informações trimestrais
Por: Tiago Reis

Informações trimestrais: saiba mais sobre esse tipo de divulgação

A análise das informações trimestrais ajuda na estratégia de longo prazo de alguns investidores. Essa é uma maneira de analisar o cenário macroeconômico em que seus investimentos estarão inseridos.

Nas informações trimestrais temos uma visão geral das demonstrações financeiras, balanço patrimonial e resultados obtidos no período de exercício. As demonstrações financeiras das empresas de capital aberto são importantes para manter a relação com o investidor, inclusive com dados sobre pagamento de proventos.

O que são informações trimestrais?

As informações trimestrais são entregues até 45 dias após o termino do trimestre do exercício social. Sendo este o principal canal de comunicação para que as empresas relatem o lucro ou prejuízo apurado no período.

Invista como Warren Buffett

O desempenho do trimestre pode ser divulgado antes do prazo de 45 dias, através de boletins informativos para os acionistas. A demonstração de resultados sempre é realizada através de formulários, cujas instruções estão no artigo 16, inciso VIII da Instrução CVM n° 202/1993.

As empresas listadas na bolsa de valores são obrigadas a esclarecerem o resultado financeiro através de um formulário DFP – Demonstrações financeiras padronizadas. O documento inclui todo resultado do exercício social.

Quando a empresa altera o estatutário de um exercício social em mais de 1 ano, segundo artigo 175 da Lei 6.404/76, poderá apresentar até 3 formulários. Eles são chamados de ITR (Formulário de Informações Trimestrais), e servem para atualização dos resultados.

A CVM, através da Instrução 245/96, estabelece que as companhias abertas e listadas na bolsa de valores ou mercado balcão organizado, cujo o faturamento consolidado for inferior a R$ 100.000.000,00 em exercício anterior, precisam apresentar o relatório ITR obrigatoriamente.

O que as companhias devem divulgar?

No artigo 8 da Instrução n°202/93 a CVM, consta que as companhias devem informar sobre as projeções de crescimento e estas projeções serão acompanhadas através do formulário ITR. Dessa maneira, os acionistas acompanham o desenvolvimento das companhias durante o ano e o resultado dos projetos apresentados.

Outra instrução da CVM (414/04) diz que as empresas de capital aberto deverão relatar no ITR e nas DFP as: aquisições, retrocessões, pagamentos e inadimplência de crédito para emitir CRI (Certificado de Registros Imobiliários).

É importante que as companhias apresentem informações consolidadas, embora não exista nenhuma instrução na CVM que acentue isso.

Quer saber melhor sobre as informações que um negócio divulga? Faça o minicurso de contabilidade para investidores da Suno.

Aprenda como analisar uma ação

O que tem no formulário ITR?

  • Informações contábeis do trimestre (São elaborados em conformidade com as regras contábeis);
  • Relatos do CEO da empresa sobre o período de exercício apresentado;
  • Comparativo dos resultados do trimestre anterior e o atual;
  • Visão sobre vendas da empresa, custos e despesas (balanço);
  • Demonstrações do fluxo de caixa;

O último trimestre de exercício do ano não obedece ao prazo de 45 dias.

Apresentação do resultado consolidado

Os formulários são revisados por auditor independente com registro na CVM. Somente para as empresas de capital aberto da categoria A, o formulário ITR terá o resultado financeiro consolidado. Sempre que as projeções trimestrais forem divulgadas com seus respectivos resultados, as companhias devem justificar estes resultados e as razões que levarão às diferenças de sua projeção.

As informações trimestrais são uma das maneiras dos investidores ou acionistas acompanharem o desempenho da empresa, nesses relatórios conseguimos observar principalmente a visão do CEO para o cenário macroeconômico vivenciado por sua empresa. Um relato parcial sobre desempenho e dados financeiros ajudarão os analistas a entenderem a perspectiva para os ativos dela.

Conseguiu entender como funcionam as informações trimestrais? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!