Acesso Rápido

    O maior investidor que você nunca ouviu falar

    O maior investidor que você nunca ouviu falar

    Dia 6 de abril, estaremos realizando um evento aqui em São Paulo. As vendas dos últimos lotes estão sendo encerradas nos próximos dias, para adquirir clique aqui. Eu serei um dos palestrantes.

    Ontem me enviaram um excelente artigo da Forbes America, com o título “O maior investidor que você nunca ouviu falar”.

    E de fato eu nunca havia ouvido falar do investidor descrito na matéria: Herbert Wertheim.

    Segundo a matéria este investidor juntou mais de $2 bilhões de dólares de ações de empresas como Google e Apple, ao longo de sua jornada.

    O artigo vale a leitura por inteiro, mas resolvi pegar alguns pontos e fazer a tradução livre.

    Estes pontos têm muito a ver com princípios de investimento que eu acredito e transmito na Suno. Eu destaquei 5 pontos importantes:

    1. “Sua fortuna não vem de uma habilidade empresarial brilhante ou devoção a sua carreira, mas de um período longo de investimentos prudentes por conta própria através de uma filosofia de buy and hold.”
    2. “Se existe uma temática comum nos investimentos de Wertheim, é a sua preferência por indústria e empresas de tecnologias e pagadoras de dividendos.”
    3. “Seu sucesso financeiro é um testemunho do poder dos juros compostos”
    4. “Com a geração de caixa que mandava para sua corretora, ele comprava ações misturando um pouco da estratégia de Warren Buffet e Peter Lynch, com um toque de John Bogle, dado o seu desgosto em pagar taxas às corretoras.”
    5. “Meu objetivo é nunca vender e eu deixo os papéis valorizarem o máximo possível e usar os dividendos para seguir em frente.”

    Estes princípios vão muito ao encontro com aquilo que acredito: uma filosofia de investimentos focada em empresas geradoras de caixa e pagando o mínimo de tarifas para as instituições financeiras.

    Se você ainda não leu, te convido a ler meu livro Guia Suno Dividendos. Nele explico conceitos muito parecidos com os utilizados pelo investidor descrito na reportagem.

    Se você ainda não está me seguindo no meu canal pessoal do YouTube, também te convido a clicar aqui e se inscrever. Ontem eu expliquei por que eu não invisto em COE (Certificado de Operações Estruturadas).

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    4 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Willian 17 de dezembro de 2019

      Show de bola, obediência ao tempo, disciplina e consistência. Tiago, obrigado por trazer cada vez mais conhecimento.

      Responder
      • Suno Research 17 de dezembro de 2019

        Isso mesmo! Sucesso nos investimentos!

        Responder
    • Rannyel Abreu 24 de abril de 2020

      Excelente artigo. Obrigado pelas dicas.

      Só uma observação. No fim do texto: “Estes princípios vão muito de encontro com aquilo que acredito”.

      O correto seria “ao encontro” para expor um significado de harmonia com o que pensa.

      Responder
      • Suno Research 24 de abril de 2020

        Olá, Rannyel
        Obrigado pelo observação, o texto será corrigido.
        Abraços!

        Responder