IBC-Br
Por: Tiago Reis

IBC-BR: saiba mais sobre esse indicador de crescimento da economia

Para mensurar o crescimento econômico de um país em determinado período, o indicador mais utilizado pelos economistas é o crescimento do PIB. Porém, para formular suas políticas monetárias, o Banco Central utiliza um outro índice como base: o IBC-Br.

Por ser um índice com abrangência nacional e envolver estimativas para indústria, agropecuária e serviços, (acrescentando-se os impostos sobre os produtos), o IBC-Br é considerado um indicador com alto grau de relevância, servindo principalmente para embasar as decisões econômicas do governo.

O que é o IBC-Br?

Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) é um índice calculado pelo Banco Central (BACEN) que avalia o ritmo de crescimento da economia brasileira. O seu objetivo principal é de prever o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) para um determinado período.

Por ser uma estimativa formada por diversos outros componentes, e não um dado oficial, o IBC-Br pode ser formulado e atualizado a qualquer momento do ano. Dessa forma, o índice é um dos principais fatores que auxiliam as autoridades monetárias a definirem a Taxa Selic, a taxa básica de juros do Brasil, durante as reuniões do Comitê de Política Monetária (COPOM).

Como funciona o IBC-Br?

Como já mencionado, este índice é definido pelo Banco Central. Suas principais características são:

  1. Influencia diretamente as estimativas do PIB no mercado financeiro;
  2. É uma das principais formas de monitorar do crescimento da economia brasileira ao longo dos meses;
  3. Influi na definição da meta da taxa básica de juros da economia ou Taxa Selic.

Antigamente, ele era divulgado de forma segmentada em cada Estado ou região. Porém, nos dias atuais, ele é calculado em âmbito nacional.

A Suno pode ajudar você a entender mais sobre política econômica, finanças e investimentos. Fale conosco. Baixe, gratuitamente, nossa Planilha da Vida Financeira.

IBC-Br

Diferença entre IBC-Br e PIB

Embora os dois indicadores mensurem a atividade econômica no Brasil, existem diferenças significativas entre a metodologia de cálculo do IBC-Br e a metodologia de cálculo do PIB.

O IBC-Br do Banco Central:

  • Foi criado como referência para avaliar a atividade econômica do Brasil;
  • Orienta a política de controle da inflação através do Comitê de Política Monetária ou Copom, já que o PIB oficial é divulgado com defasagem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE);
  • Considera a trajetória das variáveis tidas como bons indicadores do desempenho dos setores da indústria, da agropecuária e dos serviços.

Por outro lado, o PIB:

  • É calculado pelo IBGE, que parte do somatório dos bens e serviços produzidos na economia brasileira;
  • Produção: considera a agropecuária, a indústria, os serviços e os impostos na produção;
  • Demanda: computa dados de consumo da população e do governo e investimentos, e ainda exportações e importações.

Assim, a metodologia IBC-Br apresenta algumas variações em relação à metodologia PIB, embora o IBC-Br possa ser considerado um indicador de tendência do PIB, sem chegar a consistir em medida prévia deste.

Como o IBC-Br é utilizado pelo Banco Central?

O BACEN utiliza o indicador IBC-Br como uma das ferramentas para delimitar a taxa básica de juros ou Taxa Selic.

Este índice é revisto mensalmente pelo BACEN desde que passou a fazer parte dos dados do IBGE, entretanto, a partir de março de 2015 ocorreram algumas mudanças. Assim, o BACEN passou a incorporar metodologias e informações advindas do IBGE em relação ao indicador IBC-Br.

Já em janeiro de 2016, o BACEN realizou uma revisão da apuração do índice, incorporando a estrutura de produtos e as metodologias do Sistema de Contas Nacional.

Ainda foram incluídos outros indicadores, como a PNAD Contínua, que substituiu a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), e a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Enfim, o IBC-Br foi criado pelo BACEN e, a exemplo do PIB, é um indicador de crescimento da economia brasileira, embora as metodologias de cálculo deles sejam diferentes.

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

342 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Como analisar uma ação

Conheça o Passo A Passo para você analisar e entender se uma ação é realmente boa!

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores