa for de 10% isto significa que a cada R$ 100 que você aplique no banco R$ 10 deverão ir para o Bacen.

Ao fazer isto o Banco Central garante uma maior solidez para o sistema financeiro.

Quando busca estimular a economia as autoridades financeiras reduzem a taxa exigida do depósito compulsório. Dessa forma os bancos ficam com mais recursos disponíveis para emprestar.

Ainda, a redução do depósito compulsório possui uma consequência direta no efeito multiplicador da moeda. O tornando mais expressivo e estimulando ainda mais a economia.

Invista como Warren Buffett

Redesconto

O redesconto pode ser encarado, de certa forma, como o oposto do depósito compulsório. Pois ele se trata de um empréstimo do Bacen aos bancos comercias para quando estes precisam de liquidez.

Esse empréstimo costuma ter uma taxa muito alta, a chamada taxa de redesconto, como forma de punir os bancos pela falta de liquidez.

Porém, no caso da política monetária expansiva, as taxas cobradas são reduzidas. Isto estimula os bancos a emprestarem mais recursos e correrem mais riscos.

Afinal, com uma taxa mais baixa, o banco será menos prejudicado por acessar o redesconto.

Exemplo do uso de política monetária expansionista

Um exemplo de política monetária expansiva ocorreu no Brasil de 2016 a 2018.

Para vencer a recessão e, uma vez com as expectativas de inflação ancoradas, o Banco Central deu início a um agressivo programa de redução da taxa de juros.

A taxa Selic, taxa básica de juros da economia, saiu de elevados 14,25% em agosto de 2016 para a sua mínima histórica de 6,5% em março de 2018.

E-book Comece a Investir na Bolsa

Conclusão sobre a política monetária expansionista

A política monetária expansionista é um modo válido para ajudar países a vencer crises e recessões. No entanto, é necessário muito cuidado ao manejar os instrumentos de política monetária.

Uma vez que, se as autoridades exageraram em suas políticas, é possível que ocorra um aumento da inflação e que a economia entre em uma recessão ainda mais profunda.

Esperamos que nosso artigo tenha esclarecido como funciona a política monetária expansionista e quais são os seus pontos negativos e positivos. Caso tenha restado alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários e compartilhe conosco a sua opinião.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

6 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jjair 4 de outubro de 2019

    Valeu Tiago
    Obrigado

    Responder
  • susy 17 de outubro de 2019

    Bom dia !

    Pode me explique se a política monetária adotada pelo governo brasileiro atualmente é expansionista ou contracionista.

    E como essa política monetária pode impactar o mercado imobiliário ?

    E a respeito dos indicadores imobiliários nacionais do segundo trimestre de 2019.

    Responder
    • Suno Research 21 de outubro de 2019

      Primeiramente boa tarde Susy, a politica atual tende mais ao lado expansionista. Se essa politica for bem sucedida, a expectativa é de que o aquecimento da economia possibilite que o mercado imobiliário continue se aquecendo por mais um tempo.

      Responder
  • ERI 30 de outubro de 2019

    ola boa tarde!
    como essa política monetária expansionista pode impactar o mercado imobiliári?

    Responder
    • Suno Research 30 de outubro de 2019

      O aumento do crédito tende a aquecer a economia e aumentar os preços.

      Responder
  • ALEXEY PEREIRA 20 de dezembro de 2019

    Os swaps cambiais tradicionais do BACEN fazem parte de uma política expansionista ou contracionista?

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

209 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Aprenda os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

CORONAVÍRUS, PETRÓLEO, ECONOMIA E INVESTIMENTOS. VOCÊ JÁ SABE O QUE FAZER?​