Acesso Rápido

    Fiikipedia: Os fundos imobiliários caíram. E agora, o que eu faço?

    Fiikipedia: Os fundos imobiliários caíram. E agora, o que eu faço?

    Fiikipedia

    Prof. Baroni – 06 de fevereiro de 2020

    Recebo hoje o time de Gestão da Rio Bravo Investimentos para debatermos todos os detalhes das Cartas Consulta envolvendo a fusão / incorporação dos fundos imobiliários RBVA11 (Rio Bravo Renda Varejo) e SAAG11 (Santander Agências). Atenção aos cotistas: sua presença é muito importante. Manifeste seu voto.

    https://www.youtube.com/watch?v=v3kcRU7y2Lg

    Os fundos imobiliários caíram. E agora, o que eu faço?

    Curiosamente, na semana passada, escrevi um artigo com o tema inverso. A provocação era no sentido de que os fundos imobiliários estavam todos caros e a dúvida seria sobre qual opção comprar?

    Pois bem. Por uma ironia do destino, tenho recebido perguntas nos últimos dias de investidores questionando sobre a queda dos fundos imobiliários e que estão “perdendo” dinheiro. E pior: alguns perguntando tivemos a formação de uma bolha?

    Engraçado isto, não?

    Em primeiro lugar: perdendo por que? O investidor não vendeu as cotas. O lucro ou prejuízo só será assumido em caso da alienação das cotas.

    Em segundo lugar: o IFIX subiu cerca de 35% no ano passado e, agora, estamos claramente em um movimento corretivo de preços. Esta mecânica em renda variável é assim desde “Adão e Eva”. Preços sobem, preços caem – nada anda em linha reta.

    Veja o gráfico do IFIX (histórico de 5 anos) extraído do website www.statusinvest.com.br. Note bem o “tamanho” da queda. Veja se faz sentido o desespero por parte de alguns investidores e achar que a “bolha foi estourada”. Estas correções são normais e fazem parte do nosso mercado desde sempre. Não há nada de errado nisto.

    Mas, na verdade, eu sei muito bem porque há vários investidores incomodados com esta “queda”. Muitos deles (cerca de 70-80%) estão investindo desde o início do ano passado. Estas pessoas só viram alta nas cotações até agora e fantasiaram, mesmo que involuntariamente, que o mercado de fundos imobiliários iria valorizar para sempre.

    Ledo engano. Fica o aprendizado: renda variável, varia.

    Agora é hora de se organizar psicologicamente, rever fundamentos, seguir em frente com os aportes, privilegiar emissões que seus FIIs estejam fazendo (especialmente quando há desconto em relação ao mercado secundário) e monitorar a Reforma Tributária que, sim, é o nosso maior risco (“fantasma”) no curto prazo.

    Até lá, continue estudando, estudando e estudando. A sua única proteção é o seu conhecimento. Jamais se esqueça disto.

    Marcos Baroni
    Compartilhe sua opinião
    6 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Francisco Camelo 6 de fevereiro de 2020

      Um dia desses ainda vou alcançar o seu nível de conhecimento neste tipo de investimento que eu particularmente sou fascinado, sucesso professor?

      Responder
    • Jailson 6 de fevereiro de 2020

      Prof. Baroni estou seguindo sua orientação na dedicação aos estudos, por isso estou lendo o Guia Sumo FII e estou aguardando a promoção do seu Curso em FII’s e já fui as compras de algumas cotas… Aguardando a Live de hoje!

      Responder
      • ricardo 25 de fevereiro de 2020

        Amigo, aonde eu baixo o Guia Suno FII, eu sou assinante Suno

        Responder
    • Natan Zorzo 6 de fevereiro de 2020

      Muito bom artigo!

      Responder
    • Rogério 7 de fevereiro de 2020

      tenho pouco dinheiro agora que montei minha reserva de emergência, precisava de uma assessoria com um baixo custo

      Responder
    • José Maria Nogueira 7 de fevereiro de 2020

      Excelente.

      Responder