global bonds
Por: Tiago Reis

Global Bonds: entenda como funcionam esses títulos de dívida

O mercado internacional, cada vez mais globalizado, permitiu que investidores comprem ativos e papeis de várias partes do mundo. Dentre os tipos de investimento possíveis de serem realizados, esta a negociação com Global Bonds.

Por serem ativos de dívida negociados internacionalmente, os Global Bonds permitem que um investidor estrangeiro se exponha tanto às oportunidades quanto aos riscos dos mais variados mercados e economias do mundo.

O que são Global Bonds?

Global Bonds são títulos da dívida externa, negociados internacionalmente e emitidos por uma grande corporação ou um país que deseja arrecadar recursos . Por isso, quando se trata do investimento em títulos e dívidas, esse tipo de ativo é recomendado para quem procura investir no exterior.

No caso de um país, esses papéis, são usados para equilibrar as contas do governo. O país emite global bonds, que são comprados, principalmente, por bancos, grandes empresas e outros governos.

No caso do Brasil, por exemplo, o Tesouro Nacional emite os Global Bonds, também conhecidos como títulos globais, para a negociação no mercado internacional.

Assim, aqueles investidores que compram títulos da dívida externa acabam emprestando dinheiro para o Governo Federal. Os recursos financiam o pagamento das dívidas que o país tem no exterior.

Como funcionam os títulos globais?

global bondsQuando um investidor vai comprar Global Bonds, é possível saber quando vai poder retirar esse investimento. É feito o pagamento do valor do título somado ao juros arrecadado até a data de vencimento.

Antes de 2002, qualquer investidor que quisesse investir no mercado de dívidas, precisava comprar cotas de fundos de investimentos. Com o programa Tesouro Direto, é possível fazer a compra direta através do site do Tesouro ou por corretoras.

Os Global Bonds são considerados fundos de risco moderado, variando de acordo com a credibilidade do país no mercado internacional. Três fatores influenciam a rentabilidade dos títulos globais:

  1. Juros pagos pelos títulos
  2. Desempenho dos títulos no exterior
  3. Câmbio entre a moeda estrangeira e a nacional

Tributação do Global Bonds brasileiros

No Brasil, quem investe em Global Bonds está sujeito a pagar duas tributações:

  1. Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)
  2. Imposto de Renda

O IOF é cobrado só para investidores que sacarem o dinheiro antes de completar 30 dias da compra de global bonds. O imposto sobre Operações Financeiras segue uma tabela progressiva até uma alíquota de 0%, após um mês.

O saque antecipado faz o título perder rentabilidade. Por exemplo, títulos que forem sacados um dias após a compra tem alíquota de 96% de IOF.

Outra tributação feita é o imposto de renda. Este, é cobrado diferente se comparado com outros investimentos. Os títulos de dívida externa precisam ser declarados e pagam imposto sobre o lucro somente.

A tributação do Imposto de Renda é baseada na dos fundos de curto prazo, aqueles com prazo de até 365 dias. A aplicação é desta forma:

  • Alíquota de 22,5% para investimentos que fiquem por até 180 dias
  • Alíquota de 20,0% para aplicações que permanecem 181 dias ou mais

Riscos dos global bonds brasileiros

Os riscos para quem investe em títulos da dívida externa brasileiros são: atraso ou suspensão do pagamento, e riscos de mercado.

Entretanto, quando a saída do crédito do Brasil, em casos de riscos de mercado, há o aumento do dólar. Essa valorização da moeda equilibra a rentabilidade do título. Isso porque, grande parte do mercado de títulos opera em dólar.

Vantagens do mercado de dívida

Os Global Bonds são uma opção de investimento que não demandam grandes quantias para aplicação. Além disso, com o pagamento dos juros há acréscimo de recursos a cada 180 dias.

Outro ponto importante é a separação do patrimônio. O patrimônio dos fundos não é incluído nos bens da corretora ou banco, assim não há risco em caso de falência.

Em resumo, os Global Bonds são mais uma forma de investimento e de diversificação de portfólio para quem procura investir no exterior, ou aplicações de baixo risco. Quer saber mais sobre o mercado financeiro e opções de investimento? Você pode baixar, gratuitamente, o nosso E-book “Comece a Investir na Bolsa”.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

181 artigos
Ações

FIIs

48 artigos
FIIs

Minicurso Gratuito

Invista
No Tesouro
Direto

Aprenda tudo o que você precisa sobre um dos investimentos mais populares e seguros do Brasil

Suno Black

Uma assinatura, todo o conteúdo, isso é o Suno Black para você!

Seja black e tenha acesso a todas as nossas assinaturas e carteiras recomendadas atuais e que ainda serão lançadas.

Suno Black

tudo.

Uma assinatura, todo o conteúdo, isso é o Suno Black para você!

Seja black e tenha acesso a todas as nossas assinaturas e carteiras recomendadas atuais e que ainda serão lançadas.