Por: Tiago Reis

Lições de Warren Buffett

O maior investidor do mundo, Warren Buffett escreve anualmente sua carta aos acionistas da Berkshire Hathaway. Nesta edição, trataremos de algumas lições de investimento retiradas da carta escrita em 1977.

Conhecer a empresa é fundamental

Para Buffett, é imprescindível que o investidor compreenda o modelo de negócio que está adquirindo. Assim, será possível entender a qualidade dos lucros gerados pela companhia.

Com qualidade quero dizer que os lucros devem ser provenientes de atividades que a companhia se propõe a fazer como prioridade. Estes são os lucros operacionais.

Muitas vezes os resultados da empresa podem ser mascarados com lucros não recorrentes provenientes de atividades não operacionais. Pense no caso de uma instituição de ensino com diversas unidades.

Suas receitas operacionais têm origem no pagamento da anuidade por parte dos alunos. Caso a companhia opte por vender algumas de suas unidades, as vendas afetariam seu resultado, porém de maneira não recorrente.

O investidor não deve esperar que aquele resultado se repita. Por outro lado, caso a companhia adquirisse novas escolas e aumentasse seus lucros anuais devido a um crescimento no número de alunos e ganhos de eficiência operacional, a qualidade destes lucros seria maior.

Para Buffett, um bom indicador da performance financeira da gestão de uma empresa é o retorno sobre o patrimônio líquido. Com exceção de alguns casos específicos, quando elevado, consistente e originado por lucros sustentáveis (operacionais), o indicador pode apontar para uma gestão sólida.

Erros serão cometidos ao longo do caminho

Todas as pessoas cometem erros quando o assunto é investimento. O futuro é imprevisível. A dinâmica de mudanças que rege o mundo certamente surpreenderá a todos. Segundo Buffett, na década de 1970, “alguns erros relevantes foram cometidos”.

Nem sempre os gestores da empresa agem da maneira correta e muitas vezes, a alocação dos recursos não é satisfatória. Para Buffett, o investidor deve buscar empresas onde alguns erros podem ser cometidos e ainda sim um resultado satisfatório possa ser alcançado.

Os quatro critérios que guiam os investimentos

Como mencionado anteriormente, Buffett acredita ser fundamental para o investidor conhecer profundamente o modelo de negócio, deste modo, o primeiro critério para realizar um investimento é alocar capital somente em empresas que você realmente compreende.

Em segundo lugar, o investidor deve olhar para as perspectivas de longo prazo da empresa. O investimento deve ser realizado apenas quando estas se mostrarem favoráveis. Empresas onde o setor está fadado a mudanças significativas no curto prazo se tornam pouco atraentes.

Pense no caso da Saraiva. A empresa, que liderou o setor de livraria no país durante anos, viu seu modelo de negócio sucumbir diante da revolução tecnológica dos últimos tempos.

Com grandes custos fixos, a empresa perdeu competitividade e acabou entrando com pedido de recuperação judicial no final do ano passado.

O terceiro critério fundamental para Warren Buffett está relacionado à gestão da empresa. Segundo o megainvestidor, a empresa deve ser gerida por pessoas honestas e competentes.

É imprescindível quando analisamos uma empresa, olhar onde se encontra o poder. Uma empresa bem gerida com um conselho administrativo independente e com poder suficiente para manter os interesses dos gestores alinhados com os interesses dos acionistas é fundamental.

Por fim, mas não menos importante, o investimento deve ser realizado apenas quando a empresa estiver sendo negociada a um preço muito atraente, além de atender todos os critérios anteriormente mencionados.

Uma boa empresa, com um modelo de negócio sólido e gestão competente nem sempre se configura como um bom investimento. Caso suas ações estejam sendo negociadas a um preço elevado, o investimento se torna pouco interessante.

Além destes, centenas de outros ensinamentos podem ser encontrados nas cartas anuais de Warren Buffett. As cartas estão disponíveis no site da companhia.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

210 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs
revenue

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores

kisspng-warren-buffett-business-stock-nebraska-sales-warren-buffett-5b5ea4d6586671.9006389715329292383621

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Buffett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!