Por: Tiago Reis

O que é home broker? Saiba como utilizar essa plataforma

Com os avanços tecnológicos em que todos os setores de uma economia vêm passando, o mundo dos investimentos também vem sendo alvo de novas tecnologias revolucionárias, dentre elas o advento do próprio home broker.

O​ home broker ​foi criado com o intuito de tornar possível a conexão entre os investidores e o mercado de capitais ou bolsa de valores. ​Com ele, investidores com pouca ou nenhuma experiência têm acesso a investimentos que antes eram restritos a apenas poucas pessoas. Para tanto, conhecer a ferramenta é fundamental.

O que é home broker?

Home broker é uma plataforma digital que possibilita que ​ações ​e outros ativos financeiros sejam negociados de forma eletrônica, via internet. Esse sistema ​contém praticamente todas as funcionalidades necessárias para que investidores possam realizar os mais diversos tipos de investimentos, inclusive a negociação com derivativos.

Essa excelente ferramenta somente foi possível graças à criação da internet, que hoje é responsável pela grande maioria das transações financeiras que ocorre no mundo todo.

A grande vantagem de um home broker está na sua evidente praticidade no momento de investir. De maneira geral, essa ferramenta proporcionou aos investidores muito mais liberdade na conexão com a ​bolsa de valores​.

Diferentemente do que muita gente possa pensar, a utilização de um home broker é bastante simples e intuitiva. O conceito básico é justamente a conexão entre quem quer comprar ações e quem quer vendê-las ou vice e versa.

Planilha de Controle de Investimentos

Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

O sistema funciona por meio da emissão de ordens do usuário para corretoras ou bancos. Corretoras são empresas que ligam investidores e ativos financeiros. Elas atuam de forma diferente dos bancos. Dessa forma, não oferecem a seu clientes produtos comuns de bancos, como ​fornecimento de crédito.

Outra grande vantagem foi o barateamento das transações financeiras, das quais agora não necessitam de dispendiosas taxas de corretagem e um enorme contingente de funcionários para atender as operações.

Como os primeiros home brokers foram criados?

O ​home broker ​é um dos mais recentes casos de uso da tecnologia no mercado financeiro. Mas para chegar até aqui, houve muitos avanços nessa área.

Em 1972, a Bovespa se transforma na primeira bolsa brasileira a ter um pregão automatizado. As informações eram disseminadas em tempo real, graças ao uso de rede ampla de computadores. Ao final da década, houve a introdução de operações com opções de ações.

Na década de 1980, é implantado o​ Sistema Privado de Operações por Telefone (SPOT). Tratava-se de uma rede de serviços voltada para atuação de corretoras.

Nos anos 1990, são iniciadas as negociações via ​Sistema de Negociação Eletrônica ​- CATS (Computer Assisted Trading System). Inicialmente, a operação ocorria de forma simultânea com o Pregão Viva Voz.

Em 1997, é criado o ​Mega Bolsa​, novo sistema de negociação eletrônica. Com ele, o processamento de informações sofreu um incremento substancial. Na década seguinte surgem os serviços de home broker e ​after-market ​, que é o período de negociação fora do horário tradicional, ou seja, após o fechamento às 17h.

Em 2006, a operação passa a ser apenas via ​pregão eletrônico​ doméstico.

Como utilizar o home broker?

Infográfico Home Broker

A ferramenta de home broker é utilizada para compras e vendas na ​B3, a Bolsa de Valores de São Paulo​. Para ter acesso a ela, no entanto, é necessário criar conta em uma corretora de valores.

Após esse primeiro passo, a instituição vai fornecer um nome de usuário e uma senha para acesso a ferramenta. A partir daí, possuindo saldo na conta, já é possível fazer a negociação de ativos​.

Os principais bancos, como ​Santander, Itaú e Banco do Brasi​l e todas as corretoras, como ​XP e Rico​, possuem seus próprios home brokers. Apesar de diferenças pontuais, todos eles contam com opções para negociação de ações, fundos de investimento e títulos do governo, entre outros.

Como investir através do home broker?

Após criada a conta na corretora, o usuário deve fazer o envio do dinheiro para ela. Em geral, isso é feito por meio de ​depósito bancário​. O TED deve ser feito a partir de contas bancárias que sejam de propriedade do mesmo cliente, ou seja, que sejam vinculadas ao mesmo CPF.

Os sistemas atuais não exigem instalação de programas. Para ocorrer o acesso ao home broker, basta entrar no site da empresa pelo navegador e fazer o login.

Ao entrar com sua senha, você terá acesso à ​cotação das ações da Bolsa​.

Ao selecionar uma ação de determinada empresa, você verá os botões de ​compra e venda​. Se desejar comprar, será necessário preencher quanto deseja pagar por aquela ação e quantas ações deseja adquirir. Na sequência, você deve lançar a ordem. A operação será realizada assim que o sistema encontrar um vendedor que aceite o valor.

5 amostras gratuitas para você conhecer a Suno!

Quando concluída a operação, a ação aparecerá na sua ​carteira de investimentos​.

A venda pode ocorrer a qualquer momento. Para tanto, você terá que lançar uma ordem de venda. Assim como na compra, defina quantas ações deseja vender e por qual preço. Quando forem encontrados compradores dispostos a pagar tal valor, o sistema executará o negócio.

Nesse momento, é válido fazer uma ressalva. Não adianta querer vender um papel a R$ 50 se ele estiver cotado a R$ 20. Nesse caso, o sistema não vai encontrar nenhum interessado e você vai perder a chance de vender a ação.

Consultando o book de ofertas pelo home borker

Para evitar esse tipo de situação, fique atento às cotações de cada ativo. Logo, acompanhar o ​book de ofertas​ é fundamental.

O book de ofertas é local em que podem ser encontradas as intenções de compra e venda da Bolsa. Traduzindo de maneira simples, é uma listagem onde são registradas todas as ofertas de um determinado papel da Bovespa.

O nome remonta da época em que essa intenções eram escritas em um livro e depois repassadas para um quadro visível a todos os presentes no pregão. Isso ocorria nas bolsas de valores antes da era dos computadores.

É que esse livro é atualizado em tempo real e, dependendo do papel que está sendo negociado, a variação é intensa. Quanto mais ​líquida for uma ação​, mais procura tanto para se vender como para se comprar.

A função primordial do book de ofertas é unir compradores e vendedores. Dessa forma, as ofertas de compra e venda ficam expostas na tela até que elas se encontrem.

No lado esquerdo da tela, estarão listados os valores oferecidos por quem quer comprar uma determinada quantidade de ações. Em primeiro lugar na lista está aquele que estiver disposto a pagar o preço mais alto.

Já do lado direito da tabela aparecem os que querem vender. A melhor oferta de venda estará no topo da lista. No momento em que o melhor preço de venda e compra são iguais, ocorre a comercialização daquela ação.

Exemplo de utilização do home broker

Para entender melhor, que tal um exemplo?

Vamos imaginar que as ações da Empresa A estão sendo negociadas. O investidor 1 pretende vende-las a R$100. A oferta dele aparece do lado direito da tela.

Já o investidor 2 quer comprar ações da Empresa A por R$90. A oferta dele aparece do lado esquerdo do book de ofertas.

Nesse caso, se não houver mudança nos valores oferecidos e mais ninguém fizer propostas que se encaixem, não haverá negócio. Agora, caso haja uma mudança ou apareçam outros investidores que aceitem os valores, o ​negócio é fechado e a venda concretizada.

Por meio do home broker, também é possível comprar títulos do Tesouro Direto. Esse é um dos investimentos que mais crescem no Brasil. No entanto, essa classe de investimento tem detalhes que não devem ser deixados de lado.

Quer saber mais  sobre o Tesouro Direto? Faça agora mesmo o nosso curso ​Investindo no Tesouro Direto​ É de graça.

Principais ferramentas do home broker

Indo muito mais além da capacidade de dar liberdade ao investidor no mercado financeiro, o ​home broker​ possui funcionalidades das mais variadas possíveis que fazem dessa plataforma digital um item fundamental para um investidor de sucesso.

A princípio, uma das atribuições dessa plataforma é a possibilidade de ​acompanhar a cotação de uma ação em tempo real.​​ Assim, você pode tomar decisões de compra ou venda de ações de acordo com a movimentação do mercado.

Uma ​ação é uma pequena parte do capital​ de uma empresa. Esse valor pode variar várias vezes ao longo de um único dia. Diversos aspectos podem influenciar nesse preço, como notícias referentes à empresa ou então movimentações na política econômica do país.

Outros pontos cruciais do home broker são a agilidade e praticidade no momento de realizar os seus investimentos. Pois através dela podemos emitir rapidamente, ordens de compra e venda a qualquer momento durante o funcionamento do mercado. ​Essa é uma das mais importantes características da plataforma. Todo o processo é realizado por meio da internet.

Assim que a ordem é realizada, o investidor possui a capacidade de monitorar através da plataforma a ​efetivação ​de sua ordem também em tempo real.​ O investidor pode acompanhar se a ordem do pedido foi executada ou não.

Essa agilidade faz com que o investidor possa aproveitar as melhores oportunidades de negociação. As ​ordens de compra e venda​ podem ser realizadas com com total autonomia e em questão de poucos segundos.

Antes da implantação desse tipo de software, era necessário entrar em contato com uma corretora, aguardar o atendimento do operador, para só então dar início ao processo de compra ou venda.

Além da movimentação, o usuário pode visualizar e atualizar todos os dados administrativos. Ou seja, consegue ver suas informações pessoais, seu saldo em carteira e saldo financeiro.

Dessa forma, com o home broker, você pode acompanhar bem de perto suas operações e ter acesso a dados como o saldo na hora e no lugar que quiser.

É importante também destacar que cada corretora de valores possui a sua própria plataforma de negociação​. Pois no fim das contas, são as corretoras as responsáveis por fazer a conexão entre o investidor e a bolsa de valores.

Ou seja, podem existir funções específicas ou diferentes quando comparadas com as que acabamos de listar.

Quer saber mais sobre investimentos? Baixe agora mesmo o e-book gratuito ​Comece a Investir na Bolsa​. Você vai ficar sabendo o que são ações, dividendos e fundos imobiliários.

Home broker ou mesa de operações: qual usar?

Com a tecnologia cada vez mais presente em nosso dia a dia, investir por meio do home broker é bastante comum. Apesar disso, a ​mesa de operações ​continua existindo e é fundamental para o funcionamento do mercado.

A mesa de operações​ é  uma opção para quem não quer operar sozinho no mercado financeiro. Trata-se do local em que profissionais negociam ativos financeiros. A maioria das instituições financeiras possui um espaço como esse, onde são realizadas ações de compra e venda de ações, títulos, moedas, entre outros.

Além dessas negociações, as mesas e seus profissionais auxiliam os clientes na escolha de produtos e na avaliação de riscos. A mesa de operações é, em geral, utilizada por ​investidores de grande porte​ que buscam atendimento personalizado.

Fora isso, é um instrumento utilizado por aqueles que pretendem ter acesso a produtos financeiros exclusivos ou fazer operações estruturadas, tais como long-short e alavancagem.

Quando o investimento é feito por esse método, há cobrança de uma ​taxa de corretagem​ variável. Dessa forma, o valor cobrado será alterado conforme o montante negociado. Quando maior for esse montante, mais alta será a taxa. Esses valores variam de corretora para corretora. Muitas delas oferecem pacotes, que incluem determinada quantidade de movimentações.

Por outro lado, quando o investimento é feito via home broker, a ​taxa de corretagem​ é fixa. Nesses casos, o percentual é único para cada compra e venda independentemente do quanto for movimentado.

Para decidir se o ideal é investir via home broker ou mesa de operações é fundamental fazer uma avaliação do seu perfil de investimentos. O home broker possibilita uma maior ​independência​ no encaminhamento das ordens. Já a mesa de operações oferece uma atendimento mais personalizado e cobra por esse tipo de serviço.

Antes da escolha, portanto, entre em contato com a instituição financeira e verifique cada uma das possibilidades. Além disso, informe-se sobre as taxas cobradas e quais os benefícios.

Essas são algumas das dicas do e-book Aprenda como analisar uma ação​, elaborado pela equipe da Suno. Baixe agora mesmo, é de graça.

Vantagens e desvantagens de investir pelo home broker

home broker

As vantagens de utilizar essa plataforma ao invés de acessar a mesa de operações de uma corretora são muitas, a seguir listaremos apenas algumas das principais:

Autonomia para investir

É evidente a liberdade que ganhamos ao fazer inúmeras operações através do home broker de uma corretora. Diferentemente de outros sistemas, com o home broker você pode fazer todas as operações de forma autônoma, sem necessidade de consultar um operador, por exemplo. Assim, investir depende unicamente da sua capacidade de entender os processos e assumir riscos.

Possibilidade de investir a qualquer hora, de qualquer lugar

O investidor de forma nenhuma precisa estar numa corretora para realizar as suas operações, basta o mesmo ter acesso à internet ​que a ferramenta estará inteiramente aberta para ele. ​O investimento pode ser feito até mesmo pelo celular. A maioria das corretoras oferece uma ​versão mobile do sistema de home broker​.

Logo, para acompanhar seu saldo ou fazer movimentações, basta estar conectado, seja via computador ou smartphone. Assim você pode utilizar o programa em casa, no trabalho, durante viagens ou em qualquer outro lugar.Isso permite um maior controle sobre a sua carteira.

Estruturação de operações

A possibilidade de estruturar operações, como colocar ordens de ​stop loss para limitar o prejuízo,​ principalmente para aqueles que estão no mercado com o objetivo de especular. é uma funcionalidade muito importante.

Valuation e precificação de ativos

Economia de custos

Os custos para operar um home broker são mais uma vantagem dessa tecnologia. Uma vez que as operações são feitas pelo próprio investidor, a taxa de corretagem é menor do que as cobradas pelas transações feitas por meio da Mesa de Operações. Como não há operadores ​executando as ordens​, as corretoras conseguem reduzir o custo das transações

Ao escolhermos uma boa plataforma de negociação, obviamente temos que verificar também a qualidade da corretora de valores. Atributos como preços de corretagem, estabilidade do sistema e agilidade nas operações podem ser muito importantes na hora de escolher a corretora por meio da qual iremos investir.

Por fim, é muito importante salientarmos que antes de decidir usar o home broker de sua corretora é fundamental que o investidor estude como a plataforma funciona para que ordens indesejadas não venham a acontecer em suas operações.

Como escolher o melhor home broker?

Como já foi dito, o home broker apresenta muitas vantagens, como a comodidade e a praticidade. No entanto, cada corretora possui características distintas.

Dessa forma, o ​home broker XP será diferente e terá funções específicas que talvez não estejam no ​home broker Rico. ​O mesmo pode ocorrer na hora de compararmos o ​home broker Santander ​com o ​home broker Itaú.

Independentemente disso, quem consegue utilizar um não terá dificuldades em operar com outro. Veja a seguir algumas orientações para escolher a melhor plataforma de investimentos.

  1. Conheça a corretora: ​o home broker foi criado para que você possa operá-lo Apesar disso, é importante ter a segurança e saber que está trabalhando com uma corretora confiável, que pode ser acionada quando necessário.
  2. Confira os custos​: veja qual é cobrança para operar esse tipo de serviço. Observe se há vantagens ou pacotes para clientes frequentes. Isso pode fazer a diferença na hora de aferir sua rentabilidade. Fique de olho nas seguintes taxas: corretagem, custódia, TED e impostos.
  3. Apoio técnico: operar de forma autônoma exige conhecimento, mas você também pode precisar de auxílio. Muitas corretoras possuem especialistas que pode ajudar em momentos específicos.
  4. Ferramentas de conhecimento​: algumas corretoras dão acesso a programas de treinamento. Esse conteúdo pode ser em texto ou em vídeo, com informações importantes sobre estratégias para operar no mercado de ações.
  5. Faça operações simuladas: veja se a corretora possui um simulador de home Com ele, você pode simular um investimento e analisar os gráficos. Dessa forma, você consegue ter um perspectiva do que de fato pode ocorrer.

Principais home brokers do mercado

Vamos falar na sequência sobre algumas das principais opções de home broker disponíveis hoje no mercado.

  • Home broker XP. ​Possui mais de 100 mil clientes. A XP é a maior corretora do país cadastrada na Bolsa. Oferece produtos financeiros diversos.
  • Home broker Easynvest.​ É uma das primeiras a oferecer os serviços pela Conta com análises gráficas e treinamentos.
  • Home broker Rico.​ É uma das maiores corretoras do mercado. O home broker oferece serviços para acompanhamento de ações. Além disso, possui atendimento online e serviços de treinamento.
  • Home broker BB. ​É da corretora do Banco do Brasil. Possui portfólio de produtos mais limitado.
  • Home broker Itaú.​ A corretora do banco Itaú tem produtos voltados a clientes do banco.
  • Home broker Bradesco.​ Voltado para clientes do banco Bradesco, tem opções limitadas de investimentos.
E-book: 10 livros que todo investidor deveria ler

Conheça os 10 livros de investimentos e finanças mais importantes e amplie seus conhecimentos como investidor!

Perguntas Frequentes sobre Home Broker
O que é home broker?

Home broker é uma plataforma digital que possibilita a negociação de ações e outros ativos financeiros. Esse sistema, operado via internet, conta com todas as funções necessárias para que um investimento em renda fixa ou variável possa ser feito.

Com ele, é possível investir no tesouro direto, em fundos de CDB e em fundos imobiliários, por exemplo.

Qual é o melhor home broker?

O melhor home broker é aquele que melhor atender suas necessidades. Para tanto, verifique se a plataforma tem seu uso facilitado. Além disso, é importante saber quais são os custos de operação e quais são as taxas cobradas.

Um bom home broker também dá acesso a programas de treinamento e informação, para que você aprenda a investir da melhor forma.

O que é mesa de operações?

Mesa de operações é uma alternativa ao home broker. Trata-se de uma opção para quem não quer operar sozinho no mercado financeiro. Na mesa de operação, profissionais especializados fazem negociações financeiras, como ações de compra e venda de ações, títulos, moedas, entre outros. Nessa opção, há uma cobrança maior de taxas, quando comparada com o home broker.

Como comprar ações de uma empresa?

Ações de uma empresa podem ser compradas por meio do home broker. Depois da conta aberta na corretora, basta entrar no programa e buscar o código da empresa. A partir daí, é necessário fazer uma oferta, indicando quantas ações deseja comprar.

Fique atento aos valores. Antes de qualquer compra, é importante fazer um estudo daquela ação e estar ciente de todos os riscos.

Como ter acesso a um home broker?

Para ter acesso a um ​home broker ​você precisa abrir conta em uma corretora de valores. Depois da conta aberta, é necessário enviar dinheiro para ela. Isso pode ser feito via DOC ou TED do seu banco para a corretora. Essa transferência só pode ser realizada entre contas pertencentes a um mesmo CPF.

Bibliografia

https://www.entrepreneur.com/article/320917/

https://www.investopedia.com/terms/t/trading-platform.asp

http://www.investidor.gov.br/menu/Menu_Investidor/funcionamento_mercado/tipos_de_ordens.html

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.