fundos long short

O mercado financeiro oferece muitas alternativas de aplicações, operações e investimentos diferentes. Na renda variável, por exemplo, é possível até mesmo especular comprando e vendendo ações na mesma operação. Essa estratégia, chamada de long short, é a base de operação não só de vários investidores no mercado, mas até mesmo alguns fundos de investimento – o chamados fundos long short.

Mas para entender melhor como os fundos long short operam e quais são suas vantagens, é preciso antes entender como funciona essa famosa estratégia.

O que são fundos long short?

Os Fundos Long and Short são fundos de investimento multimercado que fazem operações comprando e vendendo dois ativos na mesma transação, de forma simultânea. Ou seja, são fundos que operam na compra e venda de ações dentro da mesma operação, aplicando a estratégia de investimento long short.

No mercado financeiro, long short é uma operação de arbitragem entre dois ou mais ativos com algum tipo de ligação entre si. O intuito do long short é aproveitar essa correlação para lucrar – já que por ela, os dois ativos tendem a se comportar de maneira semelhante no mercado.

Por isso, o long short ocorre quando o investidor compra um desses ativos (long) e vende o outro (short). Por serem relacionados, ambos papéis irão ter uma movimentação semelhante – mas não igual. Logo, ao fazer um long short, o investidor espera que o ativo que foi comprado tenha um aumento de preço maior do que o ativo que foi vendido, ou vice-versa.

Logo, o ganho da operação está na pequena diferença de performance que ambos ativos sofrem em momentos de alta ou queda do mercado. Isso acontece porque, normalmente, um dos ativos sempre se valoriza ou desvaloriza mais do que o outro.

Que tipo de ativos são alocados em um fundo long short?

Salvo algumas exceções, os fundos multimercado long short operam basicamente com ações, sem preferência por setores ou empresas em específico. Porém, para se encaixar dentro dessa estratégia, as ações incluídas nas operações de long short do fundo precisam, obviamente, ter uma correlação entre si.

Por isso, as ações mais propícias a entrarem nas operações de um fundo long short são:

  • Ações ON (Ordinárias) com Ações PN (Preferenciais);
  • Ações do mesmo setor (long short intrasetorial);
  • Ações de controladora com ações da empresa controlada.
  • Aços de setores diferentes (Long short intersetorial), mas com alguma relação entre si;

Tipos de fundos long short

Mesmo mantendo a mesma estratégia, existem algumas diferenças na operação dos fundos long short do mercado. Por isso, esse tipo de fundo pode ter duas modalidades diferentes: o fundo long short neutro e fundo long short direcional.

Fundos long short neutros: fazem operações com posições compradas e vendidas, mas com uma exposição financeira limitada a até 5%. São considerados fundos mais conservadores, mas devido ao controle de riscos, a rentabilidade também é menor, ficando próximas ou um pouco acima do CDI.

Fundos long short direcionais: fazem operações com posições compradas e vendidas, sem qualquer limite de exposição. São considerados fundos mais agressivos, que maximizam os lucro da operação long short, mas trazendo junto para carteira um risco maior.

Características e vantagens dos fundos long short

  • Baixa correlação com o Ibovespa;
  • Possibilidade de retornos independentemente da situação do mercado, tanto em alta ou em baixa;
  • Permite a alavancagem e aplicações maiores que o capital do fundo, devido a proteção da própria estratégia de compra em duas pontas;
  • Risco relativamente controlado, em relação a outras operações no mercado de renda variável.

Qual a diferenças entre fundo long biased e fundo long and short?

Embora ambos os fundos sejam parecidos e compartilhem algumas estratégias, existe uma visível diferença entre o fundo long short e os fundos long biased.

Enquanto os fundos long short sempre operam com uma ponta comprada e outra vendida, os fundos long biased atuam investindo somente na direção comprada. Ou seja, a estratégia principal das alocações no long biased é de investir apenas na perspectiva de alta de uma ativo. Dessa forma, o long biased possui uma exposição maior ao risco do mercado, já que não possui uma contraparte para garantir a operação. Mas por outro lado, os retornos de um fundo long biased tendem a ser maiores do que no long short.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.