IPO

No âmbito do mercado de capitais, o IPO (Initial Public Offering, na sigla em inglês) é um processo de bastante significado.

O IPO é um componente importante para o conhecimento de qualquer pessoa que tenha o interesse de aplicar os seus recursos nesse complexo ambiente de investimentos.

Assim sendo, estar ciente de todas as nuances em torno de um IPO é algo muito importante para todo investidor, independentemente do seu nível de experiência no mercado.

  1. IPO significado
  2. A importância do IPO
  3. Abertura de capital – Bookbuilding
  4. Vantagens da abertura de capital para uma empresa
  5. Polêmica em torno da abertura de capital
  6. Abertura de capital no Brasil
  7. Em que se atentar ao analisar uma abertura de capital

 

IPO significado

ipo significadoEssa sigla retrata a expressão que vem do inglês Initial Public Offering.

No português, pode ser entendido como Oferta Pública Inicial.

O IPO é, de maneira direta, o processo através do qual uma empresa deixa de ser de capital fechado.

Uma empresa deixa de ser de capital fechado, quando ela lista suas ações para o público. Após isto, qualquer um pode se tornar sócio, ou dono de um pedaço da companhia, para isto, basta comprar suas ações através da bolsa de valores.

Oferta de ações primária

Vale destacar, ainda, que o IPO é, na maioria das vezes, uma oferta de Mercado Primário.
O mercado primário nada mais é do que um processo através do qual, numa oferta pública, são vendidas ao mercado ações desta empresa pela primeira vez.

Desta forma, a oferta gera caixa para essa companhia.

E a empresa usa esse dinheiro para realizar investimentos e executar o seu plano operacional.

Oferta de ações secundária

Em paralelo, existe também o Mercado Secundário, que é quando não são emitidas novas ações.

Neste caso, ocorre a venda de ações por parte de acionistas já existentes. Como por exemplo, por parte dos sócios da empresa, ou de um fundo de Private Equity que busca finalizar o seu investimento.

Esse processo, normalmente ocorre após a Oferta Pública Inicial, mas também pode acontecer  no IPO.

O mercado secundário se faz presente quando as ações são negociadas livremente entre os investidores na Bolsa de Valores. Não gerando, assim, caixa para aquela empresa.

Esse foi o caso, por exemplo, da Notredame Intermédica, onde uma parcela de aproximadamente 15% da oferta foi primária, com a emissão de novas ações. E o restante foi de forma secundária, com a venda pelo fundo Bain Capital.

É importante destacar, neste sentido, que normalmente as empresas de capital aberto melhoram a sua imagem no mercado.

Mais ainda, essas empresas costumam exercer um posicionamento bastante próximo dos consumidores por meio de produtos e serviços de seu dia-a-dia.

Requisitos para o IPO

Entretanto, é necessário frisar que para lançar suas ações no mercado, uma empresa precisa, primordialmente, de:

  • Pedir registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e autorização para venda de ações ao público;
  • Pedir registro de listagem na BM&FBovespa;
  • Preparar o prospecto do IPO, que normalmente conta com firmas de auditoria para avaliações contábeis, consultores, escritórios de advocacia, bancos de investimentos e reestruturação societária para uma Sociedade Anônima (S/A) de capital aberto;

Portanto, pode-se dizer que um processo de IPO não é algo simples, nem barato.

A empresa tem que arcar com diversos custos, como os custos de estruturação da oferta e manutenção de listagem.

Mais ainda, a companhia terá elevar o seu nível de governança ao abrir capital.

Por exemplo, a companhia irá precisar de um setor de relação com investidores ativo.

No entanto, todo este custo e processo, para empresas com bons projetos, valem a pena.

Pois, além de melhorar sua imagem perante o mercado e os consumidores, a empresa pode se utilizar da bolsa de valores para financiar todos os seus projetos.

É por isto que praticamente todas as grandes empresas do mundo são listadas em bolsa.

É possível dizer até que o processo do IPO contribui para o progresso da humanidade, pois através dele foram financiadas inúmeras inovações.

Podemos citar como exemplo o Google, que é uma empresa extremamente inovadora e realizou o seu IPO na última década.

A importância do IPO

ipo importânciaComo vimos, o IPO é um processo extremamente importante para o progresso do mercado de capitais.

Imagine o que seria da bolsa se, hoje, fossem listadas apenas as mesmas empresas que estavam há 50 anos.

Seria, provavelmente, uma listagem de empresas onde muitas delas estariam ultrapassadas.

Os IPOs trazem novas ideias ao mercado, e financiam as inovações.

Em 2018, por exemplo, o Banco Inter será o primeiro banco 100% digital a abrir capital no Brasil.

Este modelo de negócios, 100% digital, pode ser considerado inovador para o setor bancário.

Para compreender melhor a importância do IPO, imagine a seguinte situação.

Você possui uma ideia inovadora, capaz de revolucionar um determinado mercado.

No entanto, para colocar esta ideia em prática, é necessário um alto investimento.

E você individualmente não possui o recurso necessário para financiar a sua ideia.

Desta forma, abrir ações para o público pode ser uma excelente forma de se financiar.

Mas como isto ocorre?

Ocorre com você listando suas ações em bolsa, ou seja, realizando um IPO.

Você vende ações de sua empresa ao público, e com a entrada dos recursos em caixa você pode, agora, financiar os projetos.

Mas qual o retorno para os acionistas que financiaram o seu projeto?

Muito simples! Se a sua empresa prospera, os acionistas também prosperaram.

Isto pode ocorrer tanto pelo crescimento do valor de mercado de sua empresas, através da valorização das ações.

Quanto através da distribuição de dividendos, que é uma parcela do lucro destinada aos acionistas.

Obviamente, esta é um grande simplificação do processo de IPO.

No entanto, praticamente todos seguem este princípio básico: empresa buscando se financiar, enquanto investidores buscam prosperar financeiramente através do financiamento destas companhias

Pode-se dizer, que é um processo que, quando bem feito, beneficia a ambas as partes envolvidas.

Abertura de capital – Bookbuilding

bookbuilding ipoTodo IPO passa por um processo conhecido como bookbuilding.

Em uma tradução livre para o português, “construção do livro”.

A palavra livro, neste caso, diz respeito ao livro de ofertas. Durante o período de reserva do IPO, diversos investidores fazem as suas ofertas.

A empresa estipula uma faixa de preço para suas ofertas, e os investidores reservam por um determinado preço dentro deste intervalo.

Exemplo de bookbuilding

Por exemplo, suponha que você seja dona de uma empresa que está sendo listada em bolsa.

A companhia estabeleceu os preços indicativos na faixa entre R$10,00 e R$12,00 por ação.

Os investidores irão então, dar os seus lances no IPO. O que nada mais é do que informar quantas ações ele irão comprar e a qual preço.

Alguns investidores podem optar por entrar apenas se a ação estiver a no máximo R$10,00, outros a no máximo R$11,00, enquanto outros podem fazer sua oferta ao preço do mercado, isto é, ao preço do resultado do bookbuilding.

Após o fim do período de reserva, é então analisado o livro de ofertados, e finalizado o bookbuilding, sendo definido o preço por ação e a quantidade total vendida.

O preço definido é o maior preço possível, que permite a que todos que realizaram a oferta neste preço ou maior serem atendidos.

Se a demanda for maior que a oferta, a empresa pode optar por apresentar um lote green shoe, que é um lote adicional de ações a serem vendidas.

Se ainda assim a demanda superar a oferta, há rateio entre os investidores. Ou seja, os investidores terão direito a um número menor do que o solicitado.

Por exemplo, um investidor pode ter reservado R$10.000,00 em ações, mas devido ao excesso de demanda ter o seu pedido atendido em apenas R$8.000,00.

Caso o contrário ocorra, e a empresa não tenha demanda suficiente para realizar o seu IPO, ela pode cancelar a oferta ou reduzir o preço indicativo.

Road show

Ainda, antes do bookbuilding há uma etapa conhecida como roadshow.

O roadshow é o período no qual o projeto da empresa é apresentado a potenciais investidores, principalmente grandes fundos de investimento.

Desta forma, a empresa busca atingir a demanda necessária para realizar a sua oferta com sucesso.

Vantagens da abertura de capital para a empresa

vantagens empresa ipoMuitos são os benefícios para uma companhia abrir o seu capital. Dentre eles, podemos destacar:

  • Possibilidade de financiar projetos de investimentos;
  • Viabilização da troca de sócios investidores e aquisição de outras empresas;
  • Representar um referencial de avaliação para um negócio
  • Fornece transparência nos resultados e profissionalização da gestão do empreendimento.

Vantagens de uma abertura de capital para o investidor

Além de apresentar pontos positivos para a empresa, a abertura de capital também favorece o mercado.

Dentre os seus benefícios ao público, é interessante salientar a representação de uma nova oportunidade de investimento.

Com o direito, por lei, de ao menos 25% dos lucros para os acionistas em forma de dividendos, caso a empresa em questão gere resultados positivos em sua operação.

Polêmica em torno da abertura de capital

polêmica ipoIPO é um dos temas mais polêmicos do universo dos investimentos.

Tipicamente, grandes investidores fundamentalistas costumam ser críticos a este tipo de investimento.

Mas por que isto ocorre?

Podemos citar alguns motivos:

  • Momento de euforia: IPOs tipicamente ocorrem em momentos de euforia do mercado, sendo assim o valuation das companhias podem estar esticados e com premissas extremamente otimistas.
    Administradores de companhia, deixam para realizar a abertura de capital em momentos de boom, pois sabem que os investidores tendem a ser mais suscetíveis a aceitar ofertas menos vantajosas. Em tempos de vacas magras, os investidores tornam-se muito mais criteriosos. Com isso, muitos investidores associam períodos com muitos TIPOs (IPOs) a períodos pré quedas do mercado.
  • Valuations grandes demais: Os IPOs, geralmente, precificam as empresas de forma acima da média do mercado. Sendo assim, pode ser mais vantajoso comprar a empresa no mercado secundário, quando seus preços estiverem mais atrativos.
  • Negócios novos podem ser mais arriscados: Novas empresas, geralmente, estão entrando novos mercados. Alguns investidores de valor tendem a focar mais em empresas de setores perenes e com um longo histórico. Por exemplo, Luiz Barsi é um grande investidor do setores de celulose, elétrico e bancário. Todas empresas que realizaram IPO há muito tempo atrás e possuem um grande histórico em bolsa de valores.

Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos, disse a seguinte frase sobre IPOs: “É quase uma impossibilidade matemática imaginar que, dentre as milhares de coisas à venda em um determinado dia, o preço mais atraente é aquele que é vendido por um vendedor experiente (administradores da empresa) para um comprador menos experiente (investidores)”.

Portanto, é importante levar em conta o que estes grandes e experientes investidores têm a dizer, e analisar com bastante cuidado as ofertas públicas de ações.

Abertura de capital no Brasil

eike ipo

Eike Batista – Esteve à frente do IPO da OGX

Obviamente, durante toda a histório da bolsa brasileira aconteceram diversas aberturas de capital.

Algumas com sucesso, outras nem tanto. Algumas falharam de forma tão exuberante, que até hoje trazem más memórias ao investidor.

Vamos tratar aqui de alguns IPO’s da bolsa brasileira.

Abertura de capital de sucesso na bolsa de valores

Mesmo com uma restrição muito forte de grandes investidores aos IPOs de forma geral, existiram IPOs de imenso sucesso no mercado de capitais.

Pode-se citar como exemplo, inclusive, casos brasileiros. A B3, companhia responsável pela bolsa de valores brasileira, é um ótimo exemplo.

Desde sua estreia no mercado de capitais, a empresa acumula expressiva valorização.

A empresa já multiplicou o valor de sua ação por mais de 3x desde sua abertura de capital.

A companhia é extremamente efetiva, e atua praticamente só no mercado de capitais brasileiro.

Com governança exemplar, e efetividade da gestão, a B3 é um exemplo de IPO de sucesso.

Abertura de capital de insucesso no mercado

Como exemplo de insucesso de IPO, podemos citar um caso icônico.

A OGX, com Eike Batista no comando, realizou o seu IPO em 2008.

A empresa ainda chegou a apresentar forte valorização no curto prazo, no entanto, não se sustentou.

Com uma série de promessas não realizadas, e irregularidades posteriormente reveladas, além de um valuation excessivamente caro, este investimento se mostrou um verdadeiro fiasco.

Atualmente, as ações valem um ínfima fração do que foi precificada na época da abertura de capital.

Em que se atentar ao analisar uma abertura de capital

ipo analisarAlguns fatores são extremamente importante de se analisar ao considerar investir em uma oferta pública de ações.

Estes fatores, inclusive, podem ajudar o investidor a tomar uma melhor decisão final.

  1. Analise o histórico da empresa: No prospecto do IPO, a companhia divulga informações do seu histórico operacional. Inclusive, com os resultados dos últimos 3 exercícios. Analisar estes resultados cuidadosamente é crucial para ter uma boa noção da capacidade operacional da companhia.
  2. Analise o perfil da oferta: É importantíssimo que o investidor analise o perfil da oferta. Considerando fatores como, qual a parcela da oferta é primária e qual é secundária. Quem são os acionistas vendedores, se for o caso, e qual o objetivo deles. Via de regra, ofertas com a grande maioria do perfil secundário não são um bom sinal, pois indica que alguém está se livrando de uma posição na empresa. Isto pode fazer parte de um processo natural de um investimento, mas é importante que o investidor se atente a isto.
  3. Observe a destinação dos recursos da oferta: A empresa deve indicar no prospecto o que pretende realizar com os recursos arrecadados na oferta. Analise cuidadosamente os projetos, e o seu potencial de retorno. Além de sua probabilidade de ser bem sucedido. De preferência a empresas que busquem destinar recursos a projetos.
  4. Faça um valuation e compare com outras empresas: É importantíssimo que o investidor analise o preço da oferta. Isto pode ser feito através de uma análise de múltiplos, ou de uma análise de fluxo de caixa. É importante ainda que o investidor compare com outras empresas já listadas em bolsa, se isto for possível.

 

Conclusão sobre IPO

conclusão ipoFica claro perceber a importância de um processo dessa natureza para o mercado financeiro como um todo.

Não fosse o processo de IPO, dificilmente teríamos, atualmente, o patamar de desenvolvimento no qual a humanidade se encontra nesse momento, o qual, inclusive, tende a continuar se sustentando no longo prazo, graças ao financiamento proporcionado por esse processo no âmbito de suas inovações operacionais das mais variadas naturezas.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.