fundos de inflação
Por: Tiago Reis

Fundos de inflação: entenda o que são e como eles funcionam

Para preservar o poder de compra, o investidor pode recorrer a um determinado tipo de fundo de investimento: os fundos de inflação.

Ao se referenciar na inflação, como o IPCA, os fundos de inflação podem proteger os recursos do investidor de uma possível perda de valor.

O que são os fundos de inflação?

Os fundos de inflação, como o nome já diz, são fundos que usam a inflação como benchmarks de rentabilidade. De acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), esses investimentos também podem ser considerados como fundos de renda fixa de índice ou Fundos IMA-B.

O IMA-B é o índice que demonstra o rendimento do Tesouro IPCA+, título híbrido do tesouro referenciado no índice de inflação IPCA.

E-book: Investir em Fundos de Investimento

Baixe gratuitamente nosso ebook aprenda como escolher e investir nos melhores Fundos de Investimento do mercado.

Portanto, os fundos de inflação, normalmente, têm um resultado muito parecido aos títulos híbridos do governo.

Por outro lado, diferente do investimento de títulos do governo, a aplicação em fundos está sujeita ao pagamento de taxas de administração que podem variar de 0,5 a 2%.

É importante destacar que a taxa de juros, sobretudo a taxa de juros futura, têm grande relação com os fundos deste tipo.

Se o investidor tem a expectativa de que a taxa de juros caia no futuro, vale a pena investir em aplicações híbridas, que possuem parte do rendimento atrelado à inflação e outro a uma taxa de juros pré-fixada.

Quer entender mais sobre investimentos em fundos de ações e outros tipos de fundos de investimentos disponíveis no mercado financeiro? Então baixe nosso E-book gratuito sobre Fundos de Investimentos e saiba tudo que precisa para começar a investir em fundos.

Vantagens e desvantagens do fundo de inflação

Assim como todos os tipos de investimentos, é possível destacar vantagens e desvantagens dos fundos atrelados a inflação.

Entre as principais vantagens dos fundos de inflação, é possível destacar:

E-book Comece a Investir na Bolsa

Por outro lado, também existem algumas desvantagens dos fundos de inflação que merecem ser destacadas:

  • É possível encontrar opções com benefícios similares, mas que não cobram taxa de administração;
  • A marcação a mercado também pode corroer a rentabilidade, caso o gestor não acerte as previsões;
  • Sujeito ao chamado come-cotas, processo em que o governo antecipa a cobrança do imposto de renda antes mesmo das cotas do fundo serem resgatas.

Além disso, é importante lembrar que em 2019 ocorreu drásticas reduções de juros, o que reduz a expectativa de novas reduções em um futuro próximo a esse ano.

Por isso, para decidir se vale a pena investir em fundos de renda fixa de índice, é importante comparar com os outros investimentos disponíveis no mercado financeiro, optando por aquele que mais contempla suas necessidades e preferências.

Esse artigo te ajudou a entender sobre fundos de inflação? Deixe comentários e dúvidas no espaço abaixo.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Marcelo 17 de maio de 2020

    O artigo ajudou bastante pois sempre tive curiosidade a entender como funciona a rentabilidade dos fundos IMAB.

    A rentabilidade do fundo é composta pela marcação a mercado + rentabilidade do título em carteira?

    Por que um cenário de corte de juros é positivo para esse tipo de fundos? Seria pois o corte de juros remete a uma expectativa de aumento de inflação futura?

    Obrigado!

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs
investment (2)

eBook Gratuito

Tudo Sobre Fundos de investimento

Tudo o que você precisa saber para começar a investir por meio dos Fundos De Investimento no Brasil!

Frame

NÃO VÁ EMBORA AINDA...

Inscreva-se e receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!