Acesso Rápido

    HGLG11: O maior fundo de galpões logísticos da bolsa de valores

    HGLG11: O maior fundo de galpões logísticos da bolsa de valores

    Os imóveis do HGLG11 estão posicionados nas principais cidades em São Paulo (58%), Rio de Janeiro (11%) e Santa Catarina (31%).

    HGLG11 possui um portfólio diversificado em 11 imóveis com Área Total de 203 mil m², contando com mais de 60 contratos de locações de segmentos diversos, dentre eles: Saúde, Embalagens, Siderurgia, Máquinas e Equipamentos, Químicos, Tecnologia de Informação, Materiais Diversos, Gases Industriais, e outros.

    CSHG Logística, negociado com o código (ticker) HGLG11, é o maior ativo com perfil Logístico / Industrial listado na B3, figurando entre os 10 maiores Fundos Imobiliários com peso no IFIX além de uma relevante base de cotistas, que conta hoje com mais de 15 mil investidores.

    Os imóveis presentes no fundo são os seguintes:

    1. Cremer (Blumenau/SC) – 65.825 m²
    2. Perini Business Park (Joinville/SC) – 21.317 m²
    3. Master Offices (Santo Amaro/SP) – 14.359 m²
    4. Centro Empresarial Onix e Safira (Atibaia/SP) – 11.869 m²
    5. Os Lusíadas Barão de Mauá (Atibaia/SP) – 6.232 m²
    6. Brascabos (Rio Claro/SP) – 11.492 m²
    7. Tech Town (Hortolândia/SP) – 7.885 m²
    8. Albatroz Gaia Ar (Jarinu/SP) – 20.154 m²
    9. Air Liquide (Campinas/SP) – 1.723 m²
    10. Tetra Pak (Monte Mor/SP) – 24.696 m²
    11. Gerdau Rio (Campo Grande/RJ) – 16.532 m²

    O Gestor tem mandato para Gestão Ativa do portfólio e procura gerar valor adicional ao cotista com a distribuição de ganho de capital recorrente tanto na venda de ativos diretos como também de Fundos Imobiliários em carteira.
    Some isso o fato de que o Gestor de HGLG11 tem sinalizado a intenção de ampliar de forma relevante as propriedades do Fundo ancoradas em Contratos Atípicos a fim de trazer mais segurança na alocação dos recursos, oferecendo obviamente maior previsibilidade na distribuição mensal.

    Dados HGLG11

    • Administrador / Gestor: CSHG (Credit Suisse Hedging Griffo)
    • Segmento: Logístico / Industrial
    • Patrimônio Total: R$ 1 bilhão
    • Taxa de Administração e Gestão: 0,6% ao ano
    • Taxa de Performance: Não há
    • Início do Fundo: 2010
    • Número de Cotistas: 15.010
    • Número de Cotas do HGLG11: 7.881.340
    Tags
    Marcos Baroni
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Guilherme Cunha 20 de setembro de 2019

      É hora de investir em terminais ferroviários onde os centros de logística serão vitais.

      Responder