investir na bolsa

Investir na bolsa. Seria essa a melhor expressão? Tenho certeza de que você já ouviu algo desse tipo.

Então vamos entender neste artigo por que investir na bolsa não é o termo ideal nem para entender a bolsa de valores e nem para compreender no que estamos investindo.

Mas primeiro de tudo, devemos esclarecer os conceitos.

Começando por ações..

Ações são a menor parte de uma S.A.

Ações na bolsa de valores

Ações são a menor parcela do capital de uma S.A.. Mas e o que isso quer dizer?

É simples. O patrimônio de uma Sociedade Anônima pode pertencer a vários donos, e as ações são apenas o veículo que permite a divisão dessa propriedade. Com essa divisão, fica muito fácil comprar ou vender mais participação nessa S.A. Ou seja, quem compra ações se torna um novo dono e quem vende ações deixa de sê-lo.

Mas vejam que o nome não importa. Ações poderiam se chamar bananas, maças, pedaços, partes, etc… . O principal aqui é entender o conceito, ok?

 

Investimos em empresas, e não em ações

investimento em empresas

investimento em empresas

Então, agora que você já sabe que ações são apenas um instrumento de troca de propriedade, lhe pergunto no que estamos investindo?

A resposta é clara. Estamos investindo nas empresas por trás das ações.

Portanto, ao adquirirmos novas ações, esperamos nos beneficiar com dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) , além da própria valorização da ação. Mas essa valorização nada tem a ver com as características da ação, e sim, é consequência do aumento da geração de caixa da companhia representada por essa ação.

Ou seja, de maneira direta ou indireta, o desempenho do investidor é consequência direta da capacidade das empresas de gerar cada vez mais caixa nas suas operações.

Entretanto, as coisas não são tão transparentes assim. Enquanto os dividendos e JCP são creditados “limpinhos” na sua conta da corretora, o ganho de capital só aparece no longo prazo. No curto prazo, qualquer coisa pode acontecer.

Mas ainda faltou falarmos da bolsa de valores, que talvez seja um dos conceitos mais mal compreendidos pelo público em geral.

O que é a bolsa de valores

bolsa de valores

bolsa de valores

Então, a bolsa de valores é o ambiente de negociação das ações. Simplesmente isso. Compradores e vendedores precisam ter um local para realizarem as negociações. Hoje em dia, esse espaço é virtual. Mas não é gratuito.

A bolsa de valores tupiniquim se chama B³. E adivinhem? Também é uma S.A. de capital aberto. Ou seja, as ações da B³ são negociadas na B³. Ainda não temos outra bolsa aqui no Brasil e portanto, a B³ é um monopólio.

 

Conclusão sobre Investir na bolsa de valores

conclusão investimento em bolsa de valoresInvestir na bolsa de valores não é uma frase muito precisa. Quer dizer, até faz sentido se você investir na própria B³. Contudo, o que queremos dizer com essa expressão é que estamos investindo em empresas cujas ações são negociadas na bolsa de valores. Só que é uma expressão longa, por isso resumimos. Mas espero que tenha ficado claro para você o que são ações, investimentos e bolsa de valores.

Compartilhe a sua opinião
Rodrigo Wainberg

Rodrigo Wainberg

Profissional aprovado no Level III da certificação CFA, investidor em ações há 6 anos, possui registro de Analista e Consultor de Valores Mobiliários, e é Bacharel em Física pela UFRGS.