Acesso Rápido

    Faturamento da Queiroz Galvão: Veja por que o lucro da empresa oscila

    Faturamento da Queiroz Galvão: Veja por que o lucro da empresa oscila
    Faturamento da Queiroz Galvão - Release da empresa

    Voce já ouviu falar no Grupo Queiroz Galvão? O Grupo é dono de uma das maiores empresas privadas de óleo e gás do Brasil. O faturamento da Queiroz Galvão Exploração e Produção, portanto, vem da exploração destas commodities.

    A QGEP vem conquistando posição de destaque entre as empresas do setor em atuação no País, por isso, o faturamento da Queiroz Galvão se tornou expressivo.

    Seu portfólio cresceu bastante desde o início da sua formação.

    Como parte da estratégia de diversificação de suas atividades, em 1980, o Grupo Queiroz Galvão deu início à sua atuação no setor de petróleo e gás natural.

    Fazendo isto através de atividades de prestação de serviços de perfuração de poços.

    Já a partir de 1997, após mudanças na legislação brasileira do setor, iniciou suas próprias atividades de exploração e produção.

    Em setembro de 2010, o sucesso dessas iniciativas e o crescente desenvolvimento do potencial petrolífero e energético do País levaram o Grupo a concentrar todas as atividades de exploração e produção na QGEP.

    Por meio da reestruturação da então Queiroz Galvão Óleo e Gás S.A. (QGOG), foram separadas as atividades de exploração e produção de petróleo das atividades de prestação de serviços.

    Única empresa de capital aberto do Grupo, a QGEP é listada no Novo Mercado da B3, por ter adotado as melhores práticas e atingido o mais alto grau de Governança Corporativa.

    A QGEP detém um portfólio diversificado e balanceado, com ativos em oito das principais bacias sedimentares da costa do Brasil. Entre elas:

    • Bacia de Santos
    • Bacia do Espírito Santo
    • Bacia de Pernambuco-Paraíba
    • Bacia da Foz do Amazonas

    Faturamento da Queiroz Galvão – Justificativas

    Receita da Queiroz Galvão
    Receita da Queiroz Galvão – Fundamentus

    É perceptível pela imagem acima a elevação de receita líquida da Queiroz Galvão.

    Esta linha do resultado cresceu expressivamente desde o IPO da empresa.

    Mas por que se deu este crescimento?

    O crescimento é explicado pelo aumento da escala da companhia.

    A empresa aumentou de forma considerável os seus ativos, o que lhe permitiu conseguir também uma receita muito maior.

    Embora a exploração do setor no Brasil ainda seja muito responsabilidade da Petrobras, houve uma certa abertura do mercado para novas empresas nos últimos anos.

    Este fato também colaborou para o aumento da receita da Queiroz Galvão.

    Lucro da Queiroz Galvão

    Lucro da Queiroz Galvão
    Lucro da Queiroz Galvão – Fundamentus

    Embora a receita da Queiroz Galvão tenha crescido bastante desde o seu IPO e se mantido estável nos últimos ano, o mesmo não se pode dizer do lucro.

    Fica visível na imagem a oscilação do lucro da Queiroz Galvão.

    Fato que, por sinal, é marcante em empresas de commodities.

    Esta oscilação se deu muito por conta da variação do preço do petróleo, o que afeta diretamente as margens de lucro da companhia.

    E também por conta das investigações da operação Lava Jato, que atingiram a empresa.

    Conclusão sobre o faturamento da Queiroz Galvão

    Queiroz GalvãoExiste, a respeito dessa empresa, um fato inegável e que não pode deixar de ser lembrado.

    A companhia é alvo de investigações no âmbito da operação Lava-Jato.

    Tendo sido citada diversas vezes em noticiários a respeito de escândalos de pagamentos de propinas a políticos.

    Fatos que resultaram, inclusive, na prisão de um ex-presidente e um ex-diretor da companhia em meados de 2016.

    Isto, portanto, afeta de forma considerável a empresa.

    Gostamos muito da estratégia de Décio Bazin em seu livro Faça Fortuna com Ações.

    A estratégia sugere que os investidores evitem empresas que tenham seus nomes relacionados a notícias negativas.

    Além disso, entendemos que a cadeia de óleo e gás como um todo no Brasil, apresenta muitas dificuldades e, por consequência disso, as opções de boas companhias no segmento são muito restritas.

    Isto porque poucas dessas empresas (ou quase nenhuma) apresentam características de serem boas geradoras de caixa, pagadoras de dividendos e/ou com potencial de crescimento.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *