Acesso Rápido

    Hurdle rate: saiba mais sobre essa taxa mínima de atratividade

    Hurdle rate: saiba mais sobre essa taxa mínima de atratividade

    Faz parte de uma boa educação financeira conhecer a taxa mínima de atratividade de um investimento, conhecida também como hurdle rate.

    Conhecendo a hurdle rate, o investidor terá mais propriedade para embasar suas decisões de investimento, otimizando assim suas chances de ganhos e minimizando chances de perda.

    O que é a hurdle rate?

    A hurdle rate, também conhecida como a menor taxa de retorno aceita, é a taxa piso que um investimento ou projeto tem que ter para torná-lo financeiramente interessante para o investidor ou empresário.

    Portanto, a hurdle rate é a taxa de remuneração mínima de um investimento, o que justifica a importância dessa taxa para a tomada de decisão financeira.

    E-book: Aprenda como analisar uma ação

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    A taxa é formada por alguns fatores que envolvem a situação financeira da empresa, as demais oportunidades disponíveis do mercado e informações sobre o risco da operação.

    Fatores que compõem a hurdle rate

    Para definir uma taxa mínima de remuneração que um investimento deve trazer para que este seja atrativo, é necessário, evidentemente, analisar fatores internos do negócio, assim como analisar o fatores externos que reflitam a situação corrente do mercado.

    Assim, entre os principais fatores que devem ser analisados para o cálculo da hurdle rate, estão:

    Custo de oportunidade

    O custo de oportunidade é extraído através da análise da remuneração de outras oportunidades de investimentos que foram renunciadas para a realização do investimento em questão.

    Geralmente, a taxa usada como referência para o custo de oportunidade pelos empresários e investidores é a taxa básica de juros ou, no mercado financeiro principalmente, o CDI.

    Inflação e juros

    É indispensável analisar a inflação e o juros, já que, quanto maior for esses 2 indicadores econômicos, maior terá que ser a hurdle rate para que o investimento seja financeiramente viável.

    Liquidez

    A liquidez é a velocidade ou facilidade em que o ativo em questão pode ser convertido em dinheiro para o investidor.

    Esse aspecto também é importante para a formação da hurdle rate, afinal, quanto menor a liquidez, mais difícil será converter o investimento em caixa no momento necessário.

    Custo de capital

    O custo de capital será o custo que o empresário ou investidor terá que despender para realizar o investimento.

    Pode ser a taxa de juros de um empréstimo, taxa de retorno para acionistas, entre outros custos.

    Prêmio de risco

    Retorno que deve ser obtido a partir do risco envolvendo a aplicação. Obviamente, investimentos mais arriscados exigem maiores retornos.

    Entender esses conceitos é fundamental para fazer bons investimentos. Deseja aprender ainda mais para começar a investir bem? Então baixe o Ebook manual do investidor da Suno.

    Como calcular a Hurdle rate?

    Uma das formas mais comuns para calcular a hurdle rate é avaliar o custo de capital médio ponderado (WACC) e ajustá-lo para o prêmio de risco projetado.

    O custo de capital médio pode ser interpretado como o valor que a empresa precisa retornar ao investidor para cada R$1 investido na empresa.

    Se a empresa precisa retornar 3 centavos para cada real, por exemplo, isso quer dizer que nenhum investimento que pague menos de 3% deve ser realizado pela empresa.

    Para calcular esse custo de capital médio é possível usar a seguinte fórmula:

    • Custo de capital médio = ((Valor total de ações/Valor da companhia) * Taxa de retorno das ações) + [((Valor total da dívida/Valor da companhia) * juros da dívida) * (1 – alíquota tributária da empresa)]

    Por outro lado, o prêmio de risco é a porcentagem que o investidor espera receber de retorno baseado no risco associado ao investimento.

    Esse prêmio pode ser expresso matematicamente como:

    • Prêmio de risco = Retorno do investimento – Retorno de um investimento livre de risco (títulos do tesouro, por exemplo)

    Desta forma, normalmente a hurdle rate costuma ser expressa como a soma do custo de capital médio com o prêmio de risco projetado.

    Importância da hurdle rate para os investimentos

    Minicurso: Contabilidade para Investidores

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Ter a informação da mínima taxa de retorno que um investimento deve apresentar para que ele seja interessante para o investidor é muito importante.

    Entre as principais vantagens do uso da hurdle rate, estão:

    • Objetividade na definição de um taxa de remuneração mínima desejada;
    • Mais fundamentação para a tomada de decisão de investimento;
    • Tira o foco em fatores não financeiros envolvendo o projeto, e traz a análise totalmente para o campo financeiro.

    É importante destacar que, como todo indicador financeiro, a hurdle rate possui limitações, portanto nenhuma análise deve ser feita exclusivamente com esse conceito.

    Esse artigo te ajudou a entender melhor o que é hurdle rate? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *