Acesso Rápido

    Método bola de neve: conheça essa estratégia para quitar dívidas

    Método bola de neve: conheça essa estratégia para quitar dívidas

    O método bola de neve é uma maneira de ajudar os devedores a organizar as suas dívidas, de modo que consigam quitá-las e melhorem a sua educação financeira.

    Entretanto, para que o método bola de neve gere resultados, é preciso planejamento e disciplina por parte do devedor.

    O que é o método bola de neve?

    O método bola de neve é uma maneira de controlar, e até mesmo colocar fim, em todas dívidas que, por alguma razão vieram se avolumando.

    Planilha de Controle de Gastos

    Não perca o controle das suas finanças! Baixe nossa planilha gratuita de controle de gastos e organize melhor toda a sua vida financeira!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    A estratégia busca reverter o “efeito bola de neve” muito comum nos casos de superendividamento. Também conhecido como método avalanche ou debt avalanche, ele é composto por dois objetivos básicos:

    1. Planejar o pagamento das dívidas;
    2. Manter o devedor nos trilhos até a quitação total das obrigações.

    É importante entender que esse método para quitar dívidas só terá uma total eficácia se for realmente seguido à risca. Sendo assim, ele exige uma grande disciplina e força de vontade por parte do devedor.

    É fundamental ter em mente que, se nada for feito, a bola de neve de dívidas somente irá crescer. E, nesse sentido, atingirá um volume onde não mais será capaz de ser quitada, acarretando diversos problemas judiciais.

    Como funciona esse método?

    Vamos agora, explicar como funciona o método bola de neve. De modo geral, o ele consiste em desmontar a “bola de neve” decorrente do acúmulo de dívidas. Isso é feito fragmentando-a, ou seja, desmontando-a em pequenos pedaços.

    O primeiro passo é identificar todas as  dívidas e colocá-las em uma planilha. Depois, passar a ordená-las, do menor valor até o maior. É preciso criar também um campo com a taxa de juros de cada dívida.

    É importante, nesse passo, conseguir identificar quais são as dívidas com juros altos. Pois, são elas que primeiramente serão atacadas. Em outras palavras, elas serão a prioridade de pagamento.

    O segundo passo é levantar toda a receita mensal. Se a pessoa possui somente possui uma fonte de renda, fica mais fácil de fazer esse levantamento. Caso contrário, é importante relacionar todos seus ganhos durante o mês. Nele, é importante não esquecer de subtrair também as despesas fixas como aluguel, energia, telefone entre outras.

    Está querendo melhorar o controle do orçamento familiar? Baixe a planilha de orçamento familiar da Suno.

    O terceiro passo é começar a negociação com os credores. Essa etapa é realmente desgastante. Isso porque o objetivo ideal nela é diminuir a taxa de juros e prolongar o prazo de pagamento da dívida.

    No momento da negociação, é fundamental despender esforços nas dívidas com juros maiores. Sendo assim, as dívidas com juros baixos, somente serão negociadas depois de pagas as dívidas com juros mais altos.

    A importância do fluxo de caixa

    Após buscar a negociação para o pagamento de dívidas é importante garantir que  será possível realmente quitá-las. Para isso, a soma de todas as parcelas deverá caber dentro do orçamento familiar.

    É essencial criar um fluxo de caixa, onde serão lançadas todas as entradas e saídas de recursos. Feito isso é preciso então, manter mensalmente disciplina para quitar dívidas. Evitando, dessa maneira, criar novas dívidas. Todavia, é bastante gratificante ver as dívidas que antes estavam se acumulando sendo quitadas.

    Essa é, portanto, uma boa estratégia para sair do vermelho e entrar no azul. Contudo, caso a pessoa não acredite ser capaz de realizá-la sozinha, pode procurar o auxílio de um consultor ou planejador financeiro.

    Foi possível conhecer o método bola de neve para quitação de dívidas? Deixe suas dúvidas nos comentários a seguir.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Mateus 6 de abril de 2020

      Excelente conteúdo. Bem claro e simples.

      Responder