Fundos long biased
Por: Tiago Reis

Fundos long biased: saiba o que são e como investir

Os fundos long biased, em suma, são tipos de fundos de ações que permitem lucrar, ao mesmo tempo, com a alta e a baixa nos preços dos papéis, o que significa ganhar mesmo quando o mercado estiver em baixa.

Ao contrário dos fundos long only, os fundos long biased não dependem apenas da compra de ação para ganhar com a alta. Mas possuem posições vendidas que geram ganhos quando o preço do papel cai. Como qualquer fundo de ações, esse investimento precisa manter ao menos 67% da carteira alocada em ações.

O que são fundos long biased?

Fundos long biased

Assim, os fundos long biased têm a vantagem de amenizar perdas e atingir resultados positivos, ainda que o mercado se encontre em queda ou contenção. Já nos momentos de alta do mercado, esse tipo de fundos pode permitir ganhar mais através do mau desempenho de outra ação.

Os fundos long biased são fundos multimercados, o que significa que têm a liberdade de investir em quaisquer ativos; porém, a maior parte deles é dedicada a ações. “Long”, em finanças, quer dizer “compra” ou “comprado”, notadamente visando a ganhos por meio da alta do ativo considerado. Então, “long biased” trabalham em cima da valorização de ações.

Por outro lado, o termo “biased” pode ser traduzido como “algo que tenha tendência”, o que difere esse tipo de fundos dos que são somente comprados (long only) ou que têm posições compradas e vendidas que dependem da escolha do gestor (long short).

Portanto, estes fundos tendem a ganhar rentabilidade com a alta do mercado. Mas também podem aproveitar a baixa ao manter posições vendidas.

No entanto, não existe a obrigação de realizar operações vendidas, as quais podem ser executadas quando se julgar propício. Outro ponto é que esse tipo de fundos não precisa seguir tão assiduamente o Ibovespa, o que tranquiliza o investidor quando em períodos de queda da bolsa.

Para administrar os fundos long biased, é necessário utilizar certa estratégia. Vamos saber mais como se dá essa operação e como lucrar com ela.

Como funcionam os fundos long biased

Em primeiro lugar, é necessário saber que é através de um mercado denominado BTC que esta modalidade de fundos de ações ganha quando o mercado está em queda e também quando há desvalorização momentânea das ações.

Mas o que é o BTC? Essencialmente, um mercado de aluguel de ações em que investidores que não queiram se desfazer de suas ações as oferecem para serem alugadas, tornando-se doadores. Funciona da seguinte maneira:

  1. Investidores que se interessem pela desvalorização de certa ação se tornam tomadores, ou seja, se dispõem a alugá-las por determinado tempo;
  2. Estes tomadores vendem uma ação que não possuam antes da queda e a alugam por um período;
  3. Uma vez efetivada a queda, os tomadores compram a mesma ação, digamos, pela metade do preço. Devolvendo-a ao doador e pagando uma pequena taxa.

Tal operação permite rentabilidade a curto prazo. De forma que, com a bolsa em queda e muitas ações se desvalorizando, tais fundos ganharão dinheiro em, ao menos, parte de sua carteira.

Portanto, os fundos long biased têm bom desempenho também em tempos de baixa. Isso, através do emprego da estratégia do aluguel de ações ou empréstimo de ações, mediante a crença de que um papel irá se desvalorizar. Mas, se os papéis subirem em vez de caírem, o tomador terá prejuízo.

O resultado da operação é expresso pela diferença entre o preço de venda e o preço de recompra da ação, menos as taxas, como o aluguel devido ao doador.

Tipos de fundos long biased

Dois dos fundos desta modalidade de investimento no Brasil são:

  • Fundo Versa Long Biased;
  • Fundo XP Long Biased.

A gestão e escolha dos melhores fundos long biased é ativa, e assim se torna mais complicado definir os riscos envolvidos na operação. Ao investir em long biased, o risco do Ibovespa não é o único. Visto que é possível utilizar várias operações para “vendido” e não “comprado”.

E é difícil saber o rumo que o fundo vai seguir. Se o gestor apostar na baixa no momento em que o mercado estiver subindo, vai ter prejuízos.

Seja como for, os fundos long biased se encontram em crescimento. Também contam com considerável flexibilidade. Mas é necessário ter uma boa gestora para usufruir todas as vantagens, além de contornar as desvantagens que esses fundos oferecem.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

194 artigos
Ações

FIIs

49 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Tudo Sobre Fundos de investimento

Tudo o que você precisa saber para começar a investir por meio dos Fundos De Investimento no Brasil!

Suno Black

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para se tornar Suno Black e ter acesso a todas as nossas assinaturas em 1 único plano!

Suno Black

tudo.

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para garantir a sua assinatura Suno Black e ter acesso a todo o conteúdo exclusivo Suno, com somente 1 assinatura!