Acesso Rápido

    Você conhece os instrumentos de política monetária usados na economia?

    Você conhece os instrumentos de política monetária usados na economia?

    Dentro do contexto de controle inflacionário e da conjuntura estrutural da gerência das metas da inflação, os instrumentos de política monetária são conceitos muito presentes e importantes.

    Isto posto, saber sobre como funciona a dinâmica em volta dos instrumentos de política monetária no país se faz muito importante para um investidor que possui os seus planos de aplicações voltados para o longo prazo.

    O que são os instrumentos de política monetária?

    Os instrumentos de política monetária são mecanismos utilizados pelo Banco Central com a responsabilidade de conduzir a política monetária para controlar a oferta da moeda e a taxa de juros.

    São três os principais instrumentos de política monetária presentes nesta conjuntura:

    • Open Market;
    • Redesconto;
    • Depósito compulsório;

    Dito isso, uma menção a cada um deles e faz necessária para seus respectivos entendimentos.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Open Market

    Em uma tradução direta para o português, o Open Market é algo relativo a “mercado aberto”, e baseia-se na compra e venda de títulos públicos federais.

    Neste sentido, o Banco Central pode comprar ou vender esses títulos da maneira que achar mais conveniente, de acordo com sua necessidade.

    Atuando dessa maneira, o Open Market possui um impacto imediato em nossa economia, haja vista que este é um instrumento de curto prazo, ou seja, é ágil e eficaz frente aos outros dois mecanismos.

    Redesconto

    O Redesconto é uma espécie de uma modalidade de “empréstimo” do Banco Central para as instituições financeiras que visa atender eventuais problemas de liquidez, de natureza circunstancial e de curto prazo.

    Geralmente, o redesconto é utilizado em casos mais graves e, por conta disso, apresenta um caráter mais “punitivo”, onde as taxas de juros geralmente são mais elevadas que a média.

    Esse mecanismo é considerado, ainda, um instrumento monetário de médio prazo.

    Depósito Compulsório

    O depósito compulsório é uma espécie de recolhimento, feito pelos bancos, de um percentual sobre os valores depositados de acordo com a política do Banco Central.

    Dessa maneira, quanto maior é esse tipo de depósito, menor a quantidade de dinheiro que os bancos terão disponível para financiar a economia como um todo.

    Normalmente esse depósito é feito em moeda ou em títulos públicos federais e limita a quantidade de recursos que os bancos podem emprestar.

    Dito isso, se considera que o depósito compulsório é um meio de política monetária voltado para o longo prazo.

    Qual é a importância dos instrumentos de política monetária?

    Fica claro perceber que, por meio dos recursos financeiros destacados, o governo pode – e deve – utilizar esses meios para manter sob controle a inflação e também a quantidade de capital circulante, muitas vezes por meio da emissão de títulos disponibilizados para o mercado.

    Com isso, é de se esperar que, por meio do Banco Central e de suas políticas monetárias coerentes, que a economia se movimente sob padrões cíclicos. Entretanto, sob a certeza de que com atitudes e decisões tomadas de maneira serena e prudente, os seus padrões variem e tendam a se movimentar diante de conjunturas que proporcionem um bom desempenho do mercado no longo prazo.

    Isto posto, fica claro que, para todo investidor, se atentar aos instrumentos de política monetária utilizados pelas entidades competentes pode representar um sucesso no que diz respeito à aplicação de capital no mercado financeiro com foco em um horizonte considerável de tempo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    4 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Edson gime 26 de agosto de 2019

      Muito útil..obrigado Deus o abençoe!!!!

      Responder
    • kelly 9 de setembro de 2019

      a) Qual é a posição hierárquica do Bacen no SFN? Quais são suas funções nessa posição e a quais órgãos ele está sujeito?
      b) Como o Bacen pode utilizar os instrumentos de política monetária para interferir na quantidade de moeda em circulação?

      Responder
    • Cristina pacheco 16 de novembro de 2019

      EXCELENTE TRABALHO TIAGO REIS.
      MUITO ORIGADA

      Responder
    • cleberson ferreira 24 de fevereiro de 2020

      excelente trabalho,trazendo uma clareza Impar de como funciona a política monetária no brasil

      Responder