Acesso Rápido

    OPEP: entenda o papel dessa organização dentro do comercio mundial

    OPEP: entenda o papel dessa organização dentro do comercio mundial

    Dentro do mercado internacional, muito se fala da OPEP e a sua influencia sob a grande maioria dos países importadores de petróleo.

    A OPEP, ou Organização dos Países Exportadores de Petróleo, é um grupo constituído por 12 das principais nações exportadoras de petróleo do mundo.

    A OPEP foi fundada em 1960 com o objetivo de coordenar as políticas petrolíferas de seus membros e fornecer ajuda técnica e econômica aos países formadores do grupo.

    Além disso, a organização foi criada por uma série de outros motivos, são eles:

    • Definir uma política petrolífera comum a todos os países membros;
    • Controlar preços de venda de petróleo;
    • Analisar e gerar conhecimentos para os países membros;
    • Controlar o volume de produção dessa matéria prima no mercado mundial.

    A partir dos pontos citados podemos facilmente perceber que essa organização é um cartel que visa administrar o suprimento de petróleo em todo o mercado internacional.

    Desse modo, o principal objetivo dos países-membros do grupo é evitar flutuações que possam afetar as economias dos países produtores e compradores.

    Mais detalhes sobre as regras da OPEP

    OPEP
    Mais detalhes sobre as regras da OPEP

    De acordo com o estatuto da OPEP, a adesão a esse grupo está aberta a qualquer país que seja um exportador substancial de petróleo e que, obviamente, aceite os ideais dessa organização.

    Ao todo, a OPEP atualmente é composta por 9 países-membros, são eles: Qatar, Indonésia, Líbia, Emirados Árabes Unidos, Argélia, Nigéria, Equador, Gabão e Angola.

    Essa organização é marcada pelo discurso ideológico de procurar garantir preços justos a todos os produtores e consumidores de petróleo envolvidos com o grupo.

    No entanto, é amplamente sabido que o real interesse da organização é manter um cartel de mercado detentor de aproximadamente 75% das reservas mundiais da matéria-prima no planeta, controlando assim, a produção e o preço desse produto em escala mundial.

    A sede dessa organização fica localizada em Viena, na Áustria, onde o Secretariado da OPEP, órgão executivo, realiza os negócios do dia-a-dia do grupo.

    Políticas da OPEP

    OPEP
    Políticas da OPEP

    Como muitos sabem, a influencia dessa organização no mercado tem sido amplamente criticada. Como os países membros detêm a maior parte das reservas internacionais de petróleo, eles obviamente tentarão impor retornos superiores em comparação aos demais países que não são membros desse grupo.

    Desse modo, agindo como um cartel, os membros da OPEP possuem um forte incentivo para praticar os preços mais elevados possíveis, dado o seu posicionamento de dominância de mercado.

    No entanto, dado a criação de novas tecnologias, como o fracking nos EUA, a influencia desse grupo nos preços mundiais de petróleo tem diminuído bastante.

    Como resultado desse efeito, a produção mundial de petróleo tem aumentado bastante nos últimos anos, donde por um período de tempo os preços desse produto se mantiveram em patamares baixos, fato que deixou o cartel de países exportadores de petróleo em situação delicada.

    Desse modo, numa tentativa de pressionar o mercado, a OPEP decidiu manter elevados os níveis de produção dessa matéria-prima, de modo que através do excesso de oferta e baixos preços, eles tentariam empurrar para fora do mercado os produtores que possuem custos elevados.

    Portanto, através do que foi exposto, podemos ver que, apesar de sua persistente relevância, a OPEP é um grupo que ao longo dos últimos anos vem perdendo espaço gradativamente dentro do mercado de exportação de petróleo mundial.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *