Fiikipedia

Fiikipedia: O CONGRESSO DE FIIs – UM DIVISOR DE ÁGUAS

By 15 de novembro de 2018 No Comments

Nesta semana, teremos a nossa tradicional Live, com perguntas e respostas, sobre os fundos imobiliários e suas perspectivas futuras, comentando os últimos acontecimentos dos ativos listados no mercado.

Link Direto para a Live – 15 de novembro de 2018 às 21h

Apesar do feriado, vamos aproveitar para atualizar informações importantes sobre emissões nos fundos imobiliários, bem como explorar temas que foram abordados em nosso congresso de fundos imobiliários, que foi realizado no dia 08 de novembro de 2018.

A data do congresso foi escolhida propositalmente – 08 de novembro – meu aniversário. Fiz questão de escolher esse dia pois queria estar perto dos meus novos amigos, unidos pelos fundos imobiliários, e que agora têm cada vez mais responsabilidade com o futuro da indústria.

Teremos muitos desafios pela frente, e foi basicamente sobre isso que debatemos por quase 8 horas ao longo do dia.

Acho que este evento foi um divisor de águas na indústria – os feedbacks foram positivos e os convidados se mostraram à vontade para poder usufruir dos mais diversos temas pertinentes ao nosso dia a dia como investidores de fundos imobiliários.

Farei um breve resumo.

De início, fiz uma homenagem ao amigo e o verdadeiro “culpado” pela existência dos fundos imobiliários no Brasil: SÉRGIO BELLEZA – uma ilustre presença que pode contar um pouco de como tudo começou.

No primeiro painel, focamos nos investidores.

Isso mesmo, somos hoje quase 200 mil cotistas que buscam o conforto e a segurança dos FIIs. Aí vai um pouco do que foi discutido lá por mim, Arthur Vieira de Moraes, Danilo Bastos, Jean Tosetto e Tiago Reis.

No passado não tão distante, nós, investidores, vivíamos em um deserto onde não se conseguia buscar informações sobre os fundos, artigos, vídeos, enfim, uma tremenda escassez, até porque os FIIs carregavam um viés muito simplista e óbvio.

Agora, vivemos em um tsunami, onde conteúdos são explorados sob as diversas óticas e linhas editoriais.

A dica é: busque uma ou duas linhas com as quais você se identifica mais, e procure sempre a informação na fonte, isto é, nos próprios relatórios gerenciais e contato direto com os gestores.

O contraditório é importante, claro. Por isso, procuramos sempre manter a linha educacional ao falar sobre fundos imobiliários, pois só assim, teremos cada vez mais investidores conscientes e donos de si.

Falamos também que não há fórmula mágica sobre diversificação. Cada um de nós busca o equilíbrio próprio e, ao longo do painel, pudemos ter a visão compartilhada e ratificada por vários ali presentes.

Falamos também sobre ativismo e seus desdobramentos, assim como todos os investidores devem se manter diligentes com suas escolhas.

Obviamente, tratamos de riscos setoriais e da capacidade dos gestores em conseguirem, de fato, entregar resultados adicionais (alfa) aos investidores, o que tenderá a ser o foco principal para a próxima década frente ao que temos visto até agora.

De toda forma, observamos que os resultados médios dos principais fundos do IFIX têm sido muito bons desde o IPO de cada um deles. Foi colocado que os fundos imobiliários que, apesar das dificuldades e barreiras atuais, continuam sendo produtos bem estruturados.

Temos de buscar o estado da arte nos fundos imobiliários, onde se discute imóveis, mas, acima de tudo, histórico, governança e transparência.

Falamos sobre a consolidação da indústria de FIIs e os desafios para que isso ocorra. Não será fácil, porém, necessária.

Uma frase que marcou bastante o evento: “Estudar FII não é ficar no home broker, e sim ler relatórios”. É bem isso mesmo: simples e direto.

Enfim, fiz um breve resumo do primeiro painel para que todos possam estar por dentro de alguns dos tópicos que foram debatidos – cada um dos convidados teve a oportunidade de colocar sua visão e, no fim, todos nós ganhamos com esta pluralidade.

Durante o evento, são colocados pontos de vista e informações que podem ser absorvidas de forma individual e, por isso, a importância de todos participarem presencialmente, na medida do possível, claro.

Na próxima semana, falarei um pouco mais de como foi o segundo painel do nosso evento em que tivemos a presença de 7 gestores de importantes fundos imobiliários negociados no Brasil.

Conto com vocês.

E, por fim, lembre-se de acessar a nossa playlist no canal do Youtube, que visa mapear os principais FIIs do mercado

ESPERO POR VOCÊ!

Participe de nossas Lives, no Canal do Youtube da Suno Research, sobre Fundos Imobiliários às quintas-feiras às 21h e aproveite para tirar ainda mais dúvidas sobre tudo que foi abordado neste artigo.

Além disso, temos Relatórios e Radares bem completos que são publicados semanalmente, trazendo destaques dos principais Fundos Imobiliários negociados no mercado brasileiro.

Compartilhe a sua opinião
Marcos Baroni

Marcos Baroni

Marcos Baroni, professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos. Graduado na área de Tecnologia da Informação e pós graduado em Educação, investe no mercado financeiro desde o início de sua carreira e há 10 anos leva conhecimento por várias cidades do Brasil sobre como conquistar a Independência Financeira.