Acesso Rápido

    Oligopsônio: conheça essa estrutura de mercado

    Oligopsônio: conheça essa estrutura de mercado

    Vemos no nosso dia a dia que diversos setores possuem um pequeno número de empresas. Isso indica que elas podem estar em uma estrutura de mercado de oligopólio e ou oligopsônio.

    Menos discutido no noticiário e no senso comum, o oligopsônio é muito estudado em estruturas de microeconomia.

    O oligopsônio é a estrutura de mercado onde há poucos compradores de um determinado bem ou serviço para muitos vendedores. Dessa forma, o oligopsônio possui poder de mercado para influir nos preços praticados nesse negócio para baixo.

    Outra característica dessa estrutura é que os produtos são homogêneos, ou seja, não possuem diferenciação. Ou são altamente substituíveis.

    Essa estrutura de mercado é o oposto do oligopólio, em que também há poucos players no setor. No entanto, se caracteriza por poucos vendedores para muitos compradores em um mercado.

    Por conseguinte, ambas as formas de mercado são opostas a concorrência perfeita, em que há muitos vendedores e muitos compradores para um determinado bem ou serviço.

    De modo que o preço praticado é dado pelo mercado pelo equilíbrio de oferta e demanda de forma eficiente. Situação denominada pelos economistas como ótimo de pareto.

    Já no oligopsônio, os compradores forçam o preço para baixo do equilíbrio de mercado em seu benefício.

    Exemplos de oligopsônios

    Um exemplo clássico de oligopsônio são os supermercados. Em geral, poucas grandes redes dominam o mercado de uma cidade. Por outro lado, os produtores alimentos da região costumam ser vários.

    Como resultado, os produtores de alimentos competem entre si para vender para esses supermercados, resultando em preços mais baixos.

    Em geral, produtores rurais se encontram em situação de oligopsônio. Já que são pequenos produtores de commodities e vendem para grandes empresas.

    Outro exemplo no Brasil é o mercado de carnes, em que nos últimos anos houve uma grande concentração dos frigoríficos. Obrigando os produtores de gado bovino a competirem entre si pelo mercado.

    Consequências do oligopsônio

    Oligopsonio

    Assim como o oligopólio, a estrutura de mercado do oligopsônio possui uma característica única de formação de preço e de produção.

    Em mercados competitivos o preço e a demanda são determinados pelo mercado. As empresas não se preocupam com os concorrentes.

    Já no mercado oligopolista as empresas determinam a quantidade e o preço, pelo menos em parte, devido as ações de seus concorrentes.

    Por isso, os economistas dizem que esse mercado não possui um equilíbrio de oferta e demanda e sim o equilíbrio de Nash.

    O equilíbrio de Nash é o conjunto de estratégias ou ações em que cada empresa faz o melhor que pode em função do que suas concorrentes estão fazendo.

    Nesse cenário, o lucro resultante das empresas é maior do que se estivessem em um mercado competitivo. Porém, esse é um equilíbrio não cooperativo.

    Caso as empresas formem um cartel, ou seja, concordem e agir em conjunto, elas podem deixar de competir e obter maiores lucros.

    No entanto, segundo a teoria dos jogos, esse tipo de relação pode ser complicada, já que uma das empresas pode vir a trair o acordo.

    Por fim, o oligopsônio é a estrutura de mercado em que há poucos compradores para muitos vendedores, dando poder de mercado aos compradores.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *