mercado fracionário

O mercado fracionário é o ambiente ideal para o investidor que esta iniciando no mercado de ações.

Muitas pessoas, no entanto, tem dúvida sobre do que se trata o mercado fracionário.

O mercado fracionário é o mercado no qual as ações podem ser negociadas sem lote mínimo. No mercado comum de ações, os ativos são negociados em lotes de 100. Ou seja, são sempre negociadas 100, 200, 300 ou mais ações e assim por diante. No entanto, no mercado fracionário, o investidor pode, por exemplo, comprar 10, 12, 15 ações, ou quantas o desejar.

Assim, o mercado fracionário se torna o ambiente ideal para o investidor que esta iniciando no mercado de ações.

Mercado fracionário como iniciação nos investimentos

início no mercado fracionárioComo foi dito, no mercado comum, as ações são negociados em lotes de 100.

Portanto, para ações que custam R$ 30 cada, o lote mínimo é R$ 3 mil. Para ações que custam R$ 40, o lote mínimo se torna R$ 4 mil, e assim por diante.

Desta forma, por estes valores mínimos que podem ser considerados elevados para algumas pessoas, isto acaba por inviabilizar o investimento em ações.

Ainda mais levando em conta que, para se ter uma carteira de investimentos diversificada, é necessário investir em diferentes ações.

O mercado fracionário, ao retirar o valor mínimo para investir em ações, democratizou o acesso ao investimento em renda variável, e permitiu a muitas pessoas a oportunidade de investir em ações.

Ao investir em ações pequenos valores fazem grande diferença

Muitas pessoas possuem a falsa impressão que só ricos ou empresários de sucesso podem ter sucesso ao investir na bolsa de valores.

Esta é uma crença falsa. Inclusive, um dos maiores investidores da bolsa de valores brasileira, nunca foi um empresário de sucesso.

Luiz Barsi, um dos maiores investidores do Brasil, vem de origem humilde, e começou a investir em ações com poucos recursos.

No vídeo abaixo, Barsi explica porque não é preciso ser rico para ter sucesso na bolsa de valores.

Vídeo Luiz Barsi

Ao investir em ações, mesmo pequenos valores, no longo prazo, podem propiciar um resultado expressivo.

O Ibovespa, índice mais comum da bolsa de valores, apresenta uma rentabilidade real média de 7% ao ano.

Observe que esta é uma rentabilidade real, ou seja, líquida de inflação.

Na Suno Research, acreditamos que é possível superar o mercado no longo prazo com investimento em ações de valor.

Suponha, por exemplo, que um investidor não possuam nenhum capital inicial para investir e uma capacidade de poupança mensal de R$ 500.

Por isso, para efeito didático desta simulação, irá se considerar uma rentabilidade média de 9% ao ano, ou 0,75% ao mês.

O investidor que aplicar, durante 40 anos, R$ 500 todo mês, com esta taxa, irá acumular no final do período um total de 2,34 milhões.

Portanto, um quantia bastante expressiva a partir de um valor mensal de apenas R$ 500.

R$ 500 é um valor inviável para comprar o lote comum da maioria das ações negociadas na bolsa de valores.

No entanto, com esta quantia, é possível comprar ativos no mercado fracionário, e até montar uma carteira diversificada de ações.

Para adquirir ações neste mercado, basta acrescentar a letrar “F” ao fim das letras do ticker.

Por exemplo, ITUB4 representam as ações do banco Itaú. Portanto, ITUB4F representam as ações fracionárias do banco.

Alguns dos tickers de ações fracionárias são:

  • BBDC4F – Bradesco
  • GRND3F – Grendene
  • IRBR3F – IRB
  • SANB11F – Santander

É importante ressaltar que, ao investir em ações, o investidor deve se atentar ao valor da corretagem.

Como base, na Suno Research, indica-se que a corretagem não exceda 2% do valor da operação.

Portanto, se o investidor for comprar, por exemplo R$ 500 em ações, a corretagem não deve exceder R$ 10.

Desta forma, a corretagem não compromete a rentabilidade final do investimento.

Conclusão sobre o mercado fracionário

conclusão mercado de ações fracionadasInfelizmente, poucos brasileiros investem em ações.

No país, menos de 0,5% da população investe na bolsa de valores. Enquanto que em outros países mais de 50% da sociedade investe em renda variável.

Como motivo deste baixo número de investidores é possível citar a crença de que o investimento em ações só vale a pena para altos valores.

No entanto, como foi demonstrado neste artigo, mesmo pequenos valores podem somar grandes quantias no longo prazo.

Para investir pequenas quantias no mercado de ações, o mercado fracionário surge como uma ótima opção.

Compartilhe a sua opinião

João Arthur Almeida

João Arthur Almeida

Profissional aprovado no exame (CEA) Certificado de Especialista em Investimentos da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). Aprovado também no CPA-20 e CPA-10, pela mesma instituição. Graduando em ciências econômicas pela UFPE.