Forex é utilizado por investidores e especuladores
Por: Tiago Reis

Forex: um mercado dinâmico que interliga investidores de todo o planeta

Muitas são as alternativas para um investidor aplicar os seus recursos no mercado de capitais e, em muitas vezes, principalmente os iniciantes, procuram entender melhor a dinâmica do Forex e suas aplicabilidades.

Dessa forma, é muito importante que se estabeleça, premeditadamente, os principais conceitos do Forex de modo a se reduzir os seus riscos e também as prováveis e possíveis surpresas desagradáveis que possam vir a se estabelecer por conta de um baixo nível de compreensão desse conceito.

O que é Forex?

A palavra Forex é uma mistura de duas palavras do idioma inglês (Foreign e Exchange) que podem ser traduzidas como algo relacionado a uma “troca estrangeira”.

Assim, este é um mercado de câmbio de moedas, e se faz primordialmente entre os Bancos Centrais de muitos países do mundo.

A título de comparação, quando um investidor compra uma ação, ele está, automaticamente, comprando uma pequena parte de uma companhia. Paralelamente, ao se negociar nesse mercado, esse investidor está transacionando uma pequena parte da economia de um país.

É importante destacar, nesse sentido, que essa dinâmica entre essas instituições sempre aconteceu e, provavelmente, sempre acontecerá.

No entanto, com a evolução dos processos de comunicação, muito por conta da democratização de Internet e suas derivadas nos últimos vinte anos, pelo menos, os Bancos Centrais, juntamente com os grandes bancos mundiais, fazem desse mercado uma grande rede.

Forex – como funciona?

Essa rede formada por essas gigantescas instituições opera em forma de uma “cadeia segmentada”, com os Bancos Centrais interagindo com os grandes bancos que, de forma direta, interagem com as corretoras de valores, e estas, por sua vez, transacionam com os investidores individuais, dentre eles importadores, exportadores, casas de câmbio e, também, os especuladores individuais.

Dessa forma, o Forex transformou-se em um dos maiores mercados do planeta, o qual estima-se que, por dia, movimenta algo entre US$ 4 tri e US$ 5 trilhões, tornando-se, assim, um mercado de alta liquidez.

Há de se destacar, ainda, que o mercado de Forex é negociado através de pares de moedas, onde, de certa forma, o especulador opera utilizando “uma moeda contra a outra”, podendo ser, nesse sentido, uma operação de Dólar contra Euro, por exemplo.

O que é negociado nesse mercado?

No mercado Forex, normalmente podem ser negociados moedas (Real, Euro, Dólar, Iene, Franco Suíço, etc.), commodities (ouro, petróleo, soja, café, etc.), além dos índices (Bras50, DAX, SP500, etc.), além de outros tipos de ativos não menos importantes.

Existem diversos outros tipos de ativos transacionados nesse mercado, e suas aplicabilidades dependem muito dos atuantes naquela conjuntura.

Os maiores atuantes neste mercado são: os fundos de investimentos, os grandes bancos mundiais, Bancos Centrais, as corretoras, especuladores, muitas grandes empresas e as casas de câmbio.

Conclusão

Após essa breve definição do mercado Forex, fica fácil perceber que este é um ativo utilizado por pessoas que detém muito conhecimento de mercado e muita experiência de atuação no segmento. Por conta disso, não recomendamos a aplicação nesse universo sem que antes se faça um estudo aprofundado de todas as suas vertentes e, principalmente, de todos os riscos envolvidos neste tipo de operação que, como dito anteriormente, faz parte de uma grande rede que interliga vários mercados de todas as partes do mundo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

192 artigos
Ações

FIIs

48 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores