Acesso Rápido

    Fundo imobiliário é bom para o longo prazo? Parte 3

    Fundo imobiliário é bom para o longo prazo? Parte 3

    Nesta semana, faremos uma Live muito especial com o nosso amigo RONI ANTÔNIO MENDES, autor do Livro “Fundos de Investimentos Imobiliários – Aspectos Gerais e Princípios de Análise”. Vamos tratar de temas diversos, tais como: avaliação de Gestores, estruturação de carteiras, critérios na seleção de CRIs, dentre outros temas, além de uma surpresa, ao final, quando RONI fará avaliação, ao vivo, de dois ativos.

    Link Direto para a Live (28 de jun/18 às 21h): CLIQUE AQUI – AO VIVO

    Seguimos firmes em nossa proposta para este momento especial do Fiikipedia, haja vista que tivemos algumas perguntas questionando se faz mesmo sentido investir em Fundos Imobiliários no longo prazo.

    Nesta semana, daremos mais um passo nessa direção, fazendo uma comparação com uma empresa tradicional no mercado de exploração de imóveis: São Carlos Empreendimentos e Participações (ticker: SCAR3), que, em linhas gerais, possui indicadores saudáveis, favorecendo nossa pesquisa.

    Na ponta dos Fundos Imobiliários, vamos usar dois ativos: BRCR11 e HGRE11.

    ACREDITE: até neste momento, “Eu não sei o resultado final destas comparações, assim como você que nos lê”. O mais legal de fazer o Fiikipedia é que são artigos livres onde todos nós aprendemos juntos.

    Vamos em frente.

    Entendo que usar estes dois FIIs é interessante para um bom juízo de valor, visto que são Fundos que tomaram caminhos aderentes, indo de encontro à estratégia de “Private Equity”, ou seja, gerar renda adicional (além dos aluguéis) com alienações de propriedades (Ganho de Capital).

    Além disto, ambos figuram entre os dois principais ativos do segmento de escritórios (puro sangue) listados no mercado, apesar de que HGRE11 ainda tem, em seu portfólio, uma pequena parte do PL alocado em um Galpão Logístico no interior de São Paulo (Atibaia).

    Vejamos o resultado “surpreendente”!

    • Azul: BRCR11
    • Laranja: HGRE11
    • Verde: SCAR3

    Perceba que BRCR11 e HGRE11 aparecem exatamente com o mesmo resultado desde 2011, o que achamos bastante razoável para testar a eficiência dos Gestores na entrega de valor ao cotista, portanto, estão a par e passo.

    Que baita coincidência!

    (…) ou seria mesmo reflexo (retrato) do Setor Corporativo listado na B3?

    Fica aí para reflexão, pessoal.

    Perceba ainda que, apesar de todas as dificuldades que estes dois Fundos Imobiliários tiveram, o resultado fica melhor do que SCAR3, uma das empresas do ramo imobiliário mais respeitadas e bem administradas do mercado brasileiro.

    Surpreso com o resultado? Pois é.

    Essa é a grande mágica de compartilhar conhecimento: eu aprendo tanto quanto vocês!

    Espero que tenham gostado e fiquem cada vez mais convencidos de que Fundos Imobiliários são excelentes instrumentos para acumulação de Patrimônio e Renda no longo prazo.

    Mais uma vez, pedimos que compartilhem estes artigos, e conto com a sua participação e interação, especialmente para aqueles que ainda estão em dúvida se é mesmo bom investir em Fundos Imobiliários, pensando em uma Carteira Previdenciária, no longo prazo.

    ESPERO POR VOCÊ!

    Participe de nossas Lives, no Canal do Youtube da Suno Research, sobre Fundos Imobiliários às quintas-feiras às 21h e aproveite para tirar ainda mais dúvidas sobre tudo que foi abordado neste artigo.

    Além disto, temos Relatórios e Radares bem completos que são publicados semanalmente, trazendo destaques dos principais Fundos Imobiliários negociados no mercado brasileiro.

    Marcos Baroni
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *