investidor institucional

Você sabe quem é o investidor institucional?

investidor institucional faz parte de um grupo de investidores muito importantes no mercado de capitais  brasileiro e mundial.

De fato existem vários tipos como:

  • Fundos de Pensão
  • Seguradoras
  • Bancos
  • Fundos de Investimento
  • Family Offices

Portanto, como o próprio nome já diz, são instituições que investem recursos com a finalidade de ajudar terceiros.

E portanto, quase sempre possuem mandatos de investimento bem definidos. Esses mandatos definem as classes de ativos permitidas , qual a concentração mínima e máxima, riscos envolvidos, etc..

É o caso diferente do investidor individual que investe o seu próprio dinheiro.Você, como Pessoa Física, pode investir o seu dinheiro onde quer que deseje e em qual concentração preferir.

Já um grande fundo, por exemplo, sempre que se desvia dos limites estabelecidos no seu mandato, tem que comprar ou vender ativos para se enquadrar novamente.

Além disso, uma grande diferença é o volume de recursos investidos.

As instituições geralmente possuem milhões ou bilhões para investir enquanto a maioria dos investidores individuais trabalha com centenas ou milhares.

Por esse mesmo motivo, muitos ativos com menor liquidez ou tamanho simplesmente não são considerados opções viáveis de investimento pelos institucionais.

Caso esse investidor comprasse uma ação com baixa liquidez, por exemplo, poderia ter muita dificuldade em se desfazer de grandes quantidades do ativo quando quisesse.

Além disso, montar posições grandes em Small Caps faria com que esse investidor tivesse que divulgar suas intenções ao mercado, o que pode causar um aumento nos preços, obviamente.

Então vamos ver agora cada um dos tipos de investidores de grande porte.

Fundos de Pensão, de Investimento e Familly Offices

investidores institucionais - fundosOs Fundos de Pensão são os fundos criados por empresas (geralmente Estatais), destinados a sustentar a aposentadoria de seus ex-funcionários.

Como exemplos, temos o Postalis (Correios), Funcef (Caixa Federeal), Previ (Banco do Brasil) e Petros (Petrobrás). Esses investidores possuem dezenas de bilhões de reais para investir e inclusive, detêm posições relevantes em várias companhias de capital aberto.

Já os fundos de investimento são uma comunhão de recursos de terceiros investidos sob a gestão de uma gestora de recursos, também chamada de Asset Management.

Existem diversos fundos na indústria: Ações, Multimercado, de Renda Fixa, Imobiliários, Cambial, de participações (Private e Venture capital).

Na prática são muito numerosos e variam enormemente no tamanho. Existem fundos com apenas algumas dezenas de milhões enquanto outros trabalham com bilhões.

Por fim, os Familly Offices são gestoras exclusivas, por assim dizer, que tem como objetivo gerir a fortuna de algumas famílias muito abastadas.

Seguradoras e Bancos

seguradoras - investidores institucionaisAs seguradoras e bancos são investidores mais conhecidos do mercado. Como essas instituições trabalham basicamente com dinheiro, então grande parte do patrimônio está alocado em ações e outras participações societárias.

Aliás, muitas empresas de capital aberto, mesmo não financeiras, detêm participações em outras sociedades. E inclusive, atuam na compra e venda de ações listadas na B³.

 

Conclusão sobre o investidor institucional

conclusão investidor institucionalO investidor institucional é um participante importante do mercado. E mesmo que a Pessoa Física não consiga replicar as estratégias de alguns profissionais, nada impede que possa obter retornos inclusive maiores, especialmente quando levamos em conta as limitações dos investidores de grande porte.

Compartilhe a sua opinião
Rodrigo Wainberg

Rodrigo Wainberg

Profissional aprovado no Level III da certificação CFA, investidor em ações há 6 anos, possui registro de Analista e Consultor de Valores Mobiliários, e é Bacharel em Física pela UFRGS.