modelos econômicos
Por: Tiago Reis

Modelos econômicos: entenda o que são e como eles funcionam

Você já observou alguns dos modelos econômicos existentes?

Os modelos econômicos são muito utilizados pelos economistas para explicar as interações entre as pessoas e as empresas no mercado.

O que são modelos econômicos?

Modelos econômicos são simplificações das interações entre os agentes econômicos da vida real. Através dessas simplificações, é possível ter uma melhor compreensão de que como as pessoas interagem na economia, e qual o equilíbrio de longo prazo para qual um mercado caminha.

É importante ressaltar que os modelos econômicos são simplificações, assim, podem não retratar fielmente a realidade.

No entanto, mesmo os modelos mais simples ajudam os economistas a chegarem a conclusões que impactam os negócios na vida real.

Guia de Economia para Investidores

Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

Modelo econômico da Oferta e Demanda

Provavelmente o modelo econômico mais conhecido é o modelo da oferta e demanda.

Este é um modelo bastante intuitivo na cabeça da maioria das pessoas. Porém, os economistas gostam de introduzi-lo de maneira mais formal.

Neste modelo há três elementos principais. São eles:

  • Curva de oferta;
  • Curva de demanda;
  • Preço de equilíbrio.oferta e demandaModelo de oferta e demanda

A curva de demanda está em vermelho na imagem acima e é negativamente inclinada. Isto deriva do fato que, conforme o preço se reduz, as pessoas tendem a comprar maiores quantidades de um mesmo bem.

Imagine, por exemplo, que você foi ao mercado comprar um determinado produto. Caso o preço deste produto esteja muito barato você pode aproveitar para comprar maiores quantidades. Assim, quanto menor o preço, maior a quantidade.

Já a curva de oferta é positivamente inclinada. Isto deriva do fato de que, conforme o preço do bem aumenta, se torna mais atrativo para os vendedores oferecerem esses produtos.

Assim, quanto maior o preço, maior será a quantidade ofertada.

O preço de equilíbrio do mercado se dá quando a curva de oferta cruza a curva de demanda. Neste preço de equilíbrio a quantidade ofertada é exatamente igual à quantidade demandada.

Observe que, se o preço fosse maior que o preço de equilíbrio este mercado teria um excesso de oferta. Ou seja, muitos vendedores não encontrariam compradores. Assim, para conseguir vender, os produtores tendem a baixar o preço até o preço de equilíbrio do mercado.

Da mesma forma, se o preço fosse estivesse abaixo do preço de equilíbrio de mercado, este mercado estaria com excesso de demanda. Assim, os produtores poderiam aumentar o preço até o preço de equilíbrio.

Modelo econômico da elasticidade

elasticidade preço da demanda
Fórmula da elasticidade-preço da demanda

Outro modelo econômico muito importante é o da elasticidade-preço da demanda.

A elasticidade-preço da demanda mede quanto a quantidade demandada varia frente a uma variação no preço.

Este modelo é muito importante para a escolha dos preços a serem cobrados pelos produtos.

No modelo da oferta e demanda foi visto que para um aumento de preço da quantidade demanda se reduz.

A elasticidade busca exatamente quantificar esta redução para definir se vale a pena para o produtor aumentar ou reduzir o seu preço.

Produtos elásticos são aqueles que possuem elasticidade maior que -1. Ou seja, para um aumento de 1% no preço a quantidade demanda cai em mais de 1%, isto causa, portanto, uma redução da receita do produtor.

Neste caso, o ideal é que o preço não seja aumentado, mas sim reduzido. Pois a redução no preço causará um aumento proporcionalmente maior na demanda.

Já para elasticidade, entre 0 e -1 se diz que o produto é inelástico. Neste caso o ideal para o produtor é aumentar o seu preço, pois a redução na demanda será inferior ao aumento do preço.

Ao determinar a precificação ideal dos produtos, a elasticidade-preço da demanda se tornou um dos principais modelos econômicos utilizados no mercado.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

56 artigos
FIIs
accounting (1)

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Aprenda os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!