Acesso Rápido

    Plano Verão: o que foi e por qual motivo ele falhou?

    Plano Verão: o que foi e por qual motivo ele falhou?

    A década de 80 foi marcada por diversos planos para tentar corrigir o descontrole da inflação da economia brasileira, sendo o Plano Verão o último deles.

    Por isso, é relevante entender o que foi o Plano Verão, assim como os principais motivos das medidas implementadas não terem alcançado o êxito esperado pelo governo.

    O que foi o Plano Verão?

    O Plano Verão foi o quarto e último plano econômico de controle inflacionário e estabilização econômica adotado pelo governo Sarney.

    Anteriormente ao Plano Verão, outros 3 planos econômicos foram lançados e abandonados por falharem. Entre eles, estão:

    • Plano Cruzado I;
    • Plano Cruzado II;
    • Plano Bresser.

    É importante ressaltar que um novo Ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, foi eleito para a elaboração do último plano econômico.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Qual era o objetivo do Verão?

    Assim como a tentativa antecessora, o Plano Bresser, o grande objetivo do Plano Verão de 1989 era a estabilização da inflação.

    No entanto, o novo plano tinha algumas grandes diferenças em relação aos planos antecessores, inclusive se comparado ao Plano Cruzado.

    Uma das principais e mais marcantes diferenças foi a modificação do rendimento da caderneta de poupança, que era a mais popular aplicação de renda fixa na época.

    Além da mudança da correção da poupança, migrando do IPC (Índice de Preço ao Consumidor) para as LFTs (Letras Financeiras do Tesouro, atual Tesouro Selic), outras medidas formam implementadas, como:

    • Novo congelamento de preços por tempo indeterminado;
    • Aumento dos juros;
    • Controle de gastos públicos;
    • Extinção da URP (Unidade de Referência de Preços);
    • Introdução de nova moeda, o Cruzado Novo.

    Por que o Plano Verão falhou?

    O Plano Verão, assim como os demais planos econômicos dos anos 80, falhou já que grande objetivo do plano era a reduzir a taxa de inflação mensal para valores próximos a 10%, o que não chegou a ser alcançado.

    O grande problema é que, ao não conseguir trazer a inflação e estabilizá-la em um nível aceitável, o desenvolvimento econômico do Brasil foi comprometido por uma década inteira.

    Além disso, muitas pessoas foram fortemente afetadas pelas mudanças realizadas na correção da caderneta de poupança.

    Graças à alteração implementada pelo plano, investidores que possuíam saldo na caderneta de poupança com aniversário entre 1 a 15 de janeiro de 89 registraram perdas no seu patrimônio investido. Por conta do mau planejamento e transparência do Plano, vários investidores se sentiram injustiçados, o que levou ao governo a liberar uma indenização aos prejudicados.

    Por isso, é importante entender como saber se tinha poupança no plano verão, para que o individuo possa recorrer se este for o seu direito.

    O Plano Verão foi sucedido pelos planos econômicos do governo de Collor, que também não atingiram grande êxito no controle inflacionário do Brasil, que só foi devidamente ajustado após a implementação do Plano Real.

    Esse artigo te ajudou a entender o que foi o Plano Verão? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *