Acesso Rápido

    Melhores investimentos em renda fixa para 2021: descubra onde investir

    Melhores investimentos em renda fixa para 2021: descubra onde investir

    Todo inicio de ano, os investidores ficam com dúvidas sobre o que fazer com o dinheiro e onde investir. Apesar do cenário de incerteza devido ao novo Covid-19, o mercado financeiro em 2021 pode apresentar diversas oportunidades — inclusive na renda fixa. Nesse sentido, quais seriam os melhores investimentos em 2021?

    Manter investimentos na renda fixa é importante até para os investidores mais agressivos. Porém, antes de procurar os melhores investimentos em renda fixa para 2021, é importante entender as características de cada aplicação e se elas estão de acordo com os objetivos de cada investidor.

    Quais são melhores investimentos em Renda Fixa para 2021?

    Sem dúvidas, antes de identificar quais são os melhores investimentos em renda fixa para 2021 é fundamental entender a importância de ter uma reserva de emergência.

    Logo, o individuo que deseja montar uma carteira de investimentos pode utilizar a renda fixa para criar a sua reserva de emergência para diversificar o portfólio em ativos conservadores e guardar dinheiro para eventuais oportunidades.

    Considerando os critérios essenciais para formar uma reserva de emergência (rentabilidade, segurança e liquidez), os melhores investimentos em renda fixa para 2021 são:

    • Tesouro Selic;
    • CDB pós-fixado com liquidez diária;
    • Fundo de Renda Fixa DI.

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic é um título público federal negociado através do Tesouro Direto e sua rentabilidade é atrelada à Taxa Selic. Assim, é um investimento de renda fixa ideal para quem está começando a investir ou deseja guardar dinheiro para formar a reserva de emergência.

    Dessa forma, o Tesouro Selic, também conhecido como LFT (Letra Financeira do Tesouro), está entre os melhores investimentos em renda fixa para 2021.

    Entre as principais vantagens do Tesouro Selic se destacam:

    • Ideal para objetivos de curto prazo;
    • Indicado para reserva de emergência;
    • Baixo risco;
    • Acessível aos pequenos investidores;
    • Alta liquidez.

    Quanto rende o Tesouro Selic?

    O Tesouro Selic é um título pós-fixado que apresenta rentabilidade diária vinculada a taxa Selic. Isto é, a remuneração do Tesouro Selic acompanha a taxa Selic, seja para cima ou para baixo. Por isso, é de suma importância acompanhar os noticiários e a carteira de investimento.

    A Taxa Selic é a taxa básica de juros da economia, e atualmente está em 2% a.a. Em 2016, por exemplo, a taxa Selic estava em 14,25% a.a. Entretanto, em 2020, se encontra no menor patamar histórico como pode ser observado no gráfico abaixo:

    Assim, o Tesouro Selic 2025 apresenta as seguintes características técnicas:

    1. Taxa de rendimento do Tesouro Selic: Selic + 0,22 (%a.a);
    2. Valor mínimo para investir no Tesouro Selic: R$106,36 (sujeito a alteração);
    3. Data de vencimento do Tesouro Selic: 01/03/2025.

    CDB pós-fixado com liquidez diária

    O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título de renda fixa emitido por bancos com o intuito de captar recursos financeiros que são utilizados para custear suas operações de crédito. Em contrapartida, por meio do CDB, o investidor ‘’empresta’’ dinheiro para o banco a fim de receber em troca uma rentabilidade na data de vencimento.

    Ou seja, o CDB (Certificado de Depósito Bancário) é como uma promessa de pagamento futuro acrescido de juros, sendo que a remuneração é acordada no momento da contratação. Assim, o CDB pode ser um dos melhores investimentos de renda fixa para 2021, principalmente para quem esta começando a investir.

    Na prática, os investidores conservadores buscam uma rentabilidade superior que a da poupança através do CDB. Além disso, também costumam utilizá-lo para diversificar sua carteira de investimentos.

    Entretanto, para quem deseja formar a reserva de emergência ou juntar dinheiro para possíveis oportunidades precisa ficar atento com a liquidez do papel.  Neste caso, o ideal é buscar por CDB com liquidez diária, assim fica fácil de resgatar o valor investido a qualquer momento.

    Quanto rende um CDB pós-fixado?

    O CDB pós-fixado apresenta rentabilidade atrelada a uma taxa de referencia, em geral, CDI ou a Selic. Neste caso, não é possível saber qual será o valor total acumulado com antecedência, apenas no momento do resgate ou no final do prazo de vencimento.

    Assim, o CDB pós-fixado com liquidez diária pode ser uma boa opção, caso o investidor acredite que na data de vencimento do papel, a taxa de referência estará maior do que atualmente.

    Deste modo, não corre o risco de contratar um título com uma rentabilidade pré-fixada de 2%a.a, por exemplo, e no momento no momento do resgate a taxa de referência (CDI ou Selic) esteja superior a este valor.

    Em síntese, este é um dos motivos que o CDB pós-fixado pode ser um dos melhores investimentos em renda fixa para 2021.

    E-book: Investir em Fundos de Investimento

    Baixe gratuitamente nosso ebook aprenda como escolher e investir nos melhores Fundos de Investimento do mercado.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Fundo de Renda Fixa DI

    Os fundos de renda fixa são uma modalidade de investimento que, em geral, investe 80% dos recursos captados em ativos de renda fixa como títulos públicos, CDB, LCI, LCA, debêntures e 20% em derivativos.

    Assim, os fundos de renda fixa são controlados por um gestor e podem apresentar diversas estratégias. Contudo, apesar da autonomia, o gestor deve respeitar os objetivos e regras gerais de cada fundo.

    Os fundos de Renda Fixa podem ser uma possibilidade para quem deseja diversificar a carteira e investir em 2021. Normalmente, é utilizado para objetivos de curto prazo, isto porque, o resgate costuma ser fácil e rápido podendo ocorrer no D+0, D+1, D+2.

    Quanto rende um Fundo de Renda Fixa?

    Os fundos de renda fixa DI apresentam rentabilidade atrelada ao CDI, índice que acompanha Selic. A taxa DI significa taxa de Depósito Interbancário e representa a média diária ponderada dos juros cobrados nos Certificados de Depósito Interbancário (CDI).

    Desse modo, a taxa DI serve como benchmark, ou índice de referência, para grande parte dos investimentos de renda fixa no Brasil. Assim, o ideal é buscar fundos que rendem em média 100% do CDI.

    Por conta destes fatores, os fundos de renda fixa DI também podem ser um dos melhores investimentos em renda fixa para 2021. Principalmente para o investidor que busca ativos com liquidez diária e deseja diversificar o portfólio.

    Por que investir em renda fixa?

    Diante do que aconteceu no mundo no ano de 2020, como pandemia e aumento do desemprego, ficou clara a importância de ter uma reserva financeira. Neste sentido, os investimentos de renda fixa são fundamentais para quem quer guardar dinheiro ou deseja aprender como começar a investir em 2021.

    Em geral, a renda fixa é uma modalidade de investimento que gera segurança e liquidez. Assim, apesar não apresentar alta rentabilidade, a renda fixa deveria fazer parte da carteira de todo investidor.

    Além disso, os investimentos de renda fixa podem ser utilizados por quem deseja formar uma reserva de emergência, afinal são ativos que não costumam apresentar risco elevado e alta volatilidade.

    Guia de Investimento em Renda Fixa

    Invista com segurança e rentabilidade: baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça as principais opções de investimento em Renda Fixa!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Importância de ter uma reserva de emergência em renda fixa

    A reserva de emergência é um valor que deve ser guardado para cobrir eventuais despesas ou situações financeiras inesperadas. Certamente, esse recurso pode auxiliar nos momentos de necessidade como perda de emprego, problemas de saúde ou gastos que surgem de uma hora para outra.

    Entretanto, é preciso ter em mente que o montante deve ser utilizado apenas em caso de emergência, como o próprio nome diz.

    Neste sentido, a reserva de emergência deve ser calculada de acordo com a estabilidade financeira e custo de vida de cada um. Contudo, é importante que a reserva de emergência seja proporcional aos gastos mensais considerando um intervalo de tempo.

    Ou seja, um empresário que depende, por exemplo, das vendas do comércio ou de variáveis econômicas deve guardar um valor maior.  Por outro lado, um servidor público que apresenta certa estabilidade de salário e que não possui dívidas, pode fazer um planejamento financeiro para juntar um valor menor.

    Em outras palavras, o valor da reserva de emergência deve ser suficiente para arcar com todas as despesas do indivíduo por um período de 6 meses a 1 ano. Neste caso, é fundamental que este recurso esteja aplicado em investimentos de renda fixa com liquidez imediata, assim o indivíduo pode resgatar o capital com facilidade.

    Disto isso, não restam dúvidas de que existem oportunidades para quem deseja investir em 2021. Assim, os melhores investimentos em renda fixa para 2021 podem variar de acordo com os objetivos e estratégia de cada investidor.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *