Acesso Rápido

    ITAG: entenda como funciona o Índice de Tag Along da B3

    ITAG: entenda como funciona o Índice de Tag Along da B3

    A proteção aos acionistas minoritários é um importante fator ao se avaliar empresas para se investir. Para ajudar nessa avaliação e prestigiar as empresas que melhor se apresentam nesse quesito, a bolsa brasileira possui um índice específico: o ITAG.

    Como há muitas opções de investimento no mercado financeiro, o acompanhamento de indicadores como o ITAG colabora para melhorar a análise de investimento minimizando o risco do investidor.

    O que é o índice ITAG?

    O ITAG, o Índice de Ações com Tag Along Diferenciado, é um índice apresentado pela B3 que reúne e reflete o desempenho das ações de empresas que oferecem as melhores condições de tag along para seus acionistas minoritários.

    O Índice de Tag Along é o resultado de uma carteira teórica de ativos, desenvolvida por meio de critérios estabelecidos na metodologia do indicador.

    E-book: Aprenda como analisar uma ação

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    As condições irão se referir quando as ações do controlador terão um maior valor, ou seja, no momento da alienação de controle. Sendo assim, esse mecanismo gera uma equivalência de valor dos ativos dos acionistas minoritários em comparação ao do controlador.

    O que é o Tag Along?

    Tag along é um dispositivo que protege os interesses dos acionistas minoritários de uma companhia. Por meio dele, os minoritários possuem o direito de deixar uma sociedade com o mínimo de prejuízo financeiro, caso um investidor externo adquira o controle acionário da companhia.

    Essa proteção é garantida por meio de cláusula, chamada de cláusula de tag along. Ela estende aos minoritários o direito de vender suas ações pelo menos 80% do valor oferecido aos acionistas majoritários, quando uma proposta de compra do controle acionário ocorrer.

    Ou seja, com o tag along, os minoritários também teriam a oportunidade de vender suas ações por um valor próximo ao que os majoritários venderam, caso ocorra uma aquisição que mude o controle acionário da empresa.

    Entretanto, dependendo da empresa, o percentual de tag along pode ser total, chegando a 100% do valor por ação oferecido aos majoritários.

    Porém, dependendo da empresa, essa proteção só cobre os acionistas ordinários — ou seja, aqueles que possuem ações ordinárias (ON). Algumas empresas, no entanto, oferecem o tag along também para suas ações preferenciais (PN).

    Logo, quanto maior o tag along oferecido pela empresa, melhor ela é considerada pelo mercado no quesito de governança corporativa. Esse diferencial é muito valorizado pela própria B3, que classifica as empresas em grupos diferentes de governança corporativa (Nível I, Nível II, Nível III e Novo Mercado)

    Composição do ITAG

    A composição do ITAG é dada por ações e units exclusivamente de empresas listadas na B3 que não estejam incluídos no universo BDRs e nem ativos de companhia em ação judicial ou extrajudicial.

    Também não podem fazer parte do Índice ITAG empresas em regime especial de administração temporária, intervenção ou que sejam negociados em qualquer outra situação especial de listagem.

    Ademais, para fazer parte do índice, o tag along precisa ser superior a 80% das ações de controladores. Em caso de ações preferenciais o tag along pode ser de qualquer percentual, sendo que as mesmas regras se aplicam às units.

    Quando uma companhia tem interesse em adotar dispositivos de tag along isso pode se dar de duas formas: inclusão após o encerramento do primeiro pregão regular de negociação ou inclusão após o encerramento do pregão seguinte à comunicação de sua decisão à B3.

    Caso a companhia tenha mais de um ativo, será incluído aqueles que apresentarem mais de 30% de presença no último ano ou os de maior liquidez.

    Histórico do ITAG

    Desde o ano de 2003 até recentemente, o índice ITAG sofreu diversas oscilações no decorrer dos anos.

    Acompanhar o histórico do ITAG é, portanto, uma maneira de avaliar o seu desempenho sabendo como o índice se comportou em comparação a outros benchmarks. Lembrando que no ITAG os ativos são ponderados pelo valor de mercado “free-float” — ou seja, que se encontram em circulação.

    Dessa forma, a participação dos ativos de uma empresa no índice não pode ser superior a 20% quando da sua inclusão ou até mesmo nas reavaliações periódicas. Caso venha a ocorrer, será feito ajustes para adequar o peso dos ativos para esse limite.

    Planilha de Controle de Investimentos

    Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Para que serve o índice ITAG?

    Esse é, portanto, um índice de retorno total que procura refletir não somente as variações nos preços dos ativos integrantes do índice no tempo como também refletir o impacto que a distribuição de proventos por parte das empresas emissoras desses ativos teria no retorno do ITAG.

    Dessa maneira, o investidor pode saber o peso que cada ativo tem, construindo periodicamente uma carteira de investimento com mais retorno e menos risco.

    É possível investir no índice?

    Como não há, contudo, um ETF atrelado ao ITAG não é possível investir neste indicador. No entanto, é possível consultar a cesta de ativos que compõem o índice decidindo se vale a pena ou não comprar determinados ativos.

    Foi possível compreender sobre o que é o ITAG? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe essa notícia nas redes sociais.

     

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *