Investir em dólar vale a pena

Em períodos de crise interna e alta da inflação, investir em dólar para se proteger dos solavancos dos mercados pode ser uma boa opção.

Contudo, investidores utilizam-se da especulação para lucrar com a moeda. Mas será que vale a pena mesmo investir em dólar? Continue a ler este artigo e descubra se realmente investir em dólar é um bom negócio.

Investir em dólar, no Brasil, é uma prática adotada por investidores que buscam diversificar seus investimentos. Apesar de não terem retorno garantido, essa prática é comumente utilizada como forma de hedge (proteção) de patrimônio.

Prática essa utilizada principalmente em períodos de recessão ou de correção do mercado.

Contudo, apesar do alto risco envolvido, esse tipo de investimento tem se mostrado muito eficaz nos últimos anos.

Só em 2015, por exemplo, o dólar se valorizou 48,5%.

Já em 2018, o dólar conta, atualmente, com uma valorização de mais de 10% desde o dia 01 de janeiro.

Investir em dólar

Portanto, o ideal é que o dólar não seja visto como uma forma de investimento, mas sim como um artifício de diversificação.

O intuito é justamente diminuir o risco e a volatilidade dos papéis.

Como investir em dólar?

Há algumas formas de se investir em dólar. Entre elas estão:

  • Papel moeda
  • Ações de empresas exportadoras
  • Fundos cambiais
  • Contratos futuros – investir em dólar na bolsa
  • Mercado de Forex

Por incrível que pareça, o método mais utilizado por investidores e menos eficiente é comprar papel moeda.

Os custos são elevados e as instituições financeiras cobram IOF (imposto sobre operações financeiras), spread (diferença entre preço de compra e preço de venda) entre outras taxas a mais.

Comprar dólar através de empresas exportadoras também pode ser uma excelente ideia, e bem mais prática. As empresas exportadoras sofrem influência direta do preço do dólar.

Portanto, comprando ações dessas empresas, você inevitavelmente estará lastreando seus investimentos na moeda forte.

Contudo, se você não simpatiza com o mercado de ações, há a possibilidade de investir em fundos de investimentos cambiais.

Em contrapartida, a cobrança de imposto de renda (IR) pode ser um ponto inconveniente no curto prazo para esse tipo de investimento.

Para investimentos com prazo menor que 6 meses, as taxas chegam a 22,5% sobre o lucro.

Ainda há os contratos futuros e forex, que são formas mais dinâmicas de investimento em dólar, porém requerem maior conhecimento de certas estratégias de investimento.

Investir em dólar vale a pena?

Apesar dessa moeda entregar a investidores oportunidade de altos ganhos, investir nela pode ser um tanto arriscado.

Uma forma inteligente de se utilizar o dólar em uma carteira de investimentos é colocá-lo como forma de hedge, para se proteger de eventuais depressões do mercado.

Contudo, a primeira coisa que deve ficar clara é que moedas são ativos de renda variável. E por isso não têm garantia nenhuma de retorno.

De fato, moedas costumam oscilar muito mais que ações no negociadas na bolsa de valores.

Investidores mais experientes gostam de investir em dólar como forma de potencializar seus ganhos. Porém, por ser uma forma arriscada de investimento, é preciso um conhecimento acima da média em técnicas de trading (compra e venda em períodos curtos).

Compartilhe a sua opinião

Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.