Por: Tiago Reis

Lucro operacional: saiba o que é e como calcular esse indicador

Conhecer e saber como calcular o lucro operacional é vital para que o empreendedor entenda como anda a lucratividade do seu negócio.

Desse modo, podemos dizer que o lucro operacional trata-se do lucro gerado unicamente pela operação do negócio, pois para obtermos o mesmo devemos descontar todas as despesas administrativas, operacionais e comerciais.

Esse indicador pode ser encontrado num demonstrativo de resultado do exercício de uma empresa, que nada mais é do que um demonstrativo dos resultados contábeis de um negócio.

É importante que se compreenda que esse lucro não é o mesmo que o lucro bruto, pois no ultimo, as únicas despesas que são descontadas são aquelas de âmbito variável, como as compras de matérias primas e despesas com vendas.

No mercado financeiro, o lucro operacional também é conhecido como EBIT (lucro antes dos juros e impostos).

Esse EBIT pode ser encontrado com certa facilidade já previamente calculado em diversos sites relacionados a empresas listadas em bolsa de valores.

Como calcular o lucro operacional de uma empresa

Para calcularmos o lucro operacional de uma companhia a partir de um demonstrativo de resultados (DRE) poderemos partir de duas formas:

  1. Lucro operacional = Receita – despesas operacionais
  2. Lucro líquido + juros + impostos

Como vimos, é bastante simples calcularmos esse indicador a partir de uma DRE completa.

Gostaríamos de ressaltar que dentro das despesas operacionais poderemos incluir: despesas comerciais, administrativas e operacionais, pois essas são todas originadas diretamente da atividade principal da empresa.

Outro detalhe que incluímos no ponto 2 foi a inserção dos juros e impostos sobre o indicador de lucro líquido. Esse fato se deveu porque esses fatores dispersam a ideia da lucratividade da empresa a partir de suas operações, pois são fatores puramente financeiros.

O foco nesses indicadores operacionais pode ser interessante quando o investidor está avaliando uma empresa onde a sua estrutura de capital é menos importante do que o seu potencial de ganhos.

Outro fator que pesa em favor do lucro operacional é o fato de que muitas empresas possuem regras fiscais diferentes e que podem naturalmente distorcer os seus resultados líquidos e, portanto, nos desviar da questão central que é a produtividade real da empresa.

A produtividade operacional de uma empresa

De muito pouco vale o número propriamente dito se não pudermos utilizar métricas que nos indicam uma maior ou menor produtividade operacional.

Para isso foi criado o indicador e margem EBIT, e hoje ele é um das principais métricas de lucratividade, além de ser uma ferramenta essencial para comparar empresas lotadas em um mesmo setor.

Para calcularmos a margem EBIT devemos dividir o EBIT de uma companhia pela sua receita líquida, o número resultante será dado em porcentagem.

Naturalmente, quanto maior essa porcentagem melhor é a empresa em gerir os seus custos operacionais.

Portanto essa margem EBIT é muito importante para qualquer investidor que tenha interesse em um negócio, afinal de contas, ele mostra a lucratividade de uma empresa.

Por fim, gostaríamos de ressaltar que apesar da importância do lucro operacional como indicador, nunca devemos analisar empresas somente através de dados isolados, e portanto uma análise completa do case sempre será necessária.

 

 

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

205 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!