O que é análise fundamentalista é uma pergunta muito comum.
Por: Marcos Baroni

Fiikipedia: P/VP nos FIIs Parte 3

Na semana passada, tive a oportunidade de explicar ainda mais sobre o indicador P/VP e como é sua percepção por parte dos investidores.

Agora, irei fechar esta trilogia trazendo a vocês um exemplo real que pode nos servir como referência do “peso” que, de fato, temos que dar a este indicador ao realizar nossas operações no mercado.

Usarei no artigo de hoje o Fundo Imobiliário VBI FL 4440 (FVBI11) como exemplo pelas seguintes premissas:

  • O fundo é sócio 50/50 de outros empreendedores, o que nos traz maior alinhamento de interesses.
  • São contratos típicos, portanto, negociados a mercado.
  • É multilocatário (mais de 10), o que favorece o cálculo de um aluguel médio ajustado para a região.
  • Está localizado em um dos locais mais nobres de SP (Av. Brigadeiro Faria Lima).

Este fundo teve início em 2012/13 com base no modelo de remuneração conhecido como RMG – Renda Mínima Garantida (9% ao ano).

Observe, no gráfico, que o fundo não conseguiu entregar resultado acumulado superior ao 100% do CDI, e a Renda tem sido decrescente.

Obviamente, os gráficos são reflexos dos problemas (revisionais) ao final da RMG, além da vacância, que foi agravada com a crise do segmento corporativo de escritórios em São Paulo.

Lembrando que este fundo possui, excepcionalmente, Taxa de Performance que é cobrada pelo Consultor Imobiliário – VBI Real Estate.

VALOR PATRIMONIAL – FVBI11

Dando um passo atrás: a emissão foi na ordem de R$ 215 milhões. Portanto, 2.150.000 cotas foram colocadas no mercado ao valor de R$ 100/cota.

Agora, quase 5 anos depois, temos um fundo avaliado em R$ 171,4 milhões.

Sim, isso mesmo: o valor atual é R$ 79,73/cota – R$ 44 milhões “evaporaram”.

Vale ressaltar que essas Reavaliações são feitas por empresas especializadas do setor, levando em consideração o valor de outros prédios, vacância e preço médio praticado na região, e daí fecham a valoração atualizada.

E agora?? O que fazer?

Calma!! Não se desespere.

A princípio, temos dois caminhos:

  1. Simplesmente não fazer nada. Se você acredita na perenidade deste ativo e entende que ele seja capaz de continuar gerando renda, ignore.
  2. Acreditar que o mercado secundário da bolsa poderá se alinhar ao Valor Patrimonial (VP), mesmo que lentamente.

O “caminho 1” é o mais adequado para quem tem perfil passivo e não se preocupa com variações de mercado. As compras constantes diluem esta distorção e o alinhamento será natural com o passar do tempo.

O “caminho 2” faz sentido para investidores mais qualificados, que buscam estratégia de valor (Value Investing). A arbitragem de posição tende a gerar “alpha” para a carteira global. O risco é maior, claro!! Mas também poderá trazer retorno acima da média em caso de sucesso.

Lembre-se de que aconteceu algo bem parecido com TBOF11.

  • O desconto virou ágio.
  • Depois o ágio virou desconto.
  • E agora “se alinhou” de novo!!!

Não é difícil concluir que haverá sempre uma “Assimetria” entre o mercado real e o secundário (bolsa).

Observe que temos o seguinte cenário em FVBI11 aos preços atuais:

  • Preço por m² / VP = R$ 15,5 mil
  • Preço por m² / MERCADO = R$ 20,4 mil

Resultado = Ágio superior a 30%

É por isso que boa parte dos investidores optam pelo Caminho 1, pois entendem que o Tempo é a ferramenta mais saudável para ajustar as anomalias provocadas pelos investidores.

Por fim, reforço que é impossível ser 100% conclusivo. O foco central foi trazer uma saudável reflexão sobre o tema, até como forma de ajudá-lo a amadurecer cada vez mais no universo dos FIIs.

Espero por você!

Participe de nossas Lives no Canal do Youtube da Suno Research sobre Fundos Imobiliários às quintas-feiras às 21h e aproveite para tirar ainda mais dúvidas sobre tudo que foi abordado neste artigo.

É daqui a pouco! Te espero por lá.

Além disso, temos Relatórios e Radares bem completos, que são publicados semanalmente, trazendo destaques dos principais Fundos Imobiliários negociados no mercado brasileiro.

Marcos Baroni

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos. Graduado na área de Tecnologia da Informação e pós-graduado em Educação, investe no mercado financeiro desde o início de sua carreira e há 10 anos leva conhecimento por várias cidades do Brasil sobre como conquistar a Independência Financeira.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

209 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs

eBook GratuitO

Investindo em

Fundos
Imobiliários

Descubra como receber dividendos mensais dos melhores imóveis do Brasil

CORONAVÍRUS, PETRÓLEO, ECONOMIA E INVESTIMENTOS. VOCÊ JÁ SABE O QUE FAZER?​