Por: Tiago Reis

Faturamento Hering: descubra os seus pontos positivos e negativos

Essa companhia é considerada a maior rede de franquias de varejo do Brasil. Suas centenas de lojas estão espalhadas por todo o território nacional contribuindo para o consistente faturamento da Hering.

O faturamento Hering é proveniente das suas quatro principais marcas: Hering, Hering Kids, PUC e DZARM.

O faturamento é a linha do demonstrativo de resultados onde é possível ver a receita bruta de vendas da companhia.

Cada uma dessas marcas possui os seus atributos próprios, suprindo os seus respectivos nichos de mercado.

Já o modelo de produção dessa empresa é híbrido, e pode ser considerado um dos diferenciais da empresa frente à concorrência.

Ele é caracterizado pela combinação de produção própria, terceirização e outsourcing, tanto proveniente do meio interno quanto do externo, garantindo flexibilidade e velocidade para atender as demandas do mercado.

A Hering é uma empresa que possui muitas vantagens competitivas, apesar de estar lotada no setor de moda que é altamente competitivo e volátil. Seus últimos resultados apesar de consistentes tem mostrado que a empresa tem perdido Market Share:

  • Lucro líquido de R$ 264 milhões em 2017;
  • Receita líquida de R$ 1.562 milhões;
  • Retorno sobre o patrimônio líquido de 21%;
  • Same Store Sales (SSS) de -0,6%.

Como vimos acima, as vendas nas mesmas lojas, ou same stores sales, da empresa foi negativo no ano de 2017, apesar do crescimento das vendas do varejo de moda nesse ano.

Entendendo o faturamento Hering

Receita bruta – release da empresa

Como podemos ver na tabela, o faturamento da empresa tem apresentado crescimento em todas as suas linhas de negócios.

Esse crescimento se deveu muito a uma recuperação econômica vista no ano de 2017, além de esforços feitos pela companhia na melhoria da oferta de produtos e melhor experiência de loja.

O crescimento na receita bruta total foi de 5,3% no ano de 2017 versus 2016 o que garantiu uma adição no lucro líquido na ordem de 32,3% graças a ganhos de produtividade oriundos de melhores resultados de vendas.

A Hering se caracteriza por ser uma empresa que tem um posicionamento bastante democrático além de apresentar uma boa relação custo x benefício, destacando-se nas vendas de produtos básicos.

Hering – uma empresa caixa líquido

Endividamento – release da empresa

A Hering é uma empresa que é bastante conhecida por seu conservadorismo financeiro e geração consistente de fluxo de caixa livre.

Essa companhia vem mantendo uma dinâmica de caixa líquido (ou seja, mais dinheiro em caixa do que dívidas) desde 2009, apesar de toda a crise que assolou o país nos últimos anos.

Gostamos de empresas que apresentam uma postura conservadora na gestão dos seus recursos, pois esse é um fator que contribui para a sobrevivência das companhias que estão lotadas num setor altamente competitivo como o que a Hering atua.

Acontece que essas organizações, de modo geral, conseguem passar por um cenário de crise mais “suavemente” do que as empresas que se encontram altamente alavancadas.

Outro ponto positivo para a empresa é o seu retorno sobre o patrimônio líquido, que no difícil ano de 2016, a companhia ainda conseguiu atingir uma rentabilidade de 16%, patamar que poucas empresas conseguiam atingir, dado a forte crise que as assolava.

Conclusão do faturamento Hering

Marcas da empresa

A Hering é sem dúvidas uma boa empresa. Sobretudo quando olhamos os seus resultados sobre a ótica da rentabilidade sobre o patrimônio.

Porém o que nos preocupa é a capacidade futura da empresa em recuperar as suas vendas nas mesmas lojas, dado uma dinâmica competitiva acirrada que se vê nas empresas desse setor.

Para que a empresa se torne um investimento interessante acreditamos que seja necessária uma maior margem de segurança em relação a outras empresas que atuam em setores mais previsíveis.

Portanto o faturamento Hering em nossa opinião tem se apresentado robusto, o que não significa que seja um momento interessante de adquirir essa empresa. Para saber mais detalhes sobre essa e outras empresas, assine a Suno e veja nossas análises completas.

 

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs