Por: Tiago Reis

Investir em ações: o melhor negócio para se fazer no longo prazo

Ao contrário do que a maioria da população brasileira imagina, investir em ações é uma tarefa simples de ser aprendida, porém, ela merece um pouco de dedicação em seu início de jornada.

Investir em ações nada mais é do que se tornar sócio de empresas de capital aberto por meio de um mecanismo chamado bolsa de valores.

É extremamente necessário que antes de começar a aplicar os seus recursos no mercado acionário, que o futuro investidor procure informações confiáveis oriundas de profissionais devidamente certificados para tal tarefa.

Esse cuidado deve ser visto com bastante atenção, pois assim como o mercado de ações pode ser um excelente mecanismo de acumulação e construção de riqueza, ele também pode ser um local de jogatina e prejuízos quando a mentalidade do investidor ainda não está consolidada.

Afinal de contas, o que são ações?

Afinal de contas, o que são ações?

Podemos dizer que as ações são frações de uma grande empresa que são negociadas no mercado financeiro.

Funciona como se a empresa fosse dividida em, por exemplo, 1.000.000 partes iguais, ou cotas, pelas quais ao se tornar proprietário de pelo menos uma o investidor já pode se considerar um sócio da companhia.

Portanto para que essa negociação de compra e venda aconteça é necessário que haja um meio do qual esses investidores possam realizar as suas transações. Esse meio é chamado bolsa de valores.

É através da bolsa que as pessoas conseguem se tornar sócios e participar dos resultados das empresas.

Mas para que o investidor possa ter acesso a esse mecanismo é necessário que o mesmo abra uma conta numa corretora.

Lá na corretora o investidor terá à sua disposição uma ferramenta chamada Home Broker, que foi criada para ser uma plataforma que ajuda os investidores a comprar ou vender ações no mercado.

Vale mesmo a pensa investir em ações?

Vale mesmo a pensa investir em ações?

Infelizmente o investimento em ações no Brasil foi posto em segundo plano por muitas décadas até os dias de hoje.

No entanto, existe uma série de estudos feitos em vários países do globo do qual a conclusão foi que o investimento em ações tem sido a melhor aplicação dentre uma série de outros investimentos diferentes quando descontamos a inflação.

Porém, o prazo de investimento a ser avaliado é muito importante de ser levado em consideração, pois no curto prazo, a volatilidade apresentada pelas ações de modo geral podem fazer com que essa classe de ativos venha a não apresentar bons retornos.

Desse modo, é necessário que o investidor desenvolva uma série de características consideradas fundamentais para investir em ações, tais como:

  • Disciplina: característica necessária para que o investidor consiga seguir a sua própria estratégia de investimento.
  • Paciência: a volatilidade do mercado pode fazer com que o investidor se desespere, por isso, é necessária muita calma e tranqüilidade em determinados momentos estresse.
  • Pensamento de longo prazo: o investimento em ações não traz riquezas no curto prazo, é preciso ter em mente que esse é um ótimo mecanismo para multiplicar o patrimônio somente no longo prazo.

Portanto, acreditamos muito firmemente que todo o investidor deve investir em ações, sobretudo quando a sua perspectiva é de colher os frutos de uma renda futura no longo prazo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

206 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs

GARANTA ACESSO AOS DESCONTOS EXCLUSIVOS DA CYBERWEEK

não perca tempo! As ofertas terminam em:

DIAS
 HOR
 MIN
 SEG

CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA ACESSAR AS OFERTAS: