Acesso Rápido

    Entenda como funciona o fundo comum em um consórcio

    Entenda como funciona o fundo comum em um consórcio

    Fundo comum é uma das informações importantes o conhecimento antes de adquirir um consórcio. Esta modalidade de compra é regulamentada pelo Banco Central (BACEN)

    Algumas variáveis são levadas em conta para o cálculo do fundo comum. Entre elas o valor do bem ou serviço a ser adquirido, o prazo e o percentual do bem contratado. Dessa forma, é importante estar atento a todas as informações oferecidas para cada tipo de consórcio.

    O que é fundo comum?

    O fundo comum em um consórcio é o fundo que acumula as quantias pagas por cada consorciado todos os meses para a compra dos bens ou serviços periodicamente. Esse fundo também é conhecido como fundo de consórcio e funciona como uma poupança do consórcio.

    O consórcio funciona em grande medida como uma poupança coletiva com parcelas pré-determinadas. Periodicamente os contribuintes são contemplados via sorteio ou por intermédio de lances. Quando o consorciado é contemplado, ele recebe uma carta de crédito no valor do bem ou serviço a ser adquirido.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Dessa forma, nos momentos em que um consorciado é contemplado a receber o valor necessário para aquisição do bem, o valor é retirado desse fundo. A forma de utilização do fundo comum e a quantidade de cotistas contemplados a cada período depende das normas presentes no contrato do consórcio.

    Quer organizar seu orçamento familiar? Baixe a Planilha Suno de Orçamento Familiar.

    Como calcular a contribuição para o fundo comum?

    Calcular fundo comum é simples e favorece uma melhor compreensão do funcionamento do consórcio. Em suma, a contribuição é calculada a partir do valor total do bem, percentual do valor do bem contratado e número de parcelas do consórcio.

    Para facilitar esse entendimento, consideremos o exemplo abaixo:

    • 100% (% contratado) / 60 meses (nº de parcelas) = 1,6667% (% mensal)
    • R$ 30.000,00 (valor do bem ou serviço) / 1,6667% (% mensal) = R$ 500,00 (valor da parcela mensal de contribuição para o fundo)

    Essa forma de cálculo é a mais usual entre os consórcios e é conhecida como contribuição linear. Outra forma de cobrança também é possível, a qual é conhecida como cobrança não-linear.

    Nesse segundo cálculo, a administradora do consórcio fixa um percentual variável de contribuição ao fundo. Todavia, um fator é independente da forma de cálculo aplicada. O somatório das parcelas referente à contribuição do fundo comum não pode superar à totalidade do valor contratado.

    Componentes da parcela do consórcio

    Além do valor referente à formação do fundo, as parcelas do consórcio costumam adicionar outros custos. Os mais usuais são taxa de administração e fundo de reserva.

    Esses custos representam, respectivamente, a remuneração da administradora do consórcio e à formação de um fundo para cobrir possíveis despesas operacionais.

    Portanto, além de atentar ao fundo, é importante analisar qual a taxa de administração cobrada pela administradora do consórcio. Além disso, com relação ao fundo reserva, caso haja um saldo residual do mesmo ao fim do contrato, a administradora do consórcio é obrigada a devolver o valor restante para os consorciados.

    Dessa forma, na hora de fechar o contrato de consórcio, é importante estar atento aos valores da parcela referente ao fundo e a sua forma de utilização. Conhecer bem as regras de utilização desse fundo podem ajudar a ter uma melhor ideia sobre quanto tempo deve levar para o consorciado ser contemplado com a carta de crédito.

    Esse artigo ajudou você a entender o que é o fundo comum? Deixe suas dúvidas e comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *