Hoje eu gostaria de abordar sobre uma questão importantíssima, e que infelizmente, afeta o futuro financeiro de muitas pessoas e impede que muitos comecem a investir.

Existe um mito criado em relação à bolsa que me deixa bastante triste e eu vejo claramente que serve como um enorme desincentivo a muitas pessoas que pensam em começar a investir e estruturar uma carteira previdenciária de longo prazo, que é o de acreditar que para investir na bolsa, é necessário ser rico ou que não é viável e nem compensa investir pouco dinheiro.

Sabemos que em um país com elevado desemprego, e onde a renda média da população infelizmente é baixa, economizar quantias consideráveis no final do mês pode ser realmente inviável, e para a grande maioria, só é possível (e com muito esforço), economizar uma pequena parte dos seus ganhos, e pequenos valores.

Dessa forma, a grande maioria das pessoas, infelizmente, por ter pouco dinheiro sobrando ao final do mês, pensa que a bolsa de valores e o hábito de investir com regularidade todos os meses simplesmente não serve para elas, afinal, imaginam que de nada servirá economizar pequenas quantias pois afirmam que investindo pouco, nunca conseguirão atingir seus objetivos no longo prazo.

Pensam que, se for para investir pouco, o melhor é gastar tudo mesmo, afinal, ao menos estarão “aproveitando” os prazeres proporcionados pelo dinheiro, e não “perdem tempo” economizando pouco.

Assim, os anos passam, e a vida dessas pessoas obviamente também passa, e o final dessa triste história já sabemos: Mais aposentados dependendo unicamente do INSS (ou da ajuda de terceiros) no futuro, provavelmente ganhando muito pouco e passando aperto em um momento da vida onde mais se faz necessário ter conforto e tranquilidade.

Todos deveriam ter em mente que na bolsa, tendo disciplina, paciência e foco, junto do reinvestimento de dividendos e boas escolhas de investimentos, o que é pouco hoje, se torna muito no futuro.

E não, não existe a necessidade de se “abrir mão de tudo” para isso, abdicando do seu presente e das coisas que você gosta, do seu lazer, etc. Não há necessidade de ser extremista nas economias.

Economizando pouco, mesmo que seja 10% do seu salário, principalmente no início, já é ótimo e o primeiro passo de hoje, mesmo que pareça irrelevante, sem dúvidas, pode fazer toda a diferença no futuro.

Além disso, com o passar do tempo, o hábito de poupar e economizar vai se enraizando no investidor e à medida que ele prospere em sua profissão, conseguindo obter ganhos maiores, e fique mais focado em seus objetivos, poderá também economizar mais, acelerando sua jornada rumo à independência financeira.

Há ainda outro aspecto muito importante, que é a aprendizagem que aquele investidor vai adquirir ao longo dessa trajetória, onde ele naturalmente, por mais que invista pouco e tenha pouco investido, vai aprendendo como se comportar de forma correta na bolsa, aprendendo a aproveitar os momentos de queda para comprar mais, e deixando as emoções de lado, além de aprender sobre as empresas, setores, ter o hábito de ler releases e balanços, etc.

Muitos grandes investidores que hoje colhem generosos frutos (dividendos, rendimentos de fiis, etc), só o fazem pois um dia plantaram e tiveram a disposição de investir, ainda que pouco, no início.

Por isso, não deixe para investir só quando “ganhar bem” ou “quando ter bastante dinheiro sobrando”. Simplesmente comece.

O aprendizado, o hábito e a experiência que um pequeno ou micro investidor pode adquirir ao longo dos anos no mercado, ainda que investindo R$ 200,00 ou R$ 300,00 por mês no início, simplesmente não está disponível em nenhuma faculdade ou curso, e é algo que o trará recompensas pelo resto de sua vida.

Compartilhe a sua opinião
Suno Research

Suno Research

A Suno Research é uma casa de analise independente focada em ajudar o pequeno e médio investidor individual a ter sucesso com estratégias de longo prazo focadas em valor.