Acesso Rápido

    Mercado a termo: entenda como funcionam os contratos de negociação futura

    Mercado a termo: entenda como funcionam os contratos de negociação futura

    A negociação de ativos financeiros e não-financeiros ocorre no mercado financeiro. Mas existem diferentes tipos de mercado. O mercado de bolsa, o mercado de balcão, o mercado a termo e o mercado futuro.

    O mercado a termo é comum para a negociação de ativos não-financeiros como commodities, mas também é utilizado para negociar ações, moedas e títulos.

    O que é o mercado a termo?

    O mercado a termo é o ambiente de negociação onde se realizam negociações de contratos a termo, definido por operações que envolvem duas partes para comprar ou vender um ativo em uma data futura por um preço pré estabelecido.

    Chama-se D0 o dia da realização do acordo. Nele é especificada a quantidade a ser negociada, o preço e a data de vencimento do contrato, que é a data de liquidação do ativo — que é chamado de D+X, sendo X o prazo determinado no contrato.

    Como funciona a liquidação no mercado a termo?

    A liquidação do contrato pode ocorrer de forma física, em que ocorre a entrega física do bem. Por exemplo, a entrega de uma tonelada de soja, ou 10 quilos de ouro.

    Porém, a liquidação dos contratos a termo também pode ser financeira. Dessa forma, apenas é enviado o valor da diferença entre o preço fixado no contrato a termo e o preço à vista (do momento).

    Logo, a formula de liquidação do mercado a termo é:

    • Preço fixado a termo – Preço à vista = Resultado da liquidação financeira.

    Para entender como funciona a liquidação financeira, considere o seguinte exemplo:

    Um produtor de soja vende para o comerciante 100 sacas a 200 dólares no contrato a termo. Na data do vencimento o preço está 150 dólares a saca.

    • Venda do produto: 150 x 100 = US 15.000
    • Resultado no Termo: (US 200 – US150) x 100 = US 5.000
    • Resultado Total: US 17.000 + US 3.000 = US 20.000

    Qual é a lógica por trás dos contratos a termo?

    mercado a termo

    Como vimos no exemplo de contrato a termo do produtor de soja o contrato foi fixado a 200 dólares. Isso mostra que o preço da saca de soja no momento da fixação do contrato era de 200 dólares. Mas como saber se foi interessante para o produtor fazer o contrato?

    Suponha que o preço da saca caiu para 150 dólares. Assim, com o contrato a termo o produtor garantiu mais US 5.000 de lucro. Dessa forma, pode-se dizer que fazer o contrato foi vantajoso para o produtor.

    Entretanto, o preço poderia ter aumentado para 250 dólares. Nesse caso ele teria perdido dinheiro no contrato a termo. No entanto, ele teria garantido o lucro de US 5.000 a qualquer circunstância futura do mercado.

    Como o contrato a termo é utilizado?

    Por fixar o preço futuro de um ativo, o contrato a termo é muitas vezes usado como proteção. No mercado financeiro, esse tipo de estratégia chamada de hedge. O mesmo vale para o comprador. Pelo risco de o preço subir mais no futuro é melhor garantir uma parte ao preço do momento.

    Entretanto, o contrato também pode ser usado para especular. Nesse caso, se ganha prevendo a alta ou queda do preço do ativo no resultado do mercado a termo.

    Os contratos a termos em geral são muito detalhados mostrando todas as especificações. E não podem ser liquidados antes do vencimento. Por isso, possuem baixíssima liquidez e são considerados pouco transparentes.

    Há, no entanto, contratos a termos realizados dentro do ambiente de bolsa. Qualquer ativo da bolsa pode ser negociado no mercado a termo. O mais comum é a negociação de ações — e para entender mais sobre como o funciona o mercado acionário, conte com a ajuda da Suno. Baixe agora nosso ebook Aprenda como analisar uma ação gratuitamente e descubra tudo sobre esse tipo de investimento.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    6 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • june 7 de agosto de 2019

      Não entendi como se chegou a conta de 17.000 e 3.000 dólares do exemplo. É um equívoco?

      Responder
      • HENRIQUE 9 de dezembro de 2019

        Acho que na verdade seria 15,000 + 5,000

        Responder
    • Feliooe 21 de fevereiro de 2020

      que texto mais mal redigido… pelo amor de Deus

      Responder
    • Felipe 26 de março de 2020

      Não entendi como se chegou a conta de 17.000 e 3.000 dólares do exemplo. Poderia explicar novamente?

      Responder
    • Lucas Alves 17 de junho de 2020

      Eu consigo entrar vendendo ou sempre o cliente entra como comprador na corretora?

      Responder
    • MIGUEL 21 de agosto de 2020

      De tanto pesquisar cheguei a conclusao que ninguém sabe como funciona o mercado a termo! cada um diz uma coisa, p.ex uns afirmam que so pode ser liquidado no vencimento, já outros dizem que pode ser liquidado antes..a liquidacao tb ninguem explica ,

      Responder