Acesso Rápido

    Minimalismo: conheça o estilo de vida em que ter menos é mais

    Minimalismo: conheça o estilo de vida em que ter menos é mais

    Viver apenas com o essencial. É isso que prega o minimalismo, um estilo de vida que vem ganhando cada vez mais adeptos nos últimos anos.

    Concebido para ser uma resposta ao consumismo desenfreado, o minimalismo prega que os bens materiais têm pouca ou nenhuma relevância para uma vida saudável, feliz e bem-sucedida. Ser minimalista é praticar a arte de viver com menos – e isso traz impactos para a educação financeira.

    O que é o minimalismo?

    O minimalismo é um conceito que surgiu em movimentos artísticos do século 20, mas migrou para o campo social e ganhou notoriedade recentemente, quando ficou caracterizado como um estilo de vida de desapego material, em que menos é mais

    Nessa forma de compreender a vida, o desperdício e a ostentação são os inimigos. O minimalismo não prega o fim do capitalismo, e sim o fim de hábitos consumistas típicos de um capitalismo selvagem.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    A maior referência da atualidade sobre o assunto é o documentário Minimalism: A Documentary About the Important Things, disponível na Netflix. 

    Esse documentário mostra os bastidores da vida de quem vive apenas com o essencial.

    De acordo com o documentário, grande objetivo do minimalismo é tornar as pessoas mais importantes do que aquilo que elas possuem – como roupas, objetos pessoais, carros e imóveis. 

    Dessa maneira, quem prega o minimalismo consegue viver com menos.

    Mais do que os bens materiais, o minimalismo acaba impactando a vida dos minimalistas de outras maneiras.

    Do ponto de vista financeiro, há apenas os gastos essenciaisnada de gastos supérfluos. Do ponto de vista dos relacionamentos, ficam somente aqueles que realmente fazem sentido. O mesmo ocorre com compromissos e eventos. Em todas as esferas, a vida se torna mais simples e mais significativa. 

    As características do estilo de vida minimalista

    Na prática, as características do estilo de vida minimalista retornam sempre para a mesma pergunta: “se algo não é útil, não agrega valor ou não é utilizado, por que ele está na sua vida?”

    A lógica por trás dessa pergunta é o conceito de menos é mais

    Isso porque, quanto menos bens materiais o minimalista tem, mais tempo sobra, mais espaço ele possui e mais experiências ele vive. 

    Se a felicidade não está nas coisas, é preciso buscá-la em outro lugar. E é aí que, para o minimalista, a mágica acontece.

    Apesar do guarda roupa lotado, as roupas se repetem no dia a dia. Ao mesmo tempo, a comida acumula na geladeira, mas logo precisa ser jogada no lixo. São esses tipos de gargalos relacionados ao consumismo e à vida em abundância que o minimalismo combate. 

    A seguir, entenda algumas das principais características do estilo de vida minimalista

    • Apenas as roupas essenciais no guarda roupa, em torno de 30 peças
    • Apenas móveis estritamente necessários e que são utilizados diariamente dentro de casa
    • Todas as superfícies livres, sem objetos de decoração ou itens pessoais
    • Redução das assinaturas e dos itens do cartão de crédito, mantendo apenas aquilo que é vital
    • Redução do estoque de comida dentro de casa, seja na geladeira ou na despensa
    • Menos redes sociais, grupos e contatos
    • Menos compromissos, eventos e obrigações sociais

    Essas reduções não são arbitrárias. Elas precisam fazer sentido para o minimalista, e devem resultar naquilo que realmente significa algo para o minimalista. Tudo aquilo que não tem significado deve ser abandonado, ignorado, doado ou vendido.

    Se você não se considera consumista, mas quer ter controle sobre as finanças pessoais, baixe a Planilha Suno de controle de gastos

    Benefícios do minimalismo

    Para os minimalistas, a prática do minimalismo dá origem a uma vida com mais significado.

    Sem a dependência do consumismo irrefreado, há mais espaço e mais tempo para viver e buscar a felicidade.

    A seguir, reunimos alguns dos principais benefícios dos minimalismo, segundo aqueles que adotam esse estilo de vida.

    • Mais tempo: com menos coisas ocupando a atenção, sobra tempo livre
    • Mais espaço: o que antes parecia apertado agora é espaçoso, porque há apenas o essencial
    • Espaço na agenda: a mesma lógica dos espaços físicos vale para os compromissos
    • Muito mais liberdade: quem possui menos coisas depende de menos coisas. Dessa forma, há mais liberdade para mudar, criar, transformar e viver

    Seja para quem busca mais felicidade ou avalia que está consumindo demais, o minimalismo surge como uma opção, mas a transição não é simples: exige dedicação e disciplina financeira.

    Foi possível saber mais sobre minimalismo? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *