EVEBITDA
Por: Rodrigo Wainberg

EV/EBITDA: descubra como analisar esse importante indicador

Tomo mundo já ouviu falar na relação preço lucro. Mas e o EV/EBITDA? Você sabe o que é?

O EV/EBITDA é um indicador bastante útil na análise de comparação de múltiplos.

O que é o EV/EBITDA?

O EV/EBITDA é um indicador formado, basicamente, por dois componentes:

Já o EV, também chamado de Valor da Firma, é formado por três componentes:

  1. + Valor de Mercado
  2.  + Valor das Dívidas
  3.  – Caixa e Equivalentes de Caixa

Ou seja, o EV dá uma ideia de quanto custaria para comprar todos os ativos da companhia, descontado o caixa (troco).

Por outro lado, o EBITDA é um indicador útil para estimar a geração de caixa de uma companhia.

Valuation e precificação de ativos

Calculando o EV/EBITDA na prática

Vamos calcular agora o indicador de EV/EBITDA para o caso da empresa Randon. (  ( )

No dia 19/04/2018, as ações ON eram cotadas a R$ 6,19 e as PN a R$ 8,7.

Como a companhia tem 116.516.000 ações ON e 229.260.000 ações PN, então o valor de mercado seria:

  • Valor de mercado = (6,19 x 116.516.000) + (8,7×229.260.000) = R$ 2,72 bilhões

Já para o cálculo do valor das dívidas, devemos olhar no último balanço patrimonial divulgado. Ou seja, a companhia tinha R$ 2,21 bilhões de empréstimos, financiamentos e debêntures, já considerando as dívidas de curto prazo e longo prazo.

E além disso, encontramos também no balanço quanto a companhia tinha de caixa. Ou seja, havia R$ 1,0 bilhão de disponibilidades.

Assim, já temos tudo que precisamos para calcular o numerador.

Isto é , EV = R$ 2,72 +R$ 2,21 – R$ 1,00 = R$3,93 bilhões

Por outro lado, o EBITDA atual da companhia, considerando os últimos 12 meses, foi de R$ 308,22 milhões.

Portanto, o EV sobre EBITDA dá R$ 3,93/R$ 0,308 = 12,76.

Aprenda como analisar uma ação

Vantagens do EV/EBITDA

Dentro de uma análise, o indicador EV/EBITDA possui algumas vantagens em relação ao P/L. As principais são:

  • Possui valor quase sempre é positivo;
  • Permite comparar empresas com diferentes estruturas de capital e tributação;
  • Elimina efeitos que não afetam o caixa da companhia (como depreciação, amortização);
  • Permite comparar empresas nacionais com internacionais.

Todos esses fatores elencados acima fazem com que esse indicador seja também muito utilizado em processos de fusões e aquisições.

O motivo disso é que as companhias que estão negociando podem ter diferentes níveis de endividamento e alíquotas de impostos diferentes. Por isso se utiliza um indicador que seja o mais próximo de ser universal.

Além disso, se uma mesma companhia muda o seu nível de endividamento ao longo dos anos, é interessante utilizar esse indicador para comparar períodos diferentes.

Desvantagens do EV/EBITDA

Por outro lado, esse indicador também tem seus defeitos.

Se a empresa estiver muito alavancada financeiramente, pagando muitos juros, pode estar dando prejuízos. E assim, o indicador falhará em mostrar isso.

Além disso, o EBITDA não é uma medida correta da verdadeira geração de caixa livre para o acionista, pois ignora os juros pagos, a receita financeira, os tributos recolhidos, o investimento em capital de giro e manutenção de CAPEX.

10 livros que todo investidor deveria ler

Conclusão sobre o EV/EBITDA

O EV/EBITDAé um excelente indicador para avaliar empresas de diferentes países, com níveis de endividamento e tributação diferentes. Apesar disso, esse índice ignora juros,tributos,investimento em capital de giro e CAPEX.

Por esses motivos, uma análise deve ser feita em conjunto com outros indicadores fundamentalistas além do EV/EBITDA. Em caso de dúvidas sobre como fazer isso, deixe um comentário abaixo com a sua pergunta e compartilhe conosco a sua visão acerca desse tema.

Rodrigo Wainberg

Profissional aprovado no Level III da certificação CFA, investidor em ações há 6 anos. Possui registro de Analista e Consultor de Valores Mobiliários e é Bacharel em Física pela UFRGS.

13 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ruy 3 de outubro de 2019

    Ótimo texto, mas acho que faltou o principal: 12,76 é bom ou ruim? Qual o resultado desejado? Obrigado.

    Responder
    • João 19 de outubro de 2019

      Saudações Ruy, esse valor no meu ver é ruim, pois, o que ele realmente quer comparar é: A capacidade de valorização (EV) da empresa com a capacidade de geração de receita(EBITDA) e significa que, ao comprar essa empresa quantos anos levaria para eu rever o dinheiro investido contabilizando o EV/EBITDA, ou seja, em quantos anos o lucro operacional da empresa pagaria o meu investimento caso eu compra-se a EMPRESA, então quanto menor o número melhor.

      Responder
  • Rafael L 4 de novembro de 2019

    CFA LEVEL 3 Parabéns

    Responder
  • daniel arruda 4 de novembro de 2019

    Qual outro indicador que combinado com o EV\EBITDA nos ajudaria analisar questões de juros, tributos, investimento em capital de giro e CAPEX.?

    Fonte: Suno Research em EV/EBITDA: entenda como analisar esse importante indicador

    Responder
  • Sergio Sanderson 16 de dezembro de 2019

    bom-dia. Parabéns pelo trabalho EV/EBITDA.

    Responder
    • Suno Research 16 de dezembro de 2019

      Obrigado. Vamos que vamos!

      Responder
  • Marcos A Costa 19 de dezembro de 2019

    Boa tarde! Muito bom seu artigo. Porém, na minha opinião, para ser mais didático, faltou explicar o que efetivamente significa os 12,76 obtidos do exemplo acima, da relação EV/EBITDA. Tinha que explicar, para quem é leigo, que, ao comprar essa empresa levaríamos 12,76 anos para rever o dinheiro investido contabilizando o EV/EBITDA, ou seja, levaríamos 12,76 anos do lucro operacional da empresa para pagar o investimento caso comprássemos a EMPRESA, então quanto menor esse número melhor.

    Abraços.

    Responder
  • Joel Mendes Ribeiro 20 de dezembro de 2019

    qual o ev/ebitda ideal ou seja que mostra que a companhia é interessante do ponto do investidor em ações? você mostrou o exemplo da Randon 12,76 porem não classificou o resultado apresentado, isto ficou vago e incompleto em nosso modo de ver.
    Obrigado.

    Responder
    • Suno Research 6 de janeiro de 2020

      Não existe um ideal, como quase tudo no mercado financeiro, existem várias variáveis.
      Em uma circunstância um certo valor do EV/Ebitda pode ser um bom indicativo, em outra, o mesmo valor pode ser um aviso de cuidado, tende entender exemplos, estudar diferentes casos, não ter uma resposta certa para passar a régua.

      Responder
  • Cleiton Owen 28 de dezembro de 2019

    3,93/R$ 0,308 = 12,76.

    Em cima desse resultado:
    Qual valor encontrado é ideal?
    Quanto menor melhor?

    Responder
    • Suno Research 8 de janeiro de 2020

      Quanto menor mais barata a empresa está.

      Responder
  • Luiz Vidal 1 de fevereiro de 2020

    Olá, posso calcular o EV considerando a divida bruta de uma empreasa?

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

209 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs

Minicurso Gratuito

Aprenda
Valuation

Aprenda as principais técnicas de Valuation e Precificação de ativos para investidores

CORONAVÍRUS, PETRÓLEO, ECONOMIA E INVESTIMENTOS. VOCÊ JÁ SABE O QUE FAZER?​