lock-up
Por: Tiago Reis

Lock-up: entenda o que é e como ele afeta os investidores

Em uma abertura de capital, normalmente ocorre uma série de regras e restrições sobre o que os acionistas podem fazer com as ações que acabaram de adquirir. Uma dessas medidas é conhecida como lock-up.

Sendo assim, as regras de lock-up é um dos fatores mais importantes que o investidor deve observar antes de se decidir por comprar as ações de uma empresa ou não.

O que é um lock-up?

No mercado de capitais, o lock-up é uma cláusula contratual que estabelece um período no qual os investidores não podem vender as ações de uma empresa, sob pena de multa. A expressão, com origem na língua inglesa, pode ser traduzida como “trancar” ou “travar”.

Antes restrito apenas aos sócios e gestores das empresas, que possuem informações privilegiadas, o lock-up passou a valer em alguns casos também para os pequenos investidores, como nos IPOs da joalheria Vivara e do banco BMG, por exemplo.

Planilha de Controle de Investimentos

Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

Por que o lock-up existe?

Essa restrição foi idealizada para evitar que gestores ou sócios das empresas, que naturalmente possuem informações privilegiadas sobre o negócio, possam lucrar em cima dos acionistas minoritários.

Recentemente, no entanto, a oferta com lock-up passou a figurar também para os pequenos investidores pessoa física.

Foi isso que fizeram a Vivara (VIVA3) e o BMG (BMGB4) em 2019, por exemplo, ao abrirem o capital na B3.

Nesse caso, o período de lock-up foi definido para evitar o chamado “flip” das ações — que ocorre quando quem adquire os papéis no IPO vende nos dias seguintes à abertura de mercado.

Para as empresas, essa estratégia diminui a volatilidade dos papéis, além de forçar o investidor a pensar no longo prazo.

Como funciona uma oferta com lock-up?

O lock-up funciona como um período de carência para os investidores, porque define um intervalo de tempo no qual o investidor não pode vender as ações da empresa.

Não existe um tempo específico para o período de lock-up. Ele pode ser de dois meses ou dez anos, por exemplo.

No IPO da Vivara, por exemplo, o período estabelecido para quem optou pelo lock-up no IPO foi de 45 dias.

Neste caso específico da rede de joalherias, quem aceitou o lock-up conseguiu adquirir um percentual maior das ações reservadas, na comparação com aquele que não aceitaram a cláusula.

Há, ainda, exemplos de lock-up variáveis, com regras e prazos que mudam de acordo com a função de determinada pessoa na empresa. Ou seja: é possível estipular um prazo para sócios, outro para gestores e outro, ainda, para investidores minoritários.

Quando a cláusula de lock-up é descumprida por alguma das partes, há uma sanção estabelecida em contrato. Em geral, o investidor precisa pagar uma multa ou indenização.

Depois que o prazo de lock-up termina, os investidores podem vender suas ações normalmente. Tradicionalmente, este é um momento em que o valor das ações tende a cair.

Aprenda como analisar uma ação

O lock-up é obrigatório?

As empresas que estão abrindo capital por meio de IPO na atual B3, a Bolsa de Valores brasileira, são obrigadas a estabelecer um período de lock-up para os acionistas controladores da empresa.

Por meio dessa cláusula, a B3 protege os acionistas minoritários e garante que as pessoas que possuem informações privilegiadas não vão obter vantagem em relação aos outros investidores.

Entretanto, estender a cláusula de lock-up aos investidores minoritários é uma opção mais recente. No caso da Vivara, por exemplo, isso só foi possível diante da grande procura registrada previamente pela empresa.

Vantagens e desvantagens do lock-up

O lock-up traz uma série de vantagens e desvantagens aos investidores, às empresas e ao mercado de capitais.

Por isso, é necessário analisar a oferta com atenção, considerando cada agente envolvido, para tirar qualquer tipo de conclusão.

Analistas costumam se dividir ao analisar os efeitos do lock-up, porque a interpretação depende da opinião de cada analista.

Em alguns casos, o que pode ser vantagem para a empresa também pode ser considerado uma desvantagem para o acionista.

Vantagens do lock-up

  • Protege o investidor minoritário;
  • Retém na empresa profissionais que podem ser importantes para o futuro da mesma;
  • Diminui o conflito de interesses;
  • Reduz a volatilidade da ação no curto prazo;
  • Impede o “flip” ou “flipagem”, situação onde os acionistas vendem as ações imediatamente após o IPO;
  • Impede o trade na abertura de capital das empresas;
  • Estimula o olhar do investidor para o longo prazo.

Desvantagens do lock-up

  • O investidor é obrigado a manter as ações, mesmo contra a própria vontade;
  • Em alguns casos, a volatilidade apenas é adiada até o fim do lock-up;
  • Imposição de mais uma dificuldade para o investimento na Bolsa de Valores;
  • Impede a livre-iniciativa no mercado de capitais, já que o investidor enfrenta uma proibição;
  • Equiparação do investidor minoritário ao acionista majoritário, que tem informações privilegiadas.

Analisando todos esses fatores, os investidores conseguem discernir quando vale a pena aderir às cláusulas de lock-up estabelecidas pelas empresas. Gostou do texto? Compartilhe e deixe seu comentário.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

5 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Fernando Braz 1 de setembro de 2020

    Gostei bastante da explicação, para mim que sou iniciante foi bem didático e esclarecedor.
    Obrigado e parabens!

    Responder
    • Suno Research 2 de setembro de 2020

      Olá, Fernando! Tudo certo?
      Muito obrigado! Ficamos felizes em ajudar.
      Atenciosamente, Equipe Suno.

      Responder
  • Waldevino 4 de setembro de 2020

    Ótimo a explicação, objetiva e não deixa dúvidas de interpretação.
    Muito Obrigado.

    Responder
  • Wellington Lima 16 de setembro de 2020

    Excelente explicação!
    Obrigado equipe SUNO, por estar ajudando os principiantes neste mercado, as vezes, cheio de siglas e regras quase incompreensíveis.

    Responder
    • Suno Research 17 de setembro de 2020

      Olá, Wellington! Tudo certo?
      Muito obrigado! Ficamos felizes em ajudar.
      Atenciosamente, Equipe Suno.

      Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
kisspng-warren-buffett-business-stock-nebraska-sales-warren-buffett-5b5ea4d6586671.9006389715329292383621

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Buffett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!