equity

Parte integrante de todo o balanço patrimonial de uma empresa, o equity é um conceito fundamental, e deve ser compreendido por todo investidor ou empresário.

O conceito de equity vem da contabilidade básica e sua compreensão pode ser de grande utilidade para o desempenho de uma carteira de aplicações financeiras.

Dessa forma, podemos dizer que o equity, ou patrimônio líquido, é o resultado da subtração do valor dos ativos menos o montante de todos os passivos de uma empresa.

Apesar do conceito de patrimônio líquido ser bastante utilizado na análise do balanço das empresas, essa idéia pode ser aplicada também nas finanças pessoais de um investidor.

Por esse motivo iremos nesse artigo entender o conceito por trás desse termo econômico e a sua utilidade prática no momento de avaliarmos uma empresa ou investimento de maneira geral.

Entendendo mais o conceito de equity

equity

Entendendo mais o conceito de equity

O equity é sinônimo de patrimônio líquido, e ele representa a participação acionária mantida nos livros pelos investidores e acionistas da companhia.

Toda empresa é obrigada a listar esse número em seus balanços patrimoniais e, portanto o investidor não precisa fazer nenhum calculo para descobrir a parte do patrimônio da empresa que cabe aos acionistas.

O patrimônio líquido é utilizado por uma empresa quando a mesma pretende comprar mais ativos. Geralmente ele possui duas fontes principais: o dinheiro investido em alguma aplicação financeira, ou quando é oriunda de lucros acumulados.

Dessa forma, muitos vêem o patrimônio líquido como a representação dos ativos livres de uma empresa, ou seja, ele seria o valor líquido que os acionistas receberiam se a empresa fosse liquidada e todos os seus ativos fossem utilizados para pagar os passivos da companhia.

Portanto essa é uma métrica fundamental para analisarmos na verificação do balanço patrimonial de uma companhia, pois seria um péssimo indício caso observássemos que esse indicador se encontra num patamar negativo.

O equity no dia a dia

equity

O equity no dia a dia

Como dissemos anteriormente, a idéia de patrimônio líquido pode ser bastante ampla sobre muitos aspectos. Por exemplo, digamos que um você seja dono de uma casa sem dívida pendente, portanto nesse caso, o seu patrimônio líquido será o mesmo que o valor inteiro de sua propriedade.

A seguir temos uma série de exemplos onde o conceito de equity pode ser aplicado:

  • Numa ação ou qualquer outro título que represente uma participação societária. Nesses casos, o patrimônio líquido é de caráter privado;
  • No balanço patrimonial de uma empresa;
  • No setor imobiliário, onde fica expresso na diferença entre o valor de mercado da propriedade e o valor que o mutuário ainda deve com relação a hipoteca;
  • Pode ser expressa com a denominação de “capital de risco” ou “capital responsável” nos casos em que uma empresa vai à falência e precisa pagar os seus credores de modo que ainda sobre uma quantidade de ativos líquidos.

Portanto, o que podemos concluir é que o equity é um conceito presente tanto na vida das pessoas físicas quanto nas empresas de maneira geral. A sua compreensão é fundamental na formação de um empresário ou investidor consciente dos parâmetros da contabilidade moderna.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.