Por: Tiago Reis

Especulação imobiliária: a atividade de lucrar com a valorização de imóveis

Investir em imóveis é visto como uma alternativa segura e rentável pela maioria das pessoas. Por isso, muitos investidores, empresas e demais agentes desse mercado se empenham na atividade de especulação imobiliária para conseguir lucrar com a compra e venda de imóveis.

Embora a especulação imobiliária seja comumente a um aspecto negativo, é preciso antes entender como a dinâmica do mercado imobiliário funciona e como os agentes envolvidos nesse mercado atuam.

O que é a especulação imobiliária?

A especulação imobiliária é a atividade de comprar e vender imóveis na expectativa no aumento de valor de uma propriedade em um determinado local.

Ou seja, ela consiste na aquisição sistemática, por parte de compradores e investidores, de imóveis — mas não com a finalidade de usá-los como moradia, mas sim com a expectativa de vendê-los por um valor maior no futuro.

E-book - Investindo em Fundos Imobiliários

Como funciona a especulação imobiliária?

Isso é, a especulação imobiliária se baseia na oferta e demanda do mercado de imóveis. Quando o número de imóveis disponíveis em uma região não consegue suprir a sua demanda, acaba ocorrendo um aumento no valor de mercado dos mesmos.

Logo, para lucrar com esta valorização, muitos investidores acabam adquirindo e investindo em imóveis.

Ou seja, pode-se dizer que a especulação é baseada nas flutuações dos preços do mercado imobiliário, onde o especulador “aposta” na alta de determinado imóvel.

Entretanto, mesmo não sendo de fato um investimento, especulador tem um papel importante dentro da lógica desse mercado.

É a atuação dele, por exemplo, que acaba injetando liquidez para os ativos do setor, fortalecendo assim toda a atividade imobiliária.

Investimento em imóveis e a especulação imobiliária

O investimento direto em imóveis é uma opção ainda muito tradicional no Brasil. A opção se tornou mais popular na década de 80 — quando a inflação subiu a níveis estratosféricos.

Na época, diversos bairros menos saturados passaram pelo fenômeno da especulação imobiliária.

Entretanto, é necessário ressaltar que a especulação não é um investimento imobiliário – já que a atividade não é focada na geração de renda que o imóvel pode trazer (com aluguéis, por exemplo), mas sim na valorização do ativo no futuro.

Mesmo assim, muitas pessoas apostam na compra de imóveis para obterem lucros futuros. O crescimento das cidades permite que áreas mais afastadas do centro urbano passem por processo de urbanização.

Investindo em Fundos Imobiliários

Além disso, o valor do metro quadrado em alguns centros urbanos faz com que empreendedores busquem outras regiões.

Logo, apostando numa futura urbanização, muitos decidem investir em imóveis. Isto é, esperando que haja uma especulação imobiliária do local.

A valorização de um imóvel também pode ser um fator importante para quem pretende comprar um terreno para construir.

Por que um imóvel se valoriza?

O principal fator que sustenta a especulação imobiliária é a valorização do imóvel. Assim como qualquer bem econômico, um imóvel sobe de preço quando a sua demanda é maior que a oferta.

Porém, alguns fatores podem ser essenciais para fomentar esse aumento na demanda – e, consequentemente, estimular a especulação imobiliária.

Por exemplo, a construção de um parque industrial, shopping ou universidade em um determinado bairro pode atrair uma série de outros investimentos para o local. Assim, há uma valorização imobiliária. Qualquer imóvel está sujeito aos efeitos da especulação imobiliária.

Além disso, alguns fatores podem fazer o inverso da valorização imobiliária. Isso é, diminuir o valor de mercado de uma propriedade. Isso pode acontecer por diversos fatores como poluição, trânsito e aumento da criminalidade, por exemplo.

Os efeitos da especulação imobiliária podem ser percebidos em pouco tempo. Anúncios de grandes empreendimentos já fazem aumentar imediatamente o valor do metro quadrado no mercado imobiliário.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

51 artigos
FIIs

eBook GratuitO

Investindo em

Fundos
Imobiliários

Descubra como receber dividendos mensais dos melhores imóveis do Brasil

Série Guia Suno

3 Livros pelo preço de 1

Aprenda tudo que você precisa saber para começar a investir com a série didática de livros Guia Suno