Por: Tiago Reis

MOIC: entenda como analisar o Múltiplo de Capital Investido

O MOIC é uma importante ferramenta para análise de investimentos, que surgiu de uma necessidade primordial. Considerando que não existe como prever o futuro e determinar o valor de uma moeda, pode-se utilizar métricas para orientar melhor os investidores em suas análises. Principalmente quando analisamos os efeitos que a inflação poderá causar na moeda.

Por isso, é importante determinar o valor do nosso dinheiro no futuro. Portanto, o MOIC é uma ferramenta que oferece uma formula para analisar o potencial dos nossos rendimentos.

O que é MOIC?

O MOIC é sigla para Múltiplo do Capital Investido (em inglês Multiple of Invested Capital). A fórmula do múltiplo do capital investido é uma métrica aplicada para análise de investimentos. Ela consegue comparar o valor total que será investido e o valor total no momento do resgate.

Ou seja, simbolicamente, esse múltiplo gerado através da métrica do MOIC representa o sucesso do investimento no mercado.

Através dessa análise de retorno, podemos transformar o múltiplo em percentual. Portanto, além do próprio cálculo do MOIC, é importante avaliar a partir de qual percentual o investimento seria bom ou ruim.

Valuation e precificação de ativos

Como calcular MOIC?

O MOIC é igual o valor total de retorno, dividido pelo valor total investido, que será igual ao múltiplo do capital investido.

Logo, para calcular o indicador, é utilizada a fórmula abaixo:

  • MOIC = Valor Total do Retorno/Valor Total Investido

Para demonstrar como o MOIC é calculado, suponha que você tenha investido R$ 100.000 e recebido R$ 130.000 no resgaste.

Logo:

  • MOIC = 130.000/100.000 = 1,3

O resultado final é 1,3 vezes o capital inicial. Através da análise de viabilidade desse investimento, podemos transformar 1,3x do múltiplo em porcentagem. Nesse caso o cálculo do MOIC ofereceu a margem de 30%.

É importante dizer que o múltiplo do capital investido não considera taxas de administração, juros implementados, despesas e divisão pela acumulação dos investimentos.

Ou seja, o múltiplo é somente uma representação do valor que seria justo no retorno do seu capital. Sendo assim os analistas e investidores consideram a fórmula do MOIC como um indicador de risco/retorno.

Também existe uma falha no uso da análise de retorno, que iremos apresentar no próximo tópico.

Contabilidade para Investidores

Como utilizar o Múltiplo do Capital Investido?

A interpretação do múltiplo do capital investido depende do fator temporal, que é principal falha a ser explorada.

Lembre-se do nosso exemplo hipotético: calculamos uma margem de 30 %, se um gestor prometer um rendimento de 30 % daqui 1 mês seria ótimo. Mas se prometer um rendimento de 30% daqui há 10 anos, seria ruim.

Veja como o tempo não é calculado, mas é um fator primordial dentro do cenário de investimentos.

Então é importante que a análise do múltiplo seja combinada com uma métrica melhor, que considere o tempo de retorno. Ela já existe e chamamos de TIR (Taxa Interna de Retorno). O TIR garante uma visão mais precisa do capital resgatado e garante a análise mais certeira sobre o rendimento do seu dinheiro.

Agora que entendeu o MOIC e como ele te ajudará a não perder dinheiro futuramente em um investimento, conte-nos para nós quais são as suas métricas de investimento preferidas nos comentários abaixo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

51 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

Série Guia Suno

3 Livros pelo preço de 1

Aprenda tudo que você precisa saber para começar a investir com a série didática de livros Guia Suno