Acesso Rápido

    Greenwashing: o que é e por que as empresas devem evitá-lo?

    Greenwashing: o que é e por que as empresas devem evitá-lo?

    Muitas empresas acabam se apresentando no mercado como ambientalmente corretas. No entanto, muitas vezes isso não acontece, de fato, na prática. Logo, essas empresas estariam praticando aquilo que se chama de Greenwashing.

    Dessa forma, praticar o Greenwashing pode ter um efeito reverso e acabar comprometendo a imagem da empresa perante o mercado financeiro e também ao mercado consumidor em geral.

    O que é Greenwashing?

    Greenwashing é a pratica desempenhada por empresas que querem passar uma falsa aparência de responsabilidade ambiental.

    Seja por meio de rótulos, certificados ou até mesmo propagandas, tais organizações fazem o cliente acreditar que ao adquirir um determinado produto estão contribuindo para a sustentabilidade do planeta.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    No entanto, na prática essa determinada empresa não adota nenhuma prática sustentável. Ou então, o produto em questão não traz nenhuma proteção ambiental. Em alguns casos ele chega inclusive a gerar danos negativos ao meio ambiente.

    Significado de greenwashing

    O significado de Greenwashing, em português, seria lavagem verde.

    Esse termo normalmente se refere a uma má prática de marketing que surgiu por conta do aumento de consumidores preocupados com o meio ambiente.

    Como esses consumidores só buscam comprar de empresas sustentáveis, tais organizações passaram a adotar essa prática.

    Desse modo, para ser considerado um Greenwashing a empresa precisa usar informações falsas que dão a entender que ela pratica alguma ação sustentável.

    Em alguns casos, a organização chega a ocultar as características nocivas do produto ou serviço. Ou então expor referências de quantidades que não são verdadeiras.

    Há também casos de empresas que utilizam dados incorretos e até mesmo contraditórios e que na verdade não possuem referência ou prova da sua veracidade.

    Quer saber mais sobre economia para investidores? Baixe gratuitamente nosso E-book sobre economia para investidores.

    Exemplos de greenwashing

    Há diversos exemplos de Greenwashing que foram definidos pela agência canadense TerraChoice.

    Um deles são as campanhas publicitárias sem provas. Onde a empresa realiza apelos ambientais que não podem ser comprovados por informações de fácil acesso.

    Um bom exemplo dessas campanhas são de empresas que dizem usar materiais recicláveis na composição dos seus produtos mas não fornecem evidências para isso.

    Outro exemplo são as trocas ocultas. Ou seja, a companhia troca algo nocivo da composição de um produto e não leva em consideração os seus impactos negativos.

    Há também exemplos de empresas que usam campanhas vagas e imprecisas. Nesse caso elas se apresentam como amigas do meio ambiente mas não mostram ações concretas para realizar essa afirmação.

    Como evitar o greenwashing?

    Uma forma de evitar o greenwashing em uma empresa é de fato incorporado as propostas ambientais estipuladas.

    A gestão dos resíduos, adotar ações adequadas nas etapas de coleta, armazenamento, transporte, tratamento e destinação final de forma ambientalmente correta são exemplos práticos de incorporação de propostas.

    Por ser uma prática enganosa, o Greenwashing pode, desse modo, gerar uma mancha na reputação da empresa. E caso ela seja uma sociedade anônima, listada na bolsa, pode interferir no seu valor de mercado.

    Foi possível entender o que é Greenwashing? Deixe o seu comentário, sua sugestão no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *