Acesso Rápido

    Fundos de Fundos: o que são? Vale a pena investir?

    Fundos de Fundos: o que são? Vale a pena investir?

    Os fundos de fundos são uma alternativa mais simples para investir, especialmente para quem não tem muito tempo para cuidar dos investimentos.

    Sendo assim, esse tipo de investimento permite a diversificação do valor investido entre diversos fundos com apenas uma aplicação.

    O que são Fundos de Fundos?

    Os fundos de fundos nada mais são do que fundos de investimentos que aplicam em cotas de outros fundos de investimento. Também conhecidos como FOFs (funds of funds), este tipo de investimento tem ganhado popularidade ultimamente, sendo recomendados para investidores iniciantes.

    Sendo assim, os FOFs (funds os funds) apresentam algumas vantagens, assim como também algumas desvantagens em relação aos investimentos tradicionais, como será visto adiante.

    E-book: Investir em Fundos de Investimento

    Baixe gratuitamente nosso ebook aprenda como escolher e investir nos melhores Fundos de Investimento do mercado.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    De fato, muitos investidores preferem aplicar seu dinheiro nesse tipo de fundo para conseguir uma elevada diversificação logo de início, algo que não é possível, muitas das vezes, quando se investem pequenos valores.

    Portanto, especialmente para pessoas que não desejam perder tanto tempo para realizar seus investimentos, essa pode acabar sendo uma boa opção.

    No entanto, é preciso ficar atento para a cobrança de taxas, pois elas podem acabar diminuindo de forma significativa a rentabilidade nos investimentos.

    Quais os Tipos de Fundos de Fundos?

    Assim como os fundos de investimento tradicionais, os FOF’s possuem diferentes classificações:

    • Fundos de Fundos Imobiliários;
    • Fundos de Fundos Multimercado;
    • Fundos de Fundos de Ações.

    1. Fundos de Fundos Imobiliários

    Os fundos de fundos imobiliários investem seus recursos em outros fundos imobiliários disponíveis em bolsa.

    2. Fundos de Fundos Multimercado

    Já os FOFs multimercado investem em outros fundos multimercados. A classe multimercado é, tipicamente, a mais abrangente, pois o gestor pode investir nos mais variados mercados.

    3. Fundos de Fundos de Ações

    Por fim, os FOFs de ações serão compostos por uma cesta selecionada pelo gestor de fundos de investimento em ações, sendo uma importante classe de fundos de fundos.

    Vantagens dos fundos de fundos

    O investimento em FOFs possui duas grandes vantagens:

    • Diversificação;
    • Simplicidade.

    1. Diversificação

    A primeira, e mais óbvia, é a diversificação. Ao aplicar em um FOF o investidor tem acesso a diversos outros fundos de investimento.

    É de se esperar, inclusive, que os próprios fundos no qual o FOF investe sejam diversificados, pois dificilmente um fundo de investimento investe em apenas um ativo.

    Planilha de Controle de Investimentos

    Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Sendo assim, além de contar com a diversificação natural de se investir em um fundo de investimento, o investidor contará ainda com uma cesta de fundos, o que tornará sua diversificação ainda maior.

    Portanto, este tipo de investimento é muito recomendado para o investidor iniciante, que possui poucos recursos para investir.

    Por exemplo, com apenas R$ 100,00 é possível comprar uma cota de um fundo de fundos de investimento imobiliário, e o investidor irá usufruir de toda a diversificação composta pela cesta de fundos deste FOF.

    Enquanto isso, o investidor que desejasse comprar um fundo tradicional ficaria exposto apenas ao risco daquele ativo específico.

    2. Simplicidade

    Este tipo de investimento também é recomendado para quem não possui tempo suficiente para gerir sua carteira de investimentos.

    Sendo assim, ao investir em fundos de fundos, o investidor delega ao gestor do FOF a função de escolher os fundos de investimento que irão compor a sua carteira.

    Dessa forma, o investidor pode cuidar mais de seu trabalho e de sua vida pessoal, caso prefira definir esse tipo de prioridade.

    Desvantagens dos fundos de fundos

    Existem algumas desvantagens presentes nos fundos de fundos:

    • Custos de administração;
    • Falta de liberdade.

    1. Custos de administração

    Todo fundo de investimento possui custos, que são chamados de custos de administração. Os fundos de fundos, além dos custos dos fundos em que ele investe, possui o seu próprio custo de administração.

    Sendo assim, é importante que o investidor se atente a es te ponto, pois taxas de administração muito altas podem reduzir a rentabilidade final do investimento.

    2. Falta de liberdade

    Em segundo lugar, ao investir em FOFs, o investidor não tem a liberdade de escolher quais ativos irão compor sua carteira, deixando esta tarefa a ser cumprida pelo gestor.

    Se ao invés de utilizar os fundos de fundos, o investidor optasse por ele mesmo escolher os seus fundos de investimentos, ele teria a liberdade de escolher os ativos que iriam compor sua carteira.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Vale a pena investir em fundos de fundos?

    Por um lado, os FOFs são uma boa alternativa para ao investidor iniciante que busca uma forma de diversificar seus investimentos.

    No entanto, é importante se atentar às taxas dos fundos de fundos, que podem se mostrar elevados, diminuindo, assim, a rentabilidade do investidor.

    Além disso, o investidor também tem que buscar um gestor que esteja alinhado com seus objetivos de investimento para evitar frustrações.

    Portanto, é crucial checar a capacidade e o histórico do gestor em gerar resultados, pois, no caso dos FOF’S, ele será o grande responsável pelo resultado do investimento.

    Dessa forma, ainda que seja uma aposta mais simples de investimento, o investidor não deve se descuidar e continuar cuidando de seu patrimônio.

    Ainda possui dúvidas a respeito dos fundos de fundos? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    6 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Ricardo Braga 23 de novembro de 2019

      Agora entendi , eles são um tipo de FUNDO ABUTRE , FUNDO URUBU BR

      Responder
    • Carlos 27 de novembro de 2019

      Tiago, oTFOF11 tem prazo determinado (Junho 2020 -podendo ser prorrogável por mais um ano). O que acontece se o fundo não for prorrogável? Recebo o valor da cota patrimonial?

      Responder
      • Suno Research 27 de novembro de 2019

        Sim, após a liquidação do fundo você recebe a parte que lhe é devida de acordo com suas cotas.

        Responder
    • Joseph 3 de janeiro de 2020

      Olá, tudo bem? Espero que sim.
      Se eu comprar uma cota de FOF e dentro deste fundo há mais 10 fundos, cada um paga 0,10 centavos aos cotistas, então terei R$ 1,10 de rendimento?
      Obrigado.

      Responder
    • Leones Moura dos Santos 17 de junho de 2020

      Para os FOFs o pagamento de DARF no caso de venda com lucro são iguais aos FIIs?

      Responder
      • Suno Research 17 de junho de 2020

        Depende da categoria do FOF. Ele deve ser declarado conforme o código a que se enquadra, ex: fundos de longo prazo, fundos de ações…

        Responder