Acesso Rápido

    Forex: saiba como funciona esse mercado e quais são seus riscos

    Forex: saiba como funciona esse mercado e quais são seus riscos

    Muitas são as alternativas para um investidor aplicar os seus recursos no mercado de capitais e, em muitas vezes, principalmente os iniciantes, procuram entender melhor a dinâmica do Forex e suas aplicabilidades.

    Dessa forma, é muito importante que se estabeleça, premeditadamente, os principais conceitos do Forex de modo a se reduzir os seus riscos e também as prováveis e possíveis surpresas desagradáveis que possam vir a se estabelecer por conta de um baixo nível de compreensão desse conceito.

    O que é Forex?

    O Forex, acrônimo da expressão em inglês foreign exchange, que pode ser traduzido para português como “Mercado de Câmbio”, é um mercado financeiro de negociação de moedas estrangeiras, e se faz primordialmente entre os Bancos Centrais de muitos países do mundo.

    Embora, muitas vezes as operações de câmbio no mercado Forex tenham finalidade prática, a maior parte das negociações de moeda estrangeira nesse mercado, tem como principal finalidade a obtenção de lucro.

    Dessa forma, o Forex transformou-se em um dos maiores mercados do planeta, o qual estima-se que, por dia, movimenta algo entre US$ 4 tri e US$ 5 trilhões, tornando-se, assim, um mercado de alta liquidez. Esse montante de negociações representa mais de nove vezes o volume negociado no mercado de ações mundial.

    E-book: Investindo no Exterior

    Descubra como investir nas melhores empresas e ativos do mundo com o nosso ebook gratuito de Investimentos no Exterior!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    O elevado número de negociações no mercado, pode contribuir para a maior volatilidade de determinadas moedas. Esse cenário, atraente para os traders, proporciona maior chance de lucros ao mesmo tempo que expõe os investidores a um maior grau de risco.

    A título de comparação, quando um investidor compra uma ação, ele está, automaticamente, comprando uma pequena parte de uma companhia. Paralelamente, ao se negociar nesse mercado, esse investidor está transacionando uma pequena parte da economia de um país.

    É importante destacar, nesse sentido, que essa dinâmica entre essas instituições sempre aconteceu e, provavelmente, sempre acontecerá.

    No entanto, com a evolução dos processos de comunicação, muito por conta da democratização de Internet e suas derivadas nos últimos vinte anos, pelo menos, os Bancos Centrais, juntamente com os grandes bancos mundiais, fazem desse mercado uma grande rede.

    Apesar de tudo que foi dito a respeito da dimensão e popularidade desse mercado, ainda existe no Brasil muitas dúvidas sobre o que é o Forex como funciona o mercado Forex.

    A maior parte dessas questões são provenientes do fato do mercado Forex não ser regulamentado pela CVM – Comissão de Valores de Mobiliários – que regulamenta todos os mercados financeiros do Brasil.

    Diante dessa falta de regulamentação, todas as corretoras de valores sediadas no Brasil, ficam impedidas de oferecer essa modalidade de investimento. Além disso, as empresas de outros países também são proibidas de captar clientes em território nacional por meio de anúncios publicitários.

    Apesar disso, a cartilha da CVM dedicada ao tema, ressalta que investir em Forex no estrangeiro é totalmente legal. Portanto, todo brasileiro pode operar nesse mercado por meio de empresas sediadas em outros países.

    Como funciona o mercado Forex?

    forex

    Diferente do acontece com ações ou commodities, a negociação forex não é realizada nas bolsas, mas, sim,  diretamente entre duas partes, em um mercado de balcão.

    Essa rede formada por essas gigantescas instituições opera como uma “cadeia segmentada”. Os Bancos Centrais interagem com os grandes bancos que, de forma direta, interagem com as corretoras de valores, e estas, transacionam com os investidores individuais, dentre eles importadores, exportadores, casas de câmbio e especuladores.

    O mercado Forex é administrado por uma rede global de bancos, presentes em quatro centros estratégicos de negociação: Londres; Nova York, Sydney e Tóquio. Assim, como não há negociação central, localizada em um único fuso, é possível negociar no Forex a qualquer momento do dia.

    As operações de Forex trading são realizadas a partir de uma compra e uma venda que ocorrem de maneira simultânea. Nesse sentido, as moedas são negociadas em pares, como, por exemplo, real e iene ou real e dólar.

    Quem realiza a operação não compra moedas estrangeiras físicas, mas sim uma relação monetária entre as moedas envolvidas na negociação. Dessa maneira, quem opera no mercado Forex está comprando um determinado par, uma taxa de câmbio entre duas moedas.

    Portanto, é a partir das flutuações nessas taxas, com variações de valores relativos entre os pares de moedas, que os investidores podem definir suas estratégias de investimento e obter lucros ou prejuízos.

    O mercado Forex conta com uma gama elevada de pares de moedas estrangeiras disponível para negociações, incluindo:

    • Principais pares de moedas: GBP / USD (libra / dólar); EUR / USD (euro / dólar); USD / JPY (dólar / iene)
    • Pares menores: USD / ZAR ( dólar / rand sul-africano); CAD / CHF (dólar canadense / franco suíço)
    • Pares com moedas emergentes: USD / CNH (dólar / yuan chinês); EUR / RUB (euro / rublo russo); AUD / CNH (dólar australiano / yuan chinês)
    • Pares exóticos: EUR / CZK (euro / coroa checa); TRY / JPY (lira turca/ iene), USD / MXN (dólar / peso mexicano)

    Características do mercado Forex

    Agora que você já sabe como funciona o Forex, vamos falar um pouco mais sobre algumas características essenciais que podem ser interessantes para entender como operar em Forex.

    O mercado Forex possui diversas particularidades que o tornam muito diferente de outras modalidades – e, para alguns, muito atrativo.

    Alta liquidez do Forex

    Como dissemos, a liquidez no mercado Forex é muito alta, se tornando uma das características principais desse mercado. Todos os dias, mais de US $ 5 trilhões de dólares são negociados por pessoas físicas, empresas e bancos, principalmente com o objetivo de gerar lucro.

    Essa alta liquidez garante que as transações no Forex podem ocorrer de maneira rápida e fácil, com custos de transação bastante baixos. Isso gera ainda mais oportunidades para os traderers especuladores.

    Horários do Mercado Forex

    Como as transações no Forex ocorrem entre partes diretamente no balcão de negociações, e não através de uma central de câmbio, é possível realizar operações de Forex trading nesse mercado 24 horas por dias, durante os cinco dias úteis da semana.

    Portanto, o Forex pode ser acessado por qualquer investidor das 21 horas de domingo até as 22 horas de sexta-feira, segundo o horário do Reino Unido.

    Contudo, durantes os finais de semana, o mercado é fechado apenas para investidores comuns. Os bancos centrais e organizações relacionadas ao mercado continuam operando.

    Nesse sentido, pode haver diferença entre o preço de fechamento na sexta-feira e o preço de abertura no domingo. Assim, se o investidor deseja de prevenir contra as alterações do final de semana, deve considerar fechar posição na sexta ou definir stops para administrar o risco.

    Por fim, é importar lembrar, que o horário de funcionamento do mercado de câmbio Forex varia em março, abril, outubro e novembro, de acordo com o horário de verão de cada país.

    Volatilidade no Forex

    forex

    O alto volume de operações cambiais que movimentam bilhões de de dólares por hora no mercado Forex, tornam os movimentos de preços de algumas moedas extremamente volátil, o que pode conferir ótimas oportunidades de lucros para os especuladores.

    No entanto, assim como essa volatilidade pode oferecer boas oportunidades de compra, também podem incorrer em elevados níveis de risco. Nesse sentido, é importante usar as ferramentas de gerenciamento de risco do mercado Forex, para limitar a exposição às flutuações.

    Alavancagem no Forex

    A Alavancagem é um termo bastante conhecido por muitos investidores e está relacionado a capacidade operar com grande montante de dinheiro, sem usar capital próprio.

    Um investidor pode, por exemplo, usar uma alavancagem de 1:100, o que significa que cada unidade monetária ( real, dólar, euro, etc) exposta ao risco, na verdade, gerencia 100 unidades monetárias.

    Nesse sentido, operar de maneira alavancada possibilita um maior potencial de lucro para o investidor. Em contrapartida, o risco também é maximizado.

    Nas operações com moedas estrangeiras, realizadas no Forex, a alavancagem em oferta é, de maneira geral, mais elevada do que o que ocorre em média no mercado.

    As opções de alavancagem são determinadas pelas corretoras e podem variar de 1:1, 1:100, até números maiores. Nesse sentido, as corretoras permitem que os traders ajustem o seu nível de alavancagem de acordo com suas estratégias, respeitando sempre o limite da corretoras.

    Margem no Mercado Forex

    O uso da Margem no mercado Forex é bastante comum entre os investidores desse mercado. Ela se refere a um depósito efetuado por um investidor, usado como garantia para manter a posição aberta.

    Como as operações são liquidadas considerando apenas a diferença entre as valorizações de diferentes moedas, o investidor não precisa ter disponível todo o dinheiro envolvido na operação.

    O Forex possibilita que o investidor deposite apenas uma “margem” necessária para cobrir as variações diárias dos pares de moedas estrangeiras

    Quando um trader decide operar usando a margem, precisa estar atento ao fato de que o montante de margem necessária para manter a posição aberta depende da dimensão da posição ou do número de posições abertas.

    Muitas vezes, no entanto, o termo é confundido com um custo para negociação, mas isso está errado. A Margem, nada mais é do que um montante em dinheiro que é depositado pelo trader, de boa fé, para abrir uma posição junto à corretora e garantir essa posição em caso de perda.

    Riscos do Mercado Forex

    O mercado Forex é bastante agressivo – e, por isso, os riscos envolvidos nas operações nesse mercado de câmbio também muito elevados.

    Nesse sentido, antes de aplicar capital, o investidor deve estar atento à todas as características desse mercado, para entender como operar Forex  e se vale a pena ou não.

    De qualquer modo, é recomendado o uso de ferramentas de controle de risco para limitar a exposição dos investimentos no mercado.

    Além dos riscos gerados por conta das características próprias do mercado o investidor deve ficar a atento à outras questões envolvendo manipulação de mercado e uso indevido de dados.

    Por fim, também é preciso ficar atento à escolha da corretora. Como o Forex  não é regulamentado pela CVM não há garantias de que as corretoras realmente existam e de que sejam confiáveis.

    Por isso, antes de escolher a instituição na qual vai aplicar, é importante fazer uma pesquisa para conhecer as melhores corretoras e evitar golpes ou fraudes. Esse passo, no entanto não é tão simples e pode demandar um pouco de esforço.

    A escolha de uma boa corretora de valores pode ser crucial para o sucesso dos investimentos e deve ser escolhida de acordo com o perfil do investidor e pela qualidade dos produtos oferecidos.

    Para entender melhor sobre essa questão, leia o artigo que a Suno preparou exclusivamente sobre como como escolher uma boa corretora.

    Forex e os esquemas de fraude financeira

    Recentemente, muitas pirâmides financeiras e demais esquemas de fraude usam o alto potencial de ganhos do mercado Forex para atrair investidores para seus esquemas fraudulentos. As supostas pirâmides prometem ganhos elevados e garantidos aos seus clientes, sem explicar que os investimentos em Forex, são voláteis e não garantidos.

    Além disso, a maior parte dos lucros, nem sempre são provenientes dos investimentos no Forex, mas sim de valores arrecadados com a entrada de novos participantes na pirâmide.

    A maior parte dessas empresas funcionam de maneira irregular no mercado, oferecendo produtos em desacordo com a regulação brasileira, por não estarem regulamentadas pela CVM e por não serem fiscalizadas por intermediários autorizados.

    No começo de 2019, a CVM suspendeu a Unick Forex de fazer oferta pública de investimentos, por não estar autorizada pela autarquia. Além disso, a Unick Forex, também é investigada pelo Ministério Público Federal (MPF), por conta dos ganhos elevados, de origem obscura.

    Além desse caso, a CVM já suspendeu também em 2019 a Lite Forex, FX Trading e LBLV Ltd, que atuavam irregularmente no mercado Forex.

    Nesse cenário, para alertar aos investidores brasileiros de possíveis fraudes, a CVM publicou uma página especial sobre as principais atividades irregulares no mercado.

    Entre as ofertas e atuações irregulares a autarquia destacou:

    • Pirâmides Financeiras;
    • Esquemas Ponzi;
    • Ofertas Irregulares de Marketing Multinível;
    • Mercado Forex.

    Pirâmides Financeiras

    forex

    As pirâmides financeiras são esquemas irregulares de captação de recursos. Nesses casos, os lucros ou rendimentos aos participantes são pagos a partir do aporte que novos membros pagam para aderir ao esquema.

    O sistema se mantém até que a expansão da base da base pirâmide já não consegue sustentar toda a estrutura.

    Esquema Ponzi

    O esquema “Ponzi” também não oferece uma oportunidade real de investimento, porém é diferente das pirâmides no sentido de que os investidores não precisam atrair novos participantes.

    A aparência de ser um investimento real, nesse caso,  pode ser maior, pois os recursos são entregues a uma pessoa que promete devolver o valor aplicado com acréscimo de rendimentos.

    Contudo, assim como acontece nas pirâmides, os lucros no esquema Ponzi também são provenientes dos aportes de novos membros no esquema.

    Ofertas irregulares e Marketing Multinível

    De modo geral, o marketing multinível é uma forma de remunerar quem atua em venda direta ao consumidor (“porta a porta” ou por catálogo). Contudo, nesses casos, o revendedor ganha não apenas pelo que vende, mas também pelo que vendem os revendedores que vier a recrutar.

    O problema, nesse  caso, é que algumas pessoas podem usar essa estrutura para dar uma aparência legal às atividades ilícitas de pirâmides financeiras.

    Legalidade do mercado Forex

    Como dito, as negociações no mercado Forex no exterior são legais, contudo, no Brasil, esse tipo de mercado ainda não é regulamentados e nenhuma instituição brasileira está autorizada a operar nele.

    Contudo, com promessas de rentabilidade acima do normal, muitos investidores aplicam nesse mercado, sem conhecer suas características e os riscos envolvidos na operação.

    Segundo a CVM, os riscos nesse casos,  envolvem o fato de ofertas públicas desses produtos não estarem de acordo com a regulamentação brasileira e não serem regulados por entidades autorizadas, assim, existe possibilidade de que o valor investido não seja, realmente, aplicado nesse mercado.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Perguntas Frequentes sobre Forex
    O EUR/USD é um dos pares de divisas mais negociados no mercado Forex. O Par consiste em 2 divisas de moeda: euro e dólar americano.
    Não existe uma par de moedas estrangeiras considerado mais fácil de ser operado. A escolha das operações e dos pares depende do perfil de cada trader. Contudo, para quem está começando pode ser interessante optar por investir em pares com maior volume de negociação e menos voláteis.
    Os pares de moedas estrangeiras mais negociados no mercado Forex incluem o EUR / USD, USD / JPY, GBP / USD e USD / CHF.
    As lacunas no mercado Forex são diferenças nos preços de fechamento e de abertura de um parte de moedas. De modo geral, elas ocorrem no Forex, mas são menores do que em outros mercados, em decorrência da negociação do funcionamento de 24 horas por dia, cinco dias por semana.
    Não existe um valor mínimo para começar a operar no Forex, assim, o capital inicial aplicado deve ser baseado nas estratégias de cada investidor. No entanto, pode ser interessante destacar que esse tipo de negociação envolve um alto risco, não sendo assim recomendado como investimento.

    Bibliografia

    http://www.cvm.gov.br/menu/investidor/alertas/ofertas_atuacoes_irregulares.html

    https://www.investopedia.com/terms/f/forex.asp

    https://www.investidor.gov.br/portaldoinvestidor/export/sites/portaldoinvestidor/publicacao/Alertas/mercadoForex.pdf

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *